• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2011.tde-30082011-161902
Documento
Autor
Nome completo
Eloisa Marques Miguez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Machado, Nilson Jose (Presidente)
Fornazieri, Cecilia Canalle
Ramos, Dalton Luiz de Paula
Título em português
Pessoa, logos e educação na perspectiva antropológica de Viktor Frankl
Palavras-chave em português
análise existencial
antropologia
consciência
educação
sentido
Resumo em português
O objetivo do presente trabalho é aportar uma contribuição da antropologia de Viktor Frankl ao pensamento pedagógico. Inicialmente, se aborda o problema da vontade livre e do dinamismo motivacional da existência, o que é chamado de vontade de sentido e definido como o desejo primário de encontrar sentido para a própria vida e a aptidão para torná-lo realidade. O fundamento desta abordagem da análise existencial de Frankl está no conceito de homem que preconiza a autonomia da existência espiritual e interpreta-a, em sua essência mais profunda, como ser-responsável; ou seja, explicita uma imagem de homem como um ser livre e capaz de configurar seu destino, mas também como um ser que se decide e se autoconfigura. Na segunda parte, examina-se a resposta do autor ao problema central do conhecimento, ao propor uma tese ontológico-existencial que supera a cisão entre sujeito e mundo, dado o caráter intencional e transcendente da consciência orientada a um sentido transubjetivo. Na última parte, se explicitam as prospectivas pedagógicas da antropologia frankliana, cujo cerne é resgatar o caráter projetivo do fato educativo, que se inserta, justamente, no espaço existencial de tensão entre o ser e o dever-ser, como um fator constitutivo de abertura, por parte da pessoa, a um horizonte de significado, a um mundo objetivo de valores. Nessa perspectiva, a educação se orienta para a concreta realização de um projeto ontológico e ético por parte do sujeito.
Título em inglês
Person, logos and education in Viktor Frankls anthropological perspective.
Palavras-chave em inglês
anthropology
awareness
education
existential analysis
meaning
Resumo em inglês
The purpose of this study is to frame Viktor Frankls anthropology contribution to thinking on teaching. Initially, the issue of free will and the motivational dynamics of existence are addressed, which is called the "will to meaning," and is defined as the primal desire to find meaning in ones own life and the ability to make it real. The basis of Frankl's existential analysis is the concept of a man that focuses on autonomy from spiritual existence and understands it in its deepest essence, as a responsible being; i.e. by presenting the image of a man as a free being, able to create his fate, but also as someone who "makes a decision" and forms himself. The second part looks into the author's response to the central problem of knowledge by proposing an ontological-existential theory that overcomes the split between the subject and the world, given the intentional and transcendent nature of consciousness oriented towards a transubjective meaning. The last section presents Frankls perspectives on the teaching of anthropology, the core of which is to recover the projective character of the educational fact, which is inserted precisely in the space of existential tension between being and must-be, as a constituent factor of openness, by the person, to a horizon of meaning, an objective world of values. From this perspective, education is oriented towards the concrete realization of an ontological and ethical project by the subject.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-09-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.