• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2019.tde-11122018-101037
Documento
Autor
Nome completo
Priscila da Silva Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Pietri, Emerson de (Presidente)
Duboc, Ana Paula Martinez
Fernandez, Camila Collpy Gonzalez
Finco, Daniela
Oliveira, Fabiana de
Título em português
Narrativas silenciosas: identidade e imigração na educação infantil
Palavras-chave em português
Hibridização
Identidade
Imigração
Infância
Narrativa
Resumo em português
Esta pesquisa se desenvolveu com o intuito de analisar como se dão os processos de hibridização identitária de crianças em contexto de imigração na Educação Infantil. Para tanto, a investigação tem como base o tripé conceitual narrativa/identidade/ infância. A partir desse tripé descrevem-se as interações de uma criança de origem boliviana com seus pares, com a pesquisadora e com as professoras, a fim de depreender como se constroem as narrativas sobre essa criança e também as negociações realizadas para que tais narrativas sejam afirmadas ou rejeitadas, tanto pelos que constituem a comunidade escolar, quanto pela própria criança imigrante. Diário de campo, fotografias, filmagens, entre outros materiais que se revelaram pertinentes à análise constituem o corpus da pesquisa. O trabalho estreita relações com a Sociologia da Infância, à medida que experimenta metodologias que tentam dar voz às crianças envolvidas na pesquisa. Os dados obtidos no interior da escola de educação infantil (narrativa do micronível) foram relacionados com a contextualização geopolítica que circunscreve a relação entre Brasil e Bolívia (narrativa do macronível), e também com documentos oficiais que orientam o currículo da Educação Infantil. A partir dos resultados obtidos, foi possível concluir que os processos de hibridização identitária de crianças em contexto de imigração se dão em três categorias de diferenciação: 1) Diferenciação horizontal (relativa às diferenças que as crianças estabelecem entre si, sendo tais diferenças muitas vezes pautadas pelos padrões presentes na sociedade, mas também pelos interesses particulares que regem as interações infantis); 2) Diferenciação hierárquica (diz respeito ao modo como são conferidos diferentes status à criança imigrante, a depender do imaginário que se tem a respeito de seu país de origem, no país em que se estabelece); e 3) Diferenciação diaspórica (a propósito do movimento impulsionado pelo sair de si em direção à diferença do outro, a fim de partilharmos as diásporas que incessantemente alimentam as constituições identitárias).
Título em inglês
Silent narratives: identity and immigration in early childhood education
Palavras-chave em inglês
Childhood
Hybridization
Identity
Immigration
Narrative
Resumo em inglês
This research was developed with the purpose of analyzing how the processes of identity hybridization of children are in the context of immigration in Early Childhood. The research is based on the conceptual tripod: narrative,identity and childhood. This tripod describes the interactions of a child of Bolivian origin and his peers, the researcher and the teachers, in order to understand how these narratives about child are constructed and the negotiations carried out to affirm or reject them, considering the parties who constitute the school community and the immigrant child itself. field diary, photographs, filming, and other materials produced during the observation proved to be relevant to the analysis and constitute the corpus of the research. The work has to link closely with the Sociology of Childhood as it experiments methodologies that try to give voice to children involved in the research. The data obtained inside the school of children's education (micro-narrative) was linked to the geopolitical contextualization (macro-narrative) and also to official documents that guide the curriculum of Early Childhood Education. Based on the results drawn from the research, it was possible to conclude that the processes of identity hybridization of children in the context of immigration take place in three categories of differentiation: The first is "Horizontal differentiation, which refers to the differences that children establish among themselves, in present patterns in society and a particular interests that govern children's interactions. The second is "Hierarchical differentiation", which refers to how different statuses are given to the immigrant child, depending on the imaginary one that society has made upon his country of origin, in the country in which it is established. The third is "Diasporic differentiation", which refers to the movement of "moving from one's self" towards the difference of the other in order to share the diasporas that incessantly feed the identity constitutions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-01-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.