• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2014.tde-11052015-095858
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Cristina Gramorelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Neira, Marcos Garcia (Presidente)
Carvalho, Celso do Prado Ferraz de
Ferraz, Osvaldo Luiz
Mate, Cecilia Hanna
Souza Júnior, Marcilio Barbosa Mendonça de
Título em português
A cultura corporal nas propostas curriculares estaduais de educação física: novas paisagens para um novo tempo
Palavras-chave em português
Cultura
Cultura corporal
Currículo
Didática: educação física
Resumo em português
Ao longo do tempo e com maior rapidez no final do século XX, as paisagens educacionais foram se transformando na tentativa de corresponder às novas demandas do mundo contemporâneo, suscitadas também pelas proposições oficiais, sobretudo, a partir da promulgação da Lei de Diretrizes e Bases nº 9.394/96, em que novos paradigmas curriculares foram postos. No caso do componente curricular Educação Física, o diálogo com as Ciências Humanas e os questionamentos das teorias críticas iniciados na década de 1980 foram ampliados com as contribuições das teorias pós-críticas, o que possibilitou novos olhares para a prática pedagógica. Emergiu daí uma nova função social para a área, distanciando-se do entendimento do movimento corporal psicologicamente fundado e aproximando-se da gestualidade culturalmente construída e portadora de significados, ou seja, uma forma de linguagem. É nesse contexto que a expressão cultura corporal passou a ser veiculada na maioria das proposições curriculares oficiais elaboradas pelos Estados da Federação, podendo transmitir a impressão de algum consenso sobre o seu sentido e, consequentemente, sobre a concepção de Educação Física a ser ensinada. A tentativa de entender este consenso nos levou a investigar os significados atribuídos à expressão cultura corporal presentes nas propostas curriculares oficiais. Pautados no campo dos Estudos Culturais e na teorização curricular, os documentos oficiais foram submetidos à análise da Ordem do Discurso. Após a análise dos resultados, é possível afirmar que os discursos sobre cultura corporal nas propostas curriculares estaduais de Educação Física no Brasil estão sempre relacionados à tentativa da área e por que não da instituição escolar atender às demandas do século XXI, e são os mais variados possíveis, desde uma sugestão de transformação e qualificação da prática pedagógica como também de proposição de continuidade do mesmo. A investigação nos mostrou que a apreensão e utilização do termo cultura corporal pela área de Educação Física deve ser realizada com certa cautela, pois nem sempre há clareza acerca da concepção de cultura adotada. Outra constatação são as divergências entre embasamento teórico e orientações didáticas presentes em alguns documentos. Em relação aos conteúdos arrolados em algumas propostas curriculares, verificou-se que o termo cultura corporal conota o simples desenvolvimento de jogos, esportes, lutas, ginásticas e danças. Por fim, as análises realizadas apontam a necessidade de maior compreensão da função social da Educação Física a partir do diálogo com as Ciências Humanas para que haja, efetivamente, uma transformação da prática pedagógica.
Título em inglês
The body culture on physical education state proposals: new approaches for a new era
Palavras-chave em inglês
Corporal culture
Culture
Curriculum
Didactic: physical education
Resumo em inglês
Over time and with greater speed in the late twentieth century, educational scenario were changing in an attempt to meet the new demands of the contemporary world, instigated by official propositions, especially after the announcement of the Law of Guidelines and Bases 9.394 / 96, where new curricular paradigms were put. In the case of the Physical Education curriculum discipline, the conversation with the humanities and the questioning of the critical theories started in the 1980s were amplified with the contributions of the post-critical theories, allowing new perspectives to pedagogical practice. Emerged then a new social purpose to the area, moving away from the understanding of corporal movement psychologically based and approaching to gestures culturally constructed filled with meanings, therefore, a form of language. It is in this context that the term corporal culture came to be conveyed in most of the official curriculum proposals designed by the States of the Federation, maybe carrying the impression of some consensus about its meaning and, consequently on the conception of Physical Education to be taught. The attempt to understand this consensus led us to investigate the meanings attributed to the term corporal culture present in the official curriculum proposals. Lined in the field of Cultural Studies and the theories of curriculum, the official documents were submitted to the analysis of the order of discourse. After compiling the results we can say that the discourses on corporal culture in states curriculum proposals of Physical Education in Brazil are always related to the attempt of the area and why not of the school in meeting the demands of the twenty-first century, and are as varied as possible, from suggesting transformation and qualification of teaching practice as well as keeping the continuity of the same proposition. The investigation has shown us that the appropriation and use of the term physical culture in the area of Physical Education should be made with some caution since there is not always accuracy about the concept of culture adopted. Another finding is the differences between theoretical foundation and didactic orientations present in some documents. Regarding content selected in some curricular proposals, it was found that the term corporal culture simply implies the development of sports, fighting, gymnastics and dance. Finally, the analyses show the need for greater understanding of the social function of Physical Education from the discussion with humanities so that there is an effectively transformation of the pedagogical practice .
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2015-05-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.