• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2010.tde-20042010-154846
Documento
Autor
Nome completo
Lucila Maria Pastorello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Belintane, Claudemir (Presidente)
Amaral, Monica Guimaraes Teixeira do
Garcia, Ana Luiza Marcondes
Sartore, Anna Rita
Vorcaro, Angela Maria Resende
Título em português
Leitura em voz alta e apropriação da linguagem escrita pela criança
Palavras-chave em português
aquisição da escrita
Leitura em voz alta
subjetividade
Resumo em português
Partindo do entrecruzamento entre a linguística, a psicanálise e a clínica fonoaudiológica, o presente trabalho tem o objetivo de discutir o papel da leitura em voz alta no processo de apropriação da linguagem pela criança, sustentando a hipótese de que a leitura em voz alta, em função de suas especificidades, interfere positivamente nesse processo. Tomamos a leitura em voz alta em sua dimensão discursiva e subjetivante, que coloca em cena a língua, o corpo e o desejo de quem lê e de quem escuta. Admitimos os processos de apropriação da linguagem sob uma perspectiva não desenvolvimentista, mas que considera tais processos como relativos a diferentes posições subjetivas. Trata-se de uma pesquisa teórica ilustrada por vinhetas da clínica fonoaudiológica e da literatura literária. A partir de nossas reflexões e da discussão teórica, argumentamos que as características da leitura em voz alta a presencialidade atualizada pela voz e pelo olhar, a convocação do corpo sonoro e seu potencial para transmitir cultura são significantes e podem interferir positivamente no processo de apropriação da escrita.
Título em inglês
Reading aloud and the writing appropriation by the child 2010.
Palavras-chave em inglês
acquisition of the writing
reading aloud
subjectivity
Resumo em inglês
Based on the intersection among linguistics, psychoanalysis and clinical practice in speechtherapy treatments, this thesis aims to discuss the role of reading aloud in the process of language appropriation by the child, supporting the hypothesis that reading aloud, due to its specificities, positively interferes in this process. We take reading aloud in its subjectivating and discursive dimension, which calls into play the language, the body and the desire of the one who reads (the reader) and the one who listens (the listener). We assume the processes of language appropriation from a non developmental perspective, but which considers such processes as relative to different subjective positions. This is a theoretical research illustrated with transcripts/vignettes from speechtherapy clinical treatments and excerpts from the literary literature. From our reflections and from the theoretical discussion, we argue that the characteristics of reading aloud the presentiality updated by the voice and by the look, the summons by the sounding body and its potential to transmit culture - are significant and may positively interfere in the process of writing appropriation.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-04-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.