• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.48.2008.tde-13032009-150325
Documento
Autor
Nome completo
Marisa Assunção Cirilo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Voltolini, Rinaldo (Presidente)
Belintane, Claudemir
Souza, Regina Maria de
Título em português
Deficiência mental e discurso pedagógico contemporâneo.
Palavras-chave em português
Deficiente mental
Educação inclusiva
Psicanálise - Educação
Resumo em português
Trata-se de pesquisa teórica que tem o propósito de colocar em crise o conceito de deficiência mental, averiguando em que medida esta teorização, construída sob a influência das abordagens médica, psicológica e pedagógica, foi decisiva para excluir crianças cuja performance não condizia com o ideal de aluno surgido no contexto do ensino público obrigatório. Para tanto, fizemos o resgate histórico sobre o tema da deficiência mental procurando rastrear em que contextos se observaram os deslizamentos semânticos tais como retardamento mental e debilidade mental, embasando-nos em autores como Postel, Quetel, Bercherie, Ajuriaguerra, Double, Foucault, Mannoni e Lacan; argumentamos sobre o tema a partir do eixo teórico da Psicanálise como uma produção discursiva que vingou juntamente com o advento de um ideal de ciência objetivada, o cientificismo-tecnicismo, e que teve na hegemonia do discurso médico seu sustentáculo, orientando nossa análise nos estudos de autores como Freud, Lacan, Mannoni e Alemán; abordamos a migração para a Pedagogia da abordagem cientificista-tecnicista e apontamos alguns de seus efeitos, apoiados em autores como Arendt, Lefort e Azanha; por último, destacamos que um giro na posição de deficiente mental poderia ser alcançado com a produção de um saber singular, que tanto pelo lado do aluno como do professor seria a implicação e concluimos que as políticas públicas de inclusão escolar, ao mudar o foco deliberativo sobre o aluno deficiente mental, do discurso médico para o jurídico, acabaram por desencadear uma abertura no jeito de considerá-lo no currículo escolar apesar de ter acirrado o mal estar na educação.
Título em inglês
Mental deficiency and contemporary pedagogical speech.
Palavras-chave em inglês
Mentally deficient
Psychoanalysis - Education
School inclusion
Resumo em inglês
The aim of this theoretical research is to deconstruct the concept of mental deficiency by investigating the extent to which this label - constructed under medical, psychological and pedagogical influences - has been decisive in the exclusion of those school children whose profile has not conformed with the ideal of a model pupil within the public education system. To this end the origins of the theme mental deficiency were investigated, and the semantic shifts from mental retardation to mental debility - for instance - were observed. References include Postel, Quetel, Bercherie, Ajuriaguerra, Double, Foucault, Mannoni e Lacan. The theme is argued using the basis of psychoanalysis theory as a source of speech production - originated in conjunction with the empirical science paradigm - which in turn was supported by the dominant medical discourse. Freud, Lacan, Mannoni e Alemáns studies guided this analysis. The migration of this approach to the pedagogical one is discussed and some of its effects are highlighted, based in the writings of Arendt, Lefort and Azanha. Finally, we pointed out that a functioning shift in the mentally deficient could be reached with a singular knowledge production, over which pupils and teachers alike would be have responsibilities. We concluded that school inclusion public policies, through changing the focus on the mentally deficient pupil from the medical to the legal discourse, promoted a spin in the way pupil assessment is made against the curriculum, despite the increased discomfort levels within the education system.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-05-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.