• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2006.tde-16072007-143217
Documento
Autor
Nome completo
Monica Fogaca
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Macedo, Lino de (Presidente)
Carvalhal, Maria Ligia Coutinho
Machado, Nilson Jose
Título em português
Papel da inferência na relação entre modelos mentais e modelos científicos sobre célula
Palavras-chave em português
Célula
Construtivismo
Ensino de biologia
Imagem mental
Inferência
Jogo
Modelo científico
Modelo mental
Resumo em português
Esta pesquisa fundamentou-se nos pressupostos teóricos da epistemologia genética de Piaget e teve por objetivo principal investigar as relações entre a compreensão do modelo científico sobre célula por alunos de ensino médio e a transformação de seus modelos e operações mentais. Trata-se de uma pesquisa experimental de cunho qualitativo, na qual a metodologia de coleta de dados inspirou-se no método clínico e na metodologia de resolução de situações-problema. Esta foi aplicada por intermédio de um jogo construído especificamente para os propósitos desta pesquisa e denominado "dominó do ciclo celular". O experimento foi conduzido em oficinas de jogos oferecidas a alunos de primeiro e terceiro anos de ensino médio. Os dados coletados foram transformados em narrativas que possibilitaram inferir as estruturas do pensamento dos alunos que se ajustavam aos dados empíricos. Os resultados obtidos sugerem que a compreensão do modelo científico sobre célula, e talvez de outros conceitos referentes a objetos que não possuem atributos observáveis diretamente, depende diretamente da produção de inferências pelos procedimentos de indução, abdução e dialética. Estes procedimentos permitem aos alunos agir cognitivamente sobre objetos que não poderiam atuar diretamente. Constatou-se também que os modelos mentais dos alunos sobre célula se transformam em função do nível de operações mentais empregadas, e assim os modelos mentais podem ser bons indicadores para a avaliação da aprendizagem do modelo científico e do desenvolvimento das operações mentais. Os resultados indicam também a importância da integração entre a ação e a linguagem na compreensão de conceitos dessa natureza. A linguagem esteve presente tanto no diálogo, essencial para acessar as operações mentais, como na criação das metáforas que constituem os modelos mentais e científicos. Esta pesquisa propõe que a integração e evolução das operações mentais por meio das inferências, associadas à linguagem metafórica, possibilitem a construção da noção de um tipo de objeto permanente pertinente ao estádio das operações formais: a noção do objeto "invisível".
Título em inglês
The role of inference in the relationship between mental models and scientific models of the cell
Palavras-chave em inglês
Biology teaching
Cell
Constructivism
Game
Inference
Mental image
Mental model
Scientific model
Resumo em inglês
This research evaluated the relationship between the comprehension of cell's scientific models by secondary level school students and the changes on their mental models and skills. It was based on Piaget's theoretical frameworks, Genetic Epistemology, and it deals with an experimental qualitative study. Data was obtained by a procedure based on clinic method and on the principles of problem solving. A game, specifically constructed for the purposes of this investigation and named "Domino of cellular cycle" was used to conduct the experiment. First and third class students of secondary level school played this game and the dialogues, occurred at each match, were recorded and transcripted in the style of narratives. Afterwards, the narrative allowed us to infer the students thought structures suitable to the empirical data. The results of the research draw to the conclusions that the comprehension of cell's scientific models, and maybe of other concepts relative to objects that do not present observable characters depend on the use of inferences. These were created by procedures of induction, abduction and dialectic, therefore these allow the contact with this type of object because the students could not act directly upon them. We also verify that students' mental models change accordingly to their level's skills. In this way, mental models can be good indicators to evaluate the concept learned and the skills developed. The results also draw to the important role of inference to connect action and language in the process of this type of concept comprehension. Language, in this way, was essential to access mental skills and to create the metaphors, and also constitute mental and scientific models. We propose that the use of inferences associated to the creation of metaphors allow the construction of a type of knowledge related to the formal operatory stage, a type of "permanent object notion": the "invisible" object notion.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
anexo.pdf (175.56 Kbytes)
Data de Publicação
2007-07-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.