• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2007.tde-26012009-150220
Documento
Autor
Nome completo
Maisa Helena Altarugio
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Villani, Alberto (Presidente)
Abib, Maria Lucia Vital dos Santos
Freitas, Denise de
Garrido, Elsa
Grant, Walkiria Helena
Título em português
A posição subjetiva do formador na condução do processo reflexivo de professores de Ciências
Palavras-chave em português
ciências: estudo e ensino
formação de professores
prática reflexiva
professor reflexivo
psicanálise
subjetividade
Resumo em português
Assim como o professor que ele pretende educar, o formador também traz consigo suas crenças, suas experiências pessoais e modelos que incorporou ao longo de sua própria formação e caminhada como profissional. Desse modo, o formador também é um sujeito que enfrenta dificuldades, que se submete a riscos, que se encontra dividido entre seus medos e seus desejos, submetido à sua inteligência e sua intuição e é vítima de seus contrastes. Por isso, focalizamos nossa atenção no formador, investigando suas ações e questionamentos no interior dos cursos de formação continuada, especialmente no que se refere ao enfrentamento de seus impasses. Privilegiando os aspectos da subjetividade dos formadores, tentaremos compreender em que medida essas ações e questionamentos, explícita e implicitamente, podem influenciar a prática dos formadores e gerar impacto sobre os professores em formação. No contexto das ações e questionamentos, exploramos os referenciais teóricos da reflexão-ação (D. Schön) e do professor reflexivo (K. Zeichner), cujas origens remontam ao pensamento reflexivo (J. Dewey). Uma vez que esses modelos teóricos, crescentemente valorizados no campo da formação continuada, não consideram que o plano inconsciente atua e intervém nos pensamentos e nas ações dos sujeitos, discutimos e ampliamos seus limites enquanto teoria e prática, à luz do referencial teórico da psicanálise. S. Freud, J. Lacan e demais autores que acreditam na possibilidade de articular psicanálise e educação, serviram como suporte para as nossas análises. Em particular, exploramos principalmente os conceitos de transferência, Outro, gozo e desejo, analisando as posições subjetivas dos sujeitos pesquisados em relação a esses elementos, enquanto exercem a função de ou assumem um lugar como formadores de professores. Neste trabalho, sustentamos a tese de que o questionamento das posições subjetivas dos sujeitos, por meio da prática de uma reflexão mais profunda e perturbadora, revele-se mais promissora para se alcançar mudanças satisfatórias na prática docente. Por fim, são sugeridas algumas pistas que podem auxiliar na construção de um novo formato para os cursos de formação.
Título em inglês
The subjective role of teacher educators in conducing the reflective process of science teachers.
Palavras-chave em inglês
psychoanalysis
refelexive professor
reflexive practice
sciences: study and education
subjectivity
teachers education
Resumo em inglês
Just like the teacher they intend to educate, a teacher educator also holds their beliefs, their personal experience and models, which they have acquired throughout their own education and professional development. Therefore, the educator is also someone who faces difficulties, who is subject to taking risks, who finds themselves at a crossroads, divided over their fears and wishes, victims of their contrasts, and submitted to their intelligence and intuition. For this reason, we have turned our attention to the educator, studying their actions and queries along continuing education courses, mainly concerning the way they deal with their dilemmas. Focusing on the educators subjective aspects, we are going to try to understand to what extent their actions and queries may, either explicitly or implicitly, influence the educators practice and impact on the teachers being prepared. As far as actions and queries are concerned, we have stuck to the theoretical references of the reflection-action (D. Schön) as well as to those of the reflexive professor (K. Zeichner), the origins of which are found in the reflexive thought (J. Dewey). Since these theoretical models, increasingly valued within the continuing education scope, do not take into consideration that the unconscious level works and interferes in peoples thoughts and actions, we have discussed and widened their limits regarding theory and practice according to psychoanalysis theoretical reference. S. Freud, J. Lacan and other authors who believe it is possible to articulate psychoanalysis and education provided the support for our analysis. We were mainly concerned with the concepts of transference, the Other, enjoyment and desire, analyzing the subjective attitude of the individuals studied in relation to these elements, as they play the role or take over the position of teacher educators. In this study, we support the idea that questioning educators subjective attitudes, through a deeper and disturbing reflection, may turn out to be more promising in the search for satisfactory changes in teaching practice. Finally, we provide some hints which may help pave the way for a new format for teacher education courses.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-03-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.