• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2006.tde-20042006-130352
Documento
Autor
Nome completo
Eliana Gomes Pereira Pougy
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Iavelberg, Rosa (Presidente)
Castellar, Sonia Maria Vanzella
Machado, Maria Heloisa Pereira Toledo
Título em português
"Educação e comunicação: pelas vias de uma didática da obra de arte"
Palavras-chave em português
análise do discurso
cinemapa
comunicação
didática
Didática da Obra de Arte
educação
filosofia pós-crítica
Pedagogia do Conceito
ruído
Resumo em português
Trata-se de uma pesquisa teórica, de cunho filosófico-educacional, visando analisar o dispositivo saber-poder da didática e propor a base epistemológica para a construção de uma Didática da Obra de Arte. A partir da perspectiva pós-estruturalista, com destaque para a produção de Michel Foucault, busquei encontrar algumas condições enunciativas que produziram o sujeito que ensina como alguém que depende da comunicação e de seus meios para transmitir mensagens claras e verdadeiras. Isolei uma série histórica constituída pela Bíblia, pela Didactica Magna de Comenius, pelo O Emilio de Rousseau e pelo Democracia e Educação de Dewey, entendendo-os como discursos que compartilham, a despeito de suas especificidades e diferentes objetos, o mesmo paradigma geral segundo o qual se estruturam os saberes científicos da comunicação. Conforme as idéias de Foucault, busquei, também, os efeitos dessas descrições na realidade, principalmente em relação à forma que essas descrições aparecem em sua materialidade. Concluí que, apesar das especificidades de cada uma das teorias pedagógicas, existe um aspecto que está presente em todas elas: o paradigma da comunicação como transmissão de mensagens, e, conseqüentemente, a idéia de ruído como uma exceção à regra. O paradigma da comunicação que entende o ruído como exceção faz parte de um outro paradigma mais forte e poderoso que sempre esteve presente no pensamento ocidental. O paradigma da disjunção, que preconiza a separação e a dicotomização entre sujeito e objeto do conhecimento, que preconiza a linguagem como representação do real e que não compreende toda a complexidade do pensamento humano. Entretanto, o ruído faz parte do processo de comunicação não como uma exceção, mas como uma regra. E como tal, possui sua especificidade e tem uma parte ativa no processo comunicacional. Por isso, também a partir da perspectiva pós-estruturalista, com destaque para a produção de Gilles Deleuze e Felix Guattari, propus a base epistemológica para a construção de uma Didática da Obra de Arte. Para tanto, resgatei as idéias de Deleuze e Guattari sobre linguagem, a palavra de ordem e a linguagem agramatical; as idéias de Maturana e Varella em relação ao aprendizado, a autopoiese; e as idéias de Pierre Lévy sobre inteligência, a inteligência coletiva. Segundo penso, assim como Deleuze afirmou que existe uma pedagogia que é do Conceito, existe uma Didática que é da Obra de Arte. Essa didática pode nos ajudar a compreender os momentos em que o processo de ensino e de aprendizado se processa entre o caos e o conhecimento, no mundo do ruído e da construção de sentido. Ela se caracteriza, principalmente, por compreender o entre-ensino.
Título em inglês
Education and Comunication - for the ways of a Didactics of the Master Piece
Palavras-chave em inglês
cinemap
communication
didactics
Didactics of the Master Piece
education
noise
Pedagogy of the Concept
post critical philosophy
speech analisys
Resumo em inglês
This is about a theorical research, built on educational-philosophical basis, viewing to analyse the know-power device of the didactics and propose the epitemological basis to the construction of a Didactics of the Master Piece. From the post structuralism perspective, outlining Michel Foucault´s production, I tried to find some compositional conditions that produced the person that teaches as someone who depends on the communication and its means to transmit clear and true messages. I isolated a historical series formed by the Bible, by the Didactica Magna of Comenius, by Emile of Rousseau and by the Democracy and Education of Dewey, understanding them as speeches that share, despite of their specificities and diferent objects, the same general paradigm, according to wich is structured the scientific knowledge of the communication. Following the ideas of Focault I also searched the effects of this descriptions in reality, mainly relating to the form in wich these descriptions appear in their materiality. I concluded that in spite of the specificities of each one of the pedagogical theories there is an aspect present in all of them: the communication paradigm as message transmission, and consequently, the idea of a noise as exception to the rule. The communication paradigm that understands the noise as exception makes part of another paradigm more powerful and stronger, that has always been present in western thinking. The disjunction paradigm that proclaims the separation and the dichotomization between subject and object of knowledge, that proclaims the language as representation of the real and does not comprehend all the complexity of the human thinking. However, the noise makes part of a communication process not as an exception, but as a rule. As such, has its specificity and an active part in the communicational process. Because of this, also from the post structuralist perspective, outlining the production of Gilles Deleuze and Felix Guattari, I suggest the epitemological basis to the construction of a Didactics of the Master Piece. For this I rescued the ideas from Deleuze and Guattari on language, the word of order and the non grammatical language; the ideas from Maturana and Varella relating to the learning, the autopoiese, and the ideas of Pierre Lévy on inteligence, the collective inteligence. According to me , just like Deleuze affirmed that there is a pedagogy that comes from the Concept, there is the Didactics that comes from the Master Piece. This didactics can help us undesrtand the moments in wich the process of teaching and learning happens between the caos and the knowledge, in the world of noise and the sense construction. It is mainly caracterized by comprehending the inter-teaching
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
DidaticadaObradeArte.pdf (691.47 Kbytes)
Data de Publicação
2006-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.