• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2007.tde-22022008-140747
Documento
Autor
Nome completo
Douglas Ferreira de Paula
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Oliveira, Marcos Barbosa de (Presidente)
Moraes, Carmen Sylvia Vidigal
Naves, Marcio Bilharinho
Título em português
A união do ensino com o trabalho produtivo: a educação em Marx e Engels.
Palavras-chave em português
Educação
Educação e capitalismo
Marxismo
Trabalho e ensino
Resumo em português
O trabalho consiste num estudo de caráter teórico que investiga a inter-relação de conceitos fundamentais da teoria marxista a partir da tese político-pedagógica da união do ensino com o trabalho produtivo. Percorrendo o conjunto da obra de Karl Marx (e, por extensão, de Friedrich Engels), pretende-se demonstrar que só é possível compreender o sentido da tese em pauta com base na crítica ao ensino e ao trabalho no capitalismo, assim como na proeminência com que as contradições oriundas do modo de produção capitalista figuram nessa obra. Apoiando-se em estudos já realizados acerca da concepção educacional desses autores, a dissertação reforça o aspecto político da tese, destacando na análise conceitos como os de força produtiva, e dando ênfase às contradições entre trabalho e capital. Argumenta-se inicialmente que a tese da união de ensino e trabalho em Marx e Engels surge em oposição à realidade do ensino e do trabalho, tal qual a observavam autores do século XIX. Estuda-se em seguida o conceito de forças intelectuais da produção, abordando a questão da ciência incorporada nas forças produtivas a partir do capitalismo, e o modo pelo qual tal ciência objetivada mantém-se estranha aos trabalhadores, ainda que estes mantenham com ela estreita conexão. Dessa perspectiva, a tese é vista como apontando para a necessidade de superar a divisão técnica do trabalho colocada pelo modo de produção capitalista, e a própria divisão social do trabalho, resultado da divisão da sociedade em classes. A partir da análise desenvolvida serão evidenciados os obstáculos à transformação da escola colocados pelo capital, demonstrando-se que, no seu desenvolvimento, impossibilitada pelas relações sociais de incorporar, de forma ostensiva, as forças intelectuais da produção, ela revelou-se "velha", isto é, não pôde refletir o grau de desenvolvimento das ciências objetivadas e contribuir para a superação da divisão entre as atividades teóricas e práticas. Ao contrário, caracterizou-se fundamentalmente por expressar a necessidade de diversificação da produção capitalista, flexibilizando a mão-deobra para os diferentes ramos dessa produção; assim como tornou-se susceptível de assumir a ideologia da classe dominante, sem refletir os objetivos gerais da classe trabalhadora. A dissertação termina caracterizando o caráter político da tese pedagógica, com destaque para seu papel nos objetivos imediatos e mediatos da luta pela transformação da educação e da sociedade.
Título em inglês
The union of teaching with productive work: education in Marx and Engels.
Palavras-chave em inglês
Education
Education and capitalism
Marxism
Work and education
Resumo em inglês
The dissertation consists in a theoretical study that investigates the interrelationship between fundamental concepts of Marxist theory connected to the political-educational thesis of the union of teaching with productive work. On the basis of an examination of the writings of Karl Marx (and, by extension, of Friedrich Engels), the study aims to demonstrate meaning of the thesis in question can only be understood by considering the criticism of teaching and work in capitalism, as well as the prominence with which the contradictions of the capitalist mode of production figures in those works. Taking as starting point studies about Marx's and Engels' educational conceptions, the dissertation emphasizes the political aspect of the thesis, by giving especial attention, in the analysis, to concepts like that of productive forces, and to the contradictions between labour and capital. It is argued, initially, that the thesis, as it appears in the work of Marx and Engels, arises in opposition to the reality of education and work as observed by 19th century authors. The concept of intellectual forces of production is then examined by considering the issue of science incorporated in the productive forces in capitalism, and the way in which such objectified science is still alien to the workers, in spite of the close relationship that the workers maintain with it. From that perspective, the thesis is seen as pointing to the need to overcome the technical division of labor imposed by the capitalist mode of production, and the social division of labour itself, as a result of the division of society into classes. The analysis brings to light the obstacles that capital creates for the transformation schooling, thus demonstrating that, in its development, unable for social relations to incorporate effectively the intellectual forces of production, the school becomes "old", i.e., unable to reflect the level of development of science, and to overcome the division between the theoretical and practical activities. It is characterized, on the contrary, mainly by expressing the need for diversification of capitalist production through flexible labour for the different branches of production, as well as by becoming prone to incorporate the ideology of the ruling class, instead of the general objectives of the working class. The dissertation ends by pointing to the political nature of that pedagogical thesis, highlighting its role in the short and long term objectives of the struggle for the transformation of education and society.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2008-03-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.