• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2015.tde-18082015-134639
Documento
Autor
Nome completo
Daniela Morel Farias
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mrech, Leny Magalhaes (Presidente)
Bastos, Alice Beatriz Barretto Izique
Batista, Douglas Emiliano
Título em português
Esvaziamento da autoridade da palavra do professor: uma reflexão psicanalítica sobre a crise contemporânea na educação
Palavras-chave em português
Autoridade
Crise na educação
Palavra
Psicanálise e educação
Resumo em português
Esta pesquisa buscou refletir sobre o mal-estar na civilização e a crise na educação como geradores de um possível esvaziamento da autoridade da palavra do professor, permitindo o desdobramento de duas principais perguntas: O esvaziamento da autoridade da palavra poderia afetar o esvaziamento do enigma que permite a aprendizagem? As mudanças na aprendizagem, que às vistas da contemporaneidade parecem ser inevitáveis, podem vir a ser benéficas de alguma forma para os sujeitos contemporâneos? Para responder a essas perguntas, buscamos, na teoria psicanalítica e na área de Psicanálise e Educação, elucidar a crise e o mal-estar ao qual estamos nos referindo e o quanto as mudanças no modo de vida dos sujeitos influencia o discurso que circula na Educação. Para refletir sobre esses pontos, dedicamo-nos a entrevistas semidirecionadas realizadas com oito professores da rede pública municipal de São Paulo com o intuito de analisar em suas falas, possíveis indícios do esvaziamento da autoridade de sua palavra nesse ambiente de crise. Pudemos constatar que o mal-estar na cultura é estrutural e a crise na Educação é somente um dos tentáculos do mal-estar inerente à condição humana moderna. O esvaziamento da autoridade da palavra seria, portanto, um mais-além da crise, que se manifesta como não sendo estrutural para o sujeito, e sim uma consequência da forma com a qual os sujeitos lidam com a influência dos discursos (técnico-científico e da ciência) que, por sua vez, esvaziam o enigma da palavra, tornando-a toda, ou seja, o significado passa a estar colado à palavra e ao objeto que a ela faz referência. Buscou-se compreender o quanto o esvaziamento da palavra afeta os professores na sala de aula e também como podemos pensar o esvaziamento deste sentido todo da palavra para um sentido não-todo. Nas entrevistas, pudemos constatar que os professores apontam para um esvaziamento da autoridade de sua palavra, que seria o esvaziamento do peso da palavra do professor no discurso social. Seu direito de falar estaria esvaziando-se, já que não há nada que o sustente no lugar de professor que professa suas palavras. Concluímos que a palavra do professor não engancha mais no aluno. Concluímos também que esvaziar a palavra de seu enigma torna-se nocivo para o professor e para o aluno, porém, esvaziar-se da intenção de capturar um sentido totalizante da palavra pode vir a ser benéfico para os sujeitos da Educação.
Título em inglês
Emptying the teacher's word of authority: a psychoanalytic reflection on the contemporary crisis in education
Palavras-chave em inglês
Authority
Crisis in education
Psychoanalysis and education
Word
Resumo em inglês
The aim of the present study was to reflect on the malaise in civilization and the crisis in education as generators of a possible emptying of the teacher's word of authority. This research allowed to deploy two main questions: is the emptying of the word of authority could affect the emptying of the riddle that allows learning? Do these changes in learning, -that seem to be inevitable to the contemporary view - may turn out to be beneficial in some way to the contemporary subjects? To answer these questions we seek in psychoanalytic theory and in the area of Psychoanalysis and Education in order to elucidate about which crisis and which malaise we are talking about and how the changes in the subjects' way of life influences the discourse that circulates in Education and the teachers. We also dedicated ouselves on semi-directed interviews with eight teachers from the city of São Paulo in order to analyze evidences on the emptying of the teacher's word of authority inside this crisis environment. We observed that the malaise in culture is structural and the crisis in education is only one of the tentacles of the malaise and both are inherent in modern human condition. The emptying of the authority of word would therefore be a "beyond" the crisis, which manifests itself as not being structural to the subject, but a consequence of how the subjects deal with the influence of discourses (technical-scientific and science ) that want to empty the riddle of the word, making it "whole", that is, the meaning is henceforth glued to the word and the object that it references. We tried to understand how the words emptying process affects the teacher in the classroom and also how we could consider this emptying process of the word from a whole to a not whole way of thinking. In the interviews we found that the teacher points to an deflation of the authority of his word, that would be the emptying of the weight of the teacher's word in social discourse. Their right to speak would be getting emptying, since there is nothing to hold or support the professors place. Thus, we conclude that the word of the teacher does not hook over the student. We also conclude that empty the word of his riddle becomes harmful to the teacher, however, emptying the intention to capture a totalizing sense of the word may prove to be beneficial to the subjects of Education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-09-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.