• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2007.tde-19102007-150455
Documento
Autor
Nome completo
Alice Akemi Yamasaki
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Gadotti, Moacir (Presidente)
Ciseski, Angela Maria Biz Rosa Antunes
Romão, José Eustáquio
Silva, Roberto da
Vianna, Claudia Pereira
Título em português
Violências no contexto escolar: um olhar freiriano.
Palavras-chave em português
Incivilidade pedagógica
Violência contra os oprimidos
Violência dos opressores
Violência e Paulo Freire
Violência em contexto escolar
Violência escolar
Violências na escola
Resumo em português
O presente trabalho desenvolve uma reflexão sobre as violências presentes no contexto escolar. A violência é compreendida como uma manifestação histórica e social, de múltiplas e complexas faces, que interage com o ambiente cultural da escola. Trata-se de uma pesquisa teórica, desenvolvida a partir de um estudo documental sobre violência escolar e de um estudo de caso em escolas públicas localizadas no município de São Paulo. Um dos objetivos deste trabalho foi identificar as faces da violência no contexto escolar, apresentando uma síntese da leitura de mundo sobre o tema a partir de pesquisas realizadas após os anos 90. A tese teve ainda por objetivo caracterizar o tema da violência nas obras elaboradas por Paulo Freire, de modo a explicitar as dimensões tomadas pelo autor para denunciá-la e apontar possibilidades de construção de um outro mundo possível. Os levantamentos realizados para revisão da literatura sobre violência escolar buscaram consultar resultados de pesquisa apresentados sob a forma de artigos e livros. Entre os procedimentos metodológicos e técnico-operacionais adotados para a construção teórica e o estudo documental estão estudo temático e análise textual. Percebeu-se que a violência escolar deve ser considerada em dois planos. Por um lado, considera-se a dimensão material e objetiva, por meio das perdas materiais e diferentes agressões físicas. Na dimensão simbólica consideraram-se a sutil imposição de significações alheias à comunidade com destaque para a rejeição ao diferente e a crescente insegurança, medo e receio diante das relações interpessoais. A indicação de Paulo Freire é a de que a reação dos oprimidos poderá confrontar a consciência necrófila presente nos gestos e nas ações violentas. Os oprimidos, assumindo a vocação do ser mais, a vocação de valorização da vida, acima dos desejos e interesses mesquinhos e individualistas, assumindo como instrumento de luta a amorosidade, poderão constituir outra civilização, mais humana, com menos opressão e menos injustiça. As violências escolares, tomadas como objeto de investigação e reflexão, relacionadas às considerações desenvolvidas por Paulo Freire permitem compreender que é possível um enfrentamento histórico, no âmbito social e escolar. O trabalho aponta para a escola pública e popular, fundamentada em de concepções e práticas críticas e progressistas de educação, que deve constituir-se (historicamente) como espaço de conscientização, luta e enfrentamento das várias manifestações de violência que afligem e atingem seus sujeitos. Um dos caminhos férteis é o diálogo, a educação dialógica e libertadora.
Título em inglês
Violences in school context: a view freirean.
Palavras-chave em inglês
Oppressors violence
Paulo Freire and violence
School violence
Violence against the oppressed
Violence in school context
Violence in schools
Resumo em inglês
Some reflections are presented in this work trying to account for various kinds of violence observed to exist in the school context. Violence is here understood as a social and historical manifestation of a multiplicity of complex dimensions and factors, which interact with the cultural environment of the school. We are dealing here with a theoretical investigation primarily based on a documentary study of school violence and, additionally, in a study of municipal public schools in São Paulo. One of the main objectives with this study was to identify the various dimensions of violence in the school context. This was done by presenting a synthesis of available readings of the world ("leitura do mundo") concerning this topic, based on the analysis of various studies carried out after the 1990s. Moreover, another aim with this thesis was to characterize violence as a theme addressed by Paulo Freire in various of his works. Whereby he made explicitly identified some dimensions of violence both to denounce them as well as to point towards alternative possibilities to construct another possible world. In the review of the literature dealing with school violence, we gave priority to research results found in books and scientific articles. Thematic study and text analysis were included among the various methodological and social research techniques used in this work to support our theoretical constructs and also as guidelines for our documentary work. The concluded that school violence must be considered in two distinct planes. On the one hand, with reference to the material and objective losses and different kinds of physical aggresions. On the other hand, taking into account the symbolic dimension, one refers to the subtle imposition of inappropiate meanings attached to the violent acts in the community, with a particular emphasis on the rejection of "otherness", and a growing sense of insecurity, fear and distrust in the realm of interpersonal relations. Paulo Freire's prescription for overcoming this kind of violence lies, in the response potential of the oppressed to confront the necrophilic conscience inherent in violent gestures and actions. The oppressed, by assuming their vocation to be human, to value life, to raise over and above mean and individualistic values and interests. By assuming love as their preferred instrument of their struggle, they will be able to construct another civilization, more human, less oppresive and more just. Taking into account the reflections of Paulo Freire on the matter of school violence, here approached as a subject for investigation and reflection, lead us to understand that it is possible to historically confront it in both the social and school realms. This work points to a renewed potential of the public and popular school, when based in the critical and progressive conceptions and practices of education. A kind of school that must be (historically) constructed as a space of concietization, struggle and of confrontation against all the various manifestations of violence inflicted and adversely affecting the potential victims. We find that dialogue, dialogic and liberating education constitute some of the fertile ways we have at our disposal to attain our aims of diminishing both physical and symbolic violence in the school context and culture.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
TeseAliceYamasaki.pdf (1.09 Mbytes)
Data de Publicação
2007-10-22
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.