• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2005.tde-27022015-114010
Documento
Autor
Nome completo
Édna de Oliveira Telles
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Vianna, Claudia Pereira (Presidente)
Bueno, Belmira Amelia de Barros Oliveira
Moreira, Maria de Fátima Salum
Título em português
O verso e o reverso das relações escolares: um olhar de gênero sobre o uso dos tempos em uma escola municipal da cidade de São Paulo
Palavras-chave em português
Feminilidades
Gênero e educação
Masculinidades
Tempos escolares
Resumo em português
Este trabalho teve como objetivo investigar os significados de gênero presentes nas relações entre as crianças e destas com as pessoas adultas nos diversos tempos escolares. Trata-se de uma etnografia educacional que priorizou como campo de pesquisa uma classe de quarto ano do ciclo I (antigo primário) da escola pública municipal Carlos Drummond, na cidade de São Paulo. Na dissertação, os significados de gênero são discutidos a partir do diálogo com diversos autores/as, entre eles Scott, Connell, Nicholson, Giroux, Apple, Enguita e Thorne. A análise dos tempos escolares, que pretende evidenciar como a organização escolar concorre para uma disicplinarização pautada na construção de corpos escolarizados, tem a perspectiva foucaultiana como base. Da investigação, que foi desenvolvida em campo no decorrer de todo um ano letivo, constaram: observações sistemáticas do cotidiano dos tempos escolares, entrevistas semi-estruturadas realizadas com as crianças, questionários dirigidos às suas famílias e a sua professora, estudo de documentações acerca da escola. A análise de todo o material coletado nesse processo, em que as crianças foram vistas como personagens centrais e tiveram valorizadas suas experiências e opiniões, mostra como se produzem e reproduzem estereótipos de gênero pautados em relações de poder na escola. Demonstra, no entanto, que esse poder não é unilateral, que as crianças não necessariamente internalizam os estereótipos de que são vítimas em suas condições de gênero, raça/etnia, idade e classe social, reproduzindo-os em suas relações, mas opõem-se a eles, contestando-os e desenvolvendo formas de oposição. Foi possível destacar, ainda, que a organização dos tempos escolares, em sua extrema preocupação com o exercício do controle e da disciplinarização, não contempla a diversidade e a dinâmica dos diversos ritmos e significados vivenciados pelos alunos e pelas alunas na escola, avaliando-os/as com parâmetros distantes de sua realidade. Assim, ao contrário do desejado, tronou-se evidente também a ausência de um questionamento crítico sobre a organização dos tempos na escola, sobre gênero e poder, revelando que o pensamento educacional tem dificuldade para acompanhar as mudanças históricas e a dinâmica das relações sociais, bem como a transformação das mesmas, o que muitas vezes o impede de contribuir para a construção de uma sociedade mais democrática.
Título em inglês
The verse and reverse school relations: gender look at the use of time in a public school in São Paulo
Palavras-chave em inglês
Femininities
Gender and education
Masculinities
School times
Resumo em inglês
The purpose of this research was to investigate the meanings of gender as they emerge in the relationships among children and between children and adults in different school times. This is an educational ethnography that has prioritized as research field a forth grade classroom (former elementary school) at the municipal public school Carlos Drummond in the city of São Paulo. In the dissertation, the meanings of gender are discussed in the dialog with different authors, like Scott, Connell, Nicholson, Giroux, Apple, Enguita and Thorne. The analysis of school times, which aims at making evident how school organization contributes to promote disciplinarization based on the construction of schooled bodies, is founded on a foucaultian perspective. The investigation took place during a whole school year and comprised: systematic observations of the routine of school times, semi-structured interviews with children, questionnaire directed to children´s families and teacher, study of documentation about the school. The analysis of all the material collected in this process, in which children were regarded as main characters and had their experiences and opinions valued, show how gender stereotypes based on power relations in school are produced and reproduced. However, it gives evidence that this power is not unilateral, that children do not necessarily internalize the stereotypes they are victims of, in their condition of gender, race/ethnics, age and social class, reproducing them in their relations, but they offer resistance to them, refute them and develop opposition techniques. It was also possible to emphasize that the organization of school times, in its extreme concern about control and disciplinarization, does not contemplate the diversity and the dynamics if the different rhythms and meanings lived by the student at school, evaluating them according to parameters that are far from their reality. Thus, oppositely to what one might desire, it became evident also the absense of critical debate about the organization of school times, about gender and power, revealing that the educational thinking has difficulty to follow the historical changes and the dynamics of social relations, as well as their transformation, what a times prevent it from contributing to the construction of a democratic society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
EDNA_OLIVEIRA_TELLES.pdf (1,022.70 Kbytes)
Data de Publicação
2015-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.