• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Simone Aparecida Conceição Favaretto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Belintane, Claudemir (Presidente)
Lopes, Márcia Cristina Romero
Ribeiro, Cintya Regina
Título em português
Um discurso sobre a escolarização da língua materna: língua, linguagem e lingua(gem)
Palavras-chave em português
Currículo
Fonoaudiologia
Língua materna
Língua portuguesa
Lingua(gem)
Resumo em português
Este estudo teve o objetivo de problematizar a maneira como o ensino de língua materna pode funcionar como forma de modelar as subjetividades contemporâneas, nas interações vivenciadas pela criança-aluno que ocorrem na escola, da mesma forma que esse ensino evidencia a modelação das redes locais em relação ao sistema nacional. Em um diálogo cauteloso entre Michel Foucault, a Psicanálise e a Linguística, a teia discursiva que se estrutura a partir de tema tão complexo foi analisada, assim como sua forma de captura dos sujeitos no ambiente escolar e no próprio discurso educacional em vigor. Da análise do discurso foram utilizados elementos para compreender e fazer viver os saberes, postos no currículo de língua portuguesa de uma rede municipal do sistema educacional brasileiro, os quais, tratados como discurso de seus atores sociais sobre o manejo no ensino da língua materna, responderam às seguintes questões: Qual a relevância da comunicação, da linguagem, da língua e dos sujeitos no ensino de língua materna? Como se entende a formação do sujeito de linguagem? Quais são as práticas discursivas desejadas na articulação sujeitos-atores e língua, nas propostas de ensino da língua materna? Qual a importância das diferenças individuais nas políticas de ensino de língua materna? A delimitação dos referenciais teóricos que sustentam o ensino de língua materna como objeto de conhecimento e como estratégia de governamentalidade, no ambiente escolar, a perspectiva do currículo como documento de identidade e a apresentação da rede em discurso sobre o ensino pro-posto desencadearam o entrecruzamento das finalidades, objetivos, conteúdos e orientações didáticas, com os sentidos de língua, linguagem e infância materializados, permitindo pensar que a sujeição às diretrizes nacionais apagou o percurso histórico e a singularidade da rede local, ao mesmo tempo que o controle do discurso prescindiu da subjetividade como agente de expressão. Deste estudo decorreu a constatação de que a língua e a linguagem compõem o cenário de tensões entre os dispositivos de poder e o funcionamento dos sujeitos, assim como a forma pensada de ensinar escolariza a língua e aprisiona a ela e a seus agentes, o que faz pensar que a diferenciação entre língua e linguagem não é algo dispensável de reflexão nos dias de hoje.
Título em inglês
A discourse on the schooling of the native language: language, language and language
Palavras-chave em inglês
Curriculum
Language
Native language
Portuguese language
Speech language and hearing sciences
Resumo em inglês
This study aimed to discuss how the teaching of native language can function as a way of modeling the contemporary subjectivities, the interactions experienced by the child-student in the school likewise that teaching emphasizes the modeling education networks of cities in compared to the national system. In a cautious dialogue between Michel Foucault, psychoanalysis and linguistics, the discursive structure from subject as complex was analyzed as well as their way of capturing the subject in the school environment and the own educational discourse in force. Of discourse analysis were used to understand the elements and the knowledge, put in the curriculum of portuguese language teaching in the a municipal educational system, which, treated as social actors talk about their management in native language teaching, answered the following questions: What is the relevance of communication, speech, language and subjects in native language teaching? What is the formation of the subject of language? What are the discursive practices desired joint subject-actors and language in the proposed teaching of native language? What is the importance of individual differences in the policies of native language teaching? The demarcation of the theoretical frameworks that underpin the teaching of native language as an object of knowledge and as a strategy of The demarcation of the theoretical frameworks that underpin the teaching of native language as an object of knowledge and as a strategy of governmentality, in the school environment, the prospect of the curriculum as an identity document and presentation of network discourse about teaching proposed triggered the intersection of purposes, goals, content and instructional guidance with the different meanings of language and childhood materialized, thinking that subjection to national guidelines erased the historical background and the uniqueness of the local school system, while control the discourse of subjectivity dispenses as agent expression. This study took the realization that the language set the scene of tensions between the power devices and operation of the subject, as well as the form designed to teach the language schooling and imprisons her and her agents, what makes you think that differentiation between the different meanings of the word language is not something dispensable for reflection today.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.