• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2008.tde-26012009-171841
Documento
Autor
Nome completo
Olga Aparecida do Nascimento Loyola
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Severino, Antonio Joaquim (Presidente)
Cauvilla, Waldir
Gallo, Silvio Donizetti de Oliveira
Nascimento, Milton Meira do
Ponce, Branca Jurema
Título em português
Filosofia na universidade: traçar, inventar, criar.
Palavras-chave em português
Deleuze
filosofia
Nietzsche
subjetivação
universidade
Resumo em português
Trata-se de pesquisa teórica, de caráter filosófico-educacional, que examina as possibilidades do ensino filosófico no curso superior. Para tanto considera as condições e limites históricos de um dos locais privilegiados em que esta prática se efetivaria: a universidade. Analisa alguns elementos do processo curricular subjacentes à opção pela inclusão da disciplina Filosofia na universidade. Verifica a identidade e o sentido desse ensino, suas limitações teóricas, históricas e metodológicas. Reflete sobre o tripé formação/transformação/subjetivação, referidos em diferentes graus quando se trata de justificar o ensino da filosofia. Com base em ferramentas conceituais fornecidas principalmente por Friedrich Nietzsche, Michel Foucault e Gilles Deleuze, examina até que ponto a instrumentalização do conhecimento e do saber filosófico tem afastado a possibilidade da construção de um pensar e agir criativos. Examina como a constituição prática de formas de subjetivação massificadas desvia-se ou dificulta a realização de outras possibilidades como as de desnaturalizar as evidências, promover uma crítica do presente, criar conceitos, e construir a autonomia necessária para o surgimento de outras formas de subjetividades, como criação política, ética e estética.
Título em inglês
Philosophy at the University: to design, to invent, to create.
Palavras-chave em inglês
Deleuze
Nietzsche
philosophy
subjectivation
university
Resumo em inglês
This paper presents a theoretical research, of a philosophical-educational nature, which examines the possibilities of philosophy teaching as part of University courses. In order to accomplish this, the paper considers historical conditions and limitations of one of the privileged environments in which this practice would be effective: the University. The paper analyses some of the elements of the curricular process which underlie the option for including Philosophy as part of the syllabus in University courses. It verifies the identity and the sense of such teaching, its theoretical, historical and methodological limitations. It also presents a reflection on the three-sided stand educational background /transformation/subjectivation, which are referred to in different degrees when dealing with justifying Philosophy teaching. Based on conceptual tools provided mostly by Friedrich Nietzsche, Michel Foucault and Gilles Deleuze, the paper examines how far instrumentalization of philosophical knowledge has kept away the possibility of building creative thought and action. It examines how practical constitution of massed subjectivation forms either deviates or turns harder the realization of other possibilities, such as denaturalize evidences, promote a critical view of the present time, create concepts, and to build the necessary autonomy for the appearance of other subjectivity forms, such as political, ethical and esthetic creation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-03-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.