• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2007.tde-30052007-110510
Documento
Autor
Nome completo
Jason Ferreira Mafra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Gadotti, Moacir (Presidente)
Fleuri, Reinaldo Matias
Mrech, Leny Magalhaes
Romão, José Eustáquio
Santos Neto, Elydio
Título em português
A conectividade radical como princípio e prática da educação em Paulo Freire.
Palavras-chave em português
Axiologia
Comunidade
Conectividade
Educação libertadora
Epistemologia
Infância
Paradigma.
Paulo Freire
Praxiologia
Resumo em português
Esta tese focaliza e problematiza a categoria conectividade subjacente à antropologia do pedagogo e filósofo da Educação Paulo Freire. Conectividade, princípio incidente em todas as coisas, é tomada aqui como uma condição que, no gênero humano, ganha centralidade em razão de sua natureza intencional, quer dizer, da consciência individual e histórica. Traduz-se, neste caso, por um conjunto de disposições epistemológicas, axiológicas e praxiológicas, dimensões componentes da totalidade existencial. Entre os objetivos centrais deste estudo, destacamos três: contribuir para o pensamento a respeito do sentido da conectividade no campo das ciências sociais, em especial o da Educação; explicitar as características dessa categoria na vida e na obra de Paulo Freire; apontar indicações e pistas possíveis à aplicabilidade prática e teórica desse descritor categorial. Embora tenha se estruturado a partir de subsídios de informações e elementos empíricos, esta pesquisa possui caráter predominantemente teórico. Para tanto, as reflexões aqui expostas se fundam nos exames e análises de vasta bibliografia e de outras fontes de natureza variada, como teses, dissertações, trabalhos de conclusão de curso, entrevistas, jornais, revistas, vídeos, áudios e documentos eletrônicos. À idéia de conectividade associa-se a noção de infância. O hibridismo dessas categorias deu origem à construção de uma metáfora que se materializou no arquétipo menino conectivo, auto-imagem do educador, tomada por nós como instrumento de interpretação neste trabalho. Além do referencial paulofreiriano, nossas análises se nutrem das categorias de autores que desenvolvem reflexões no campo do pensamento dialético, seja de origem marxista, seja da perspectiva da pós-modernidade crítica. O presente estudo revelou que a conectividade é uma categoria-mestra que, em Paulo Freire, aglutina e amarra um conjunto de outras categorias fundantes na forma de construir conhecimento, valores e práticas sociais. Este trabalho se consolidou também como um esforço para pensar o sentido dessa categoria como tema epocal e suas possíveis implicações na organização da vida, em favor da construção da cultura da planetaridade e da vida sustentável, em oposição à lógica desumanizadora do sistema-mundo fundado no paradigma da globalização predatória e, por sua natureza, opressora.
Título em inglês
The radical connectivity as a principle and pratice education in Paulo Freire.
Palavras-chave em inglês
Axiology
Community
Connectivity
Epistemology
Infancy
Liberating Education
Paradigm.
Paulo Freire
Praxeology
Resumo em inglês
This thesis focuses on and poses questions about the category of connectivity underlying the anthropology of the pedagogue and educational philosopher Paulo Freire. Connectivity, a principle occurring in all things, is taken here as a condition that gains centrality with the human genus because of its intentional nature in relation to individual and historical consciousness. It is translated, in this case, by a group of epistemological, axiological and praxeological dispositions, component dimensions of the existential totality. Among the central objectives of this study, we highlight three: to contribute to the thinking about the meaning of connectivity in the social sciences, especially in Education; to make explicit the characteristics of this category in the life and work of Paulo Freire; to indicate possible paths to practical and theoretical applications of this categorical descriptor. Although its structure is based on empirical elements and information, this study has a predominantly theoretical character. Moreover, the reflections exposed here are founded on examinations and analyses of a vast bibliography and from other sources of a varied nature, such as theses, dissertations, term papers, interviews, newspapers, magazines, audio and videotapes, and electronic documents. The idea of connectivity is associated with the notion of infancy. The hybridism of these categories is the origin of the construction of a metaphor that materialized in the connective boy archetype, the educator?s selfimage, which serves us as an interpretive instrument in this work. Besides the references to Paulo Freire, our analyses are nourished by authors whose ideas develop in the field of dialectical thinking, either from a Marxist perspective or from the perspective of critical post-modernism. The present study reveals that connectivity is a master-category that Paulo Freire uses to agglutinate and tie together a group of other founding categories as a way of constructing social knowledge, values and practices. This work is also consolidated by its attempt to consider the meaning of this category as an epochal theme and its possible implications in organizing life in favor of the construction of planetary culture and of sustainable existence, in opposition to the dehumanizing logic of a world-system founded on the paradigm of predatory globalization that is, by its very nature, oppressive.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseJasonMafral.pdf (1.29 Mbytes)
Data de Publicação
2007-06-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.