• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Radaelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Mrech, Leny Magalhaes (Presidente)
Cardieri, Elisabete
Riolfi, Claudia Rosa
Título em português
O sujeito e a ficção da escrita: uma articulação entre psicanálise, literatura e educação.
Palavras-chave em português
Clarice Lispector
Jacques Lacan
Leitura/escrita
Palavra
Psicanálise
Sigmund Freud
Resumo em português
Este trabalho tem por objetivo verificar possíveis respostas singulares para a leitura/escrita, diante da queda de saberes universalizantes e de padrões sociais até há pouco vigentes, em virtude da perda de diretrizes claras e do conseqüente nascimento de um sujeito desamparado na/da própria linguagem, que não sabe mais o que é certo ou errado nem responde a questões básicas de sua vida, como: quando casar, que curso fazer, que família construir. Acreditamos que uma possibilidade de construção do novo (des)caminho esteja na articulação entre Psicanálise, Educação e Arte, mais especificamente, a arte literária, pois essa encontra-se vinculada à construção de teorias psicanalíticas a tal ponto que Freud e Lacan recorreram à Literatura para estruturar as bases do seu pensamento. Para atingir esse objetivo, percorremos os estudos de Freud e Lacan em busca de um melhor entendimento da palavra e, no último ensino desse, considerado seu estudo mais abstrato e inquietante, vislumbramos uma aproximação do real e da impossibilidade de se ter acesso ao saber total. E, diante do vazio radical que se percebe, é permitido ao sujeito contemporâneo desamparado criar sua própria estética, seu estilo. Nessa medida, a escrita de Clarice Lispector aponta como exemplo da construção de um estilo singular, a sugerir uma possível educação mais criativa e com mais respeito à singularidade de cada um, para que o ato de leitura/escrita seja compreendido como meio de comunicação e de transmissão não de saberes absolutos, mas de saberes que se tecem a partir da história pessoal de cada leitor/escritor.
Título em inglês
The subject and the fiction of writing: the articulation between psychoanalysis, literature and education.
Palavras-chave em inglês
Clarice Lispector
Jacques Lacan
Psychoanalysis
Reading/writing
Sigmund Freud
Word
Resumo em inglês
This work aims to verify possible answers to the reading/writing, related to the fall of the universal knowledge and the social patterns that were good until some time ago, due to the loss in clear directions and the following birth of a person helpless in his own language, that can't distinguish the right from wrong, neither answer the basic questions in life, such as: when get married, what course should do, what family built. We believe that the possibility of the construction of the new way lays in the articulation between Psychoanalysis, Education and Art, more specifically, the Literary Art, because that is attached to the psychoanalytic theories building so by Freud and Lacan,which appealed to Literature to structure the basis of their thought. In order to reach this objective, we looked over Freud's and Lacan's studies, searching for a better comprehension of the word, and, in his last teaching, considered his more abstract and disturbing work. And, facing the radical emptiness that is noticed, it's allowed to the actual helpless person to create his own esthetic, his own style. This way, the singular writing of Clarisse Lispector points out the universal model, and, at the same time, as an example of building a singular style, suggesting a possible education more creative and that respects the individuality of each one, so that the reading/writing act can be understood as a communication and transmition not of absolute knowledge, but from the knowledges that come up from the personal history of each reader/writer.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-11-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.