• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2006.tde-20062007-120131
Documento
Autor
Nome completo
Maria Nezilda Culti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Beisiegel, Celso de Rui (Presidente)
Gadotti, Moacir
Kruppa, Sonia Maria Portella
Mello, Sylvia Leser de
Singer, Paul Israel
Título em português
O desafio do processo educativo na prática de incubação de empreendimentos econômicos solidários
Palavras-chave em português
Autogestão
Cidadania
Construção de conhecimento
Economia solidária
Empreendimentos econômicos solidários
Incubadoras universitárias
Práxis
Processo de incubação
Processo educativo
Resumo em português
Esta tese analisa os limites intrínsecos do processo de construção de conhecimentos por meio da ação educativa entre orientadores (educadores) e trabalhadores cooperados (educandos) na prática de incubação dos empreendimentos econômicos solidários. Trata-se de uma pesquisa empírica realizada com educadores de uma Incubadora Universitária de empreendimentos econômicos solidários e trabalhadores de duas cooperativas autogeridas. A maior parte do material analisado foi coletado por meio de pesquisa de campo nas cooperativas e na incubadora. No estudo, concebemos o conhecimento adquirido no processo prático de incubação de empreendimentos econômicos solidários dos trabalhadores como práxis que implica um conjunto complexo de atividades de caráter técnico e social, interagindo com conhecimento teórico e conceitual, orientados por objetivos. Trata-se por isso, de um processo pedagógico educativo que deve ser criativo, de ação coletiva e modificador da realidade. Adotamos a concepção de que os conhecimentos são produzidos neste mundo pelos próprios seres humanos e que a relação de conhecimento é uma relação entre sujeito e objeto e também que a relação com o mundo não é individual e imutável, mas coletiva e social. Como referência teórica nos apoiamos nos escritos de Freire, Cortella, Vázquez entre outros. As respostas às questões construídas ao longo do estudo evidenciam pontos positivos que representam avanços na direção da ação educativa e outros ainda de tensão e conflitos que indicam caminhos para a releitura do processo educativo, tanto para os educandos como para os educadores. Ficou evidente a importância e a necessidade da Universidade atuar por meio de incubadoras interagindo com a comunidade, levando o conhecimento de que dispõe para os trabalhadores cooperados que dificilmente teriam acesso de outra forma, bem como os efeitos positivos que advém dessa ação no meio acadêmico e para os trabalhadores. Ficou indicado também que no processo de incubação dos empreendimentos econômicos solidários dos trabalhadores há uma complexidade que demanda esforços significativos por parte dos educadores e educandos para atingir os objetivos propostos no processo de incubação, que passa necessariamente, por uma relação interativa e dialógica. Entretanto, é um processo educativo que modifica as circunstâncias, os homens e as mulheres na sua maneira de ser e agir. Há dificuldades de ambas partes, muitas barreiras que são rompidas e outras ainda não, mas é inegável a construção e reconstrução de conhecimentos para os atores envolvidos em vários aspectos. Os educadores despertam para outra forma de ver o mundo, estimula a autocrítica como educador e pessoa, enriquece e modifica a forma de ensinar e a prática da interdisciplinariedade. Estimula a associação entre ensino, pesquisa e extensão na universidade. Os educandos também mudam a forma de pensar e agir. Sentem-se mais seguros, respeitados e empoderados para interagir na sociedade. Passam a dispor de cidadania, autonomia para exercer a autogestão e melhor qualidade de vida.
Título em inglês
The challenge of the educational process in practice of incubation of solidary economical enterprises
Palavras-chave em inglês
Academical incubators
Automanagement
Citizenship
Construction of knowledge
Educational process
Incubation process
Praxis
Solidary economical enterprises
Solidary economy
Resumo em inglês
This thesis analyzes the intrinsic limits of the process of construction of knowledge through the educational action among advisors (educators) and cooperated workers (scholars) in practice of incubation of the solidary economical enterprises. It is an empiric research accomplished with educators of an Academical Incubator of solidary economical enterprises and workers of two cooperatives auto managed. Most of the analyzed material was collected through field research in the cooperatives and in the incubator. In the study, we conceived the acquired knowledge in the practical process of incubation of the workers' solidary economical enterprises as praxis that implicates a group compound of activities of technical and social character, interacting with theoretical and conceptual knowledge, guided by objectives. It is treated by that, of an educational pedagogic process that it should be creative, of collective action and modifier of the reality. We adopted the conception that the knowledge are produced in this world by the own human beings and that the knowledge relation is a relationship between subject and object and also that the relationship with the world is not individual and unalterable, but collective and social. As theoretical reference we got support on the writings of Freire, Cortella, and Vázquez among others. The answers to the subjects built along the study evidence positive points that still represent progresses in the direction of the educational and other action of tension and conflicts that indicate ways for the rereading of the educational process, so much for the students as for the educators. It was evident the importance and the need of the university to act through incubators interacting with the community, taking the knowledge that disposes for the workers cooperated that difficultly they would have access in another way, as well as the positive effects that occurs of that action in the academic midst and for the workers. It was also denoted that in the process of incubation of the workers' solidary economical enterprises there is a complexity that demands significant efforts on the part of the educators and students to reach the objectives proposed in the incubation process, that necessarily passes, for an interactive relationship and dialogic. However, it is an educational process that modifies the circumstances, the men and the women in their way of being and acting. There are difficulties of both parts, a lot of barriers that are broken and other not yet, but it is undeniable the construction and reconstruction of knowledge for the actors involved in several aspects. The educators wake up for another form of seeing the world, it stimulates the self-criticism as educator and person, enriches and modifies the form of teaching and the practice of the interdisciplinarity. It stimulates the association among teaching, researches and extension in the university. The students also change the form of thinking and acting. They feel safer, respected and empowered to interact in the society. They start to dispose of citizenship, autonomy to exercise the automanagement and better quality of life.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Anexo1.pdf (68.21 Kbytes)
Anexo2.pdf (60.59 Kbytes)
Anexo3.pdf (119.13 Kbytes)
Anexo4.pdf (13.07 Kbytes)
Capa.pdf (73.50 Kbytes)
TeseCompleta.pdf (1.61 Mbytes)
Data de Publicação
2007-07-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.