• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Regina Maria de Oliveira Ribeiro Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Abud, Katia Maria (Presidente)
Baumel, Roseli Cecilia Rocha de Carvalho
Mendonca, Paulo Knauss de
Título em português
A "máquina do tempo": representações do passado, história e memória na sala de aula
Palavras-chave em português
Aprendizagem histórica
Construção de conceitos
Cultura material
Ensino de história
Memória
Patrimônio
Representações
Resumo em português
A pesquisa investigou aspectos da aprendizagem histórica a partir do trabalho com o patrimônio cultural. O objetivo foi identificar e analisar as representações das crianças sobre tempo, passado e história durante o trabalho com conceitos históricos relativos ao passado da comunidade local, tendo como referência a memória e a história da escola e do bairro. A hipótese era que o patrimônio cultural, como portador de sentidos diversos (históricos, políticos, culturais e sociais), potencializasse a significação de conceitos históricos e o estabelecimento de relações diferenciadas das crianças com a disciplina. Para articular as questões que envolvem a construção do conhecimento histórico e analisar aspectos da aprendizagem, foi realizada uma investigação qualitativa a partir de atividades com o patrimônio histórico-cultural da localidade onde vivem e estudam os sujeitos participantes da pesquisa. Partiu-se de referências teóricas relativas às pesquisas sobre o ensino da História bem como das propostas de ação educativa em museus e outros espaços históricos. Para compreender os processos de construção individual e coletiva do conhecimento adentrou-se os campos da psicologia do desenvolvimento e aprendizagem de base sócio-interacionista e da psicologia social, com a teoria das representações sociais. A compreensão destes processos foi articulada às referências das pesquisas sobre a especificidade da aprendizagem histórica e da construção do pensamento histórico pelas crianças. A pesquisa empírica foi realizada em uma escola da rede municipal de São Paulo, com uma turma de 36 alunos, entre 10 e 14 anos, do primeiro ano do ciclo II do ensino fundamental (5ª série), durante as aulas de História. A observação participante centrou-se no acompanhamento, descrição e análise dos significados que as crianças atribuíram a conceitos e informações históricas. Buscou-se identificar como os estudantes representam o conhecimento histórico trabalhado em diferentes momentos e suportes: a memória pessoal e coletiva, os registros e evidências históricas, as hipóteses e inferências levantadas pela professora, por outros adultos envolvidos e pelas próprias crianças. A pesquisa contribuiu para evidenciar as idéias e representações do conhecimento histórico pelas crianças - o que as crianças apreendem, quais os sentidos e significados construídos quando aprendem História. Possibilitou também a compreensão do papel dos processos de construção de representações mentais e sua interação com as representações sociais nas formas como os alunos se aproximam, interpretam, compreendem e expressam o conteúdo histórico na escola e em outros espaços. Foram explicitadas as especificidades do pensamento histórico e a multiplicidade de formas deste no processo de construção do conhecimento. A partir do trabalho com o patrimônio, memória e história local as crianças iniciaram um processo de ressignificação de suas concepções acerca de conceitos de tempo, passado e história.
Título em inglês
The "time machine": Representations of past, History and memory in the classroom
Palavras-chave em inglês
Concept building
Historical learning
History teaching
Material culture
Memory
Patrimony
Representations
Resumo em inglês
The research investigated historical learning aspects based on the work with the cultural patrimony. The objective was to identify and to analyze the representations of children about time, past and history during the work with historical concepts about to the past of the local community, having the memory and history of the school and of the neighborhood as a reference. The hypothesis was that cultural patrimony, as a bearer of several senses (historical, political, cultural and social), would potentiate the significance of historical concepts and the establishment of differentiated relations of children with the discipline. A qualitative investigation was carried out to coordinate the issues that involve the building of historical knowledge and to analyze learning aspects, with a basis on activities with the historical-cultural patrimony of the place where the research subjects live and study. The starting point consisted of theoretical references relating to research about the teaching of History and of the proposals of educative action at museums and other historical places. To understand the processes of individual and group knowledge building, the work included penetration in the fields of psychology of development and learning of the socio-interactionist base and of social psychology, with the theory of social representations. The understanding of these processes was articulated with the references of researchs about the specificity of historical learning and of the building of historical thought by children. The empirical research was carried out at a school from the municipal network of Sao Paulo, with a class of 36 students between 10 and 14 years of age, from the first year of cycle II of elementary school (5th grade), during the History classes. The participant observation concentrated on the monitoring, description and analysis of the meanings that the children attributed to historical concepts and information. An attempt was made to identify how the students represent historical knowledge worked on at different times and on different bases: personal and collective memory, historical records and evidence, the theories and inferences brought up by the teacher, by other adults involved and by the children themselves. The research contributed to evidence the ideas and representations of historical knowledge by the children - what children learn, the senses and meanings formed when they learn History. It also permitted an understanding of the role of mental representation building processes and their interaction with social representations in the ways students approach, interpret, comprehend and express historical content at school and in other places. An explanation was provided about the specificities of historical thought and the multiplicity of its forms in the knowledge building process. Based on the work with the local patrimony, memory and history, the children embarked on a process of providing new meaning to their conceptions about concepts of time, past and history.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.