• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Milene Braga Goettems
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Prado, Patricia Dias (Presidente)
Miller, Jussara Corrêa
Vilela, Lilian Freitas
Título em português
O tempo da infância que dança: um estudo sobre as relações entre dança e subversão do tempo linear da educação infantil
Palavras-chave em português
Corpo e movimento
Crianças pequenas
Dança na escola
Educação infantil e artes
Tempos da infância
Resumo em português
A presente pesquisa de mestrado tem como objetivo conhecer e investigar quais as contribuições da dança no contexto da Educação Infantil, no sentido da construção de uma Pedagogia da primeira infância que valorize e respeite o direito à educação e às Artes como um de seus fundamentos, aos tempos da infância de meninas e meninos pequenas/os e professoras/es, a partir das linguagens dançantes como possibilidades para a não dissociação entre corpo e mente, mas como uma forma de resistência à escolarização precoce e aos tempos do capital. A pesquisa qualitativa de abordagem etnográfica partiu da observação participante nas propostas em dança realizadas por uma professora de dança e duas turmas de crianças de cinco anos em uma das Creches/Pré-Escolas da Universidade de São Paulo, com registro em caderno de campo por meio de fotografias e filmagens em vídeo, de conversas informais com as crianças, famílias e demais profissionais e a realização de entrevista semiestruturada com a referida professora, a partir de autorização prévia. Num segundo momento da pesquisa de campo foram desenvolvidas propostas dançantes e metodologias de pesquisa em dança, com uma turma de crianças de quatro anos e sua professora, em uma Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) da cidade de São Paulo, na qual a pesquisadora também é professora. As análises dos dados coletados revelaram, no primeiro espaço investigado, que as propostas em dança observadas não objetivavam a construção de produtos prontos e coreografados. Negando uma concepção de infância inacabada, as propostas desenvolvidas nos dois espaços pesquisados, buscavam experiências corporais diversas, sensíveis e poéticas que provocavam as crianças a criarem soluções no tempo e no espaço. Destaca-se a centralidade das parcerias na concretização dessas experiências, evidenciando seu caráter transformador de realidades opressoras e rompendo, mesmo que momentaneamente, com o tempo linear imposto à Educação Infantil. Na EMEI pesquisada, explicitou-se o caráter transgressor e resistente das crianças pequenas em relação às formas de controle impostas. Nesse sentido, as Artes, especialmente aqui a dança, pode construir outras referências de tempo e de espaço às infâncias e a sua educação, tempos de percepção dos corpos, de possibilidades de movimentos, de gestualidades, de descobertas, de descolonização da infância, de relações com o pertencimento e com a diversidade cultural, de respeito às manifestações e expressões de meninas e meninos pequenas/os, e de suas professoras.
Título em inglês
The time of childhood that dances: a study on the relationships between dance and subversion of linear time in Early Childhood Education
Palavras-chave em inglês
Body and movement
Childhood times
Dance at school
Early childhood education and arts
Small children
Resumo em inglês
The present master's research aims at knowing and investigating the contributions of dance in the context of Early Childhood Education, in the sense of the construction of a Pedagogy of early childhood that values and respects the right to education and the Arts as one of its foundations, childhood times of girls and small boys and teachers, from the dance languages as possibilities for non-dissociation between body and mind, but as a form of resistance to early schooling and the times of capital. The qualitative research of an ethnographic approach was based on the participant observation in the dance proposals performed by a dance teacher and two groups of five-year-old children in one of the Kindergarten/Pre-Schools of the University of São Paulo, video and photo shoots, informal conversations with children, families and other professionals, and a semistructured interview with the referred teacher, based on prior authorization. In a second moment of the field research, dance proposals and dance research methodologies were developed with a group of four-year-old children and their teacher at a Municipal School of Early Childhood Education (EMEI) from São Paulo city, where the researcher is also a teacher. The analysis of the collected data revealed, in the first space investigated, that the observed dance proposals broke with a perspective of construction of ready or choreographed products. In the second space, the transgressive and resistant character of small children was explained in relation to the imposed forms of control. Denying a conception of unfinished childhood, the proposals developed in both spaces sought diverse, sensitive and poetic body experiences that provoked children to create solutions in time and space. The centrality of the teaching partnerships in the concretization of these experiences is highlighted, highlighting their transforming character of oppressive realities and breaking, even momentarily, with the linear time imposed on Early Childhood Education. In this sense Arts, especially dance, can construct other references of time and space to childhood and its education, times of perception of bodies, possibilities of movements, gestures, discoveries, decolonization of childhood, relations with belonging and cultural diversity, respect for the manifestations and expressions of girls and boys, aa well as their teachers.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.