• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2018.tde-19042018-155632
Documento
Autor
Nome completo
Maria Aparecida Costa dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Prado, Patricia Dias (Presidente)
Amaral, Monica Guimaraes Teixeira do
Esposito, Marilia Pontes
Felix, João Batista de Jesus
Silva, Mauricio Pedro da
Título em português
O universo hip-hop e a fúria dos elementos
Palavras-chave em português
Educação
Elementos do hip-hop
Hip-hop
Juventudes periféricas
Transformação
Resumo em português
O presente estudo tem por objetivo examinar e refletir sobre a natureza, a origem e a construção conceitual do Hip-Hop. Para tanto, recorreu-se à metodologia de abordagem qualitativa, valendo-se da pesquisa de campo realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, com representantes e ativistas reconhecidas(os) do HipHop e analisadas à luz da literatura acadêmica e não acadêmica (teses, dissertações, artigos, livros, revistas), além de outros materiais (documentários, filmes, palestras) produzidos sobre o Hip-Hop. Este trabalho problematiza a caracterização clássica desse fenômeno que, tradicionalmente, aponta quatro elementos como dimensões constitutivas do movimento: DJ/MC, Breaking, Graffiti e Rap. Contrapondo-se a essa descrição rígida, a hipótese desta pesquisa afirma que, por demonstrar um caráter dinâmico e recriador, esse fenômeno cultural, em seu processo histórico, gestou outras dimensões, até o momento, invisibilizadas, ou pouco discutidas pela literatura acadêmica. No processo de investigação, foram identificados outros elementos constitutivos do Hip-Hop, como as gírias, os vestuários, o Streetball e a literatura marginalizada que, assim como os demais, carregam, representam e revelam questões identitárias, políticas e ideológicas, como as étnico-raciais e de gênero, que envolvem a juventude das periferias, evidenciando um Universo em contradição, transformação e reconstrução constantes e em estreita relação com a Educação em seu sentido mais amplo. Desta forma, por sua natureza e condição dialéticas, o HipHop constitui-se em processos marcados por tensões entre os avanços das novas tendências e as resistências a esses avanços, razão pela qual o trabalho foi intitulado O Universo Hip-Hop e a fúria dos elementos.
Título em inglês
The hip-hop universe and a fury of the elements
Palavras-chave em inglês
Education
Elements of hip-hop
Hip-hop
Peripheral youth
Transformation
Resumo em inglês
The present study aims to examine and reflect on the nature, origin and conceptual construction of Hip-Hop. To do so, we used the qualitative approach, using field research conducted through semi-structured interviews with representatives and activists recognized by Hip-Hop and analyzed in the light of academic and nonacademic literature (theses, Dissertations, articles, books, magazines), as well as other materials (documentaries, films, lectures) produced on Hip-Hop. This work problematizes the classical characterization of this phenomenon, which traditionally points to four elements as constitutive dimensions of the movement: DJ / MC, Breaking, Graffiti and Rap. Contrary to this rigid description, the hypothesis of this research affirms that, because it demonstrates a dynamic and recreational character, this cultural phenomenon, in its historical process, has spawned other dimensions, so far, invisibilized or little discussed by academic literature. In the process of investigation, other elements of Hip-Hop were identified, such as slang, clothing, streetball and marginalized literature, which, like the others, carry, represent and reveal identity, political and ideological issues, such as ethnic- Racial and gender, involving the youth of the peripheries, showing a Universe in constant contradiction, transformation and reconstruction and in close relation with Education in its broadest sense. In this way, by its dialectical nature and condition, Hip-Hop is constituted by processes marked by tensions between the advances of the new tendencies and resistances to these advances, reason why the work was titled "The Hip-Hop Universe and the fury of the elements".
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-05-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.