• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.48.2009.tde-04052009-001634
Documento
Autor
Nome completo
Acacio Alexandre Pagan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Bizzo, Nelio Marco Vincenzo (Presidente)
Boggiani, Paulo Cesar
Pinna, Mario Cesar Cardoso de
Hani, Charbel Niño El
Prestes, Maria Elice de Brzezinski
Título em português
Ser (animal) humano: evolucionismo e criacionismo nas concepções de alguns graduandos em ciências biológicas
Palavras-chave em português
Criacionismo
Educação em ciências
Ensino de biologia
Eugenia
Evolução
Ser humano
Resumo em português
Diversos estudos investigaram o espaço do ser humano no campo das Ciências Biológicas. Partindo do entendimento do currículo visível em documentos oficiais e livros didáticos, perceberam que as discussões se fixam principalmente nos conteúdos sobre o corpo. Neste trabalho, buscou-se mostrar que as Ciências Biológicas, enraizadas no paradigma evolucionista, têm apresentado novas versões sobre a origem, a natureza e a finitude humana. Pensar sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos, sob o enfoque evolucionista, amplia o conjunto de discursos possíveis sobre o ser humano, trazendo alternativas àqueles tradicionalmente instituídos, por exemplo, pelas religiões. O debate sobre influências desses dois campos, religião e ciência, na formação das concepções de ser humano para o professor de biologia pode ser importante motivador de reflexões, dentre outras, sobre ética e diferenças culturais. Neste sentido, o objetivo desta pesquisa foi identificar influências de tendências evolutivas e criacionistas nas concepções sobre o ser humano, a partir dessas três questões existenciais (quem somos, de onde viemos e para onde vamos), conforme manifestações de estudantes universitários de Ciências Biológicas da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), campus de Tangará da Serra. Foram buscadas também, relações entre tais tendências e alguns elementos do perfil sócio-cultural desses discentes. Foram realizadas duas coletas de dados. Primeiramente, foi aplicada uma entrevista coletiva que contribuiu para a construção do segundo instrumento, um questionário de múltiplas escolhas. A entrevista foi aplicada a 10 alunos do segundo ao sétimo semestre e o questionário a todos os discentes do curso que estiveram presentes na universidade durante as datas das coletas, o que totalizou 159 indivíduos. Os dados verbais foram transcritos e interpretados por análise temática de conteúdo e os dados numéricos foram descritos e testados após processamento em um software estatístico. O debate sobre o ser humano na formação em Biologia evidencia-se como articulador do debate sobre diferentes formas de conhecimento e de compreensão da realidade. Especificamente, foi bastante fecundo para a compreensão da relação entre explicações evolucionistas e criacionistas acerca da posição da humanidade no universo. Por outro lado, a abordagem revela a necessidade de pensar, com maior cuidado, sobre a amplitude da dimensão humana no ensino-aprendizagem desse campo, de modo que outros aspectos, além do enfoque biomédico, sejam englobados.
Título em inglês
The human (animal) being: evolutionism and creationism according to the conceptions of some graduating students in biological sciences.
Palavras-chave em inglês
Biology teaching
Creationism
Eugeny
Evolution
Human being
Science education
Resumo em inglês
Several studies have investigated the human being dimension in the field of Biological Sciences. From the understanding of the curricula included in official documents and didactic books, it can be realized that the discussions on the theme are mainly focused on the body. This paper intends to demonstrate that Biological Sciences, rooted in the evolutionist paradigm, have presented new versions on the human origin, nature and finitude. Thinking about who we are, where we came from and where we are going under the evolutionist point of view enlarges the set of possible discourses on the human being and poses alternative assumptions, other than those traditionally established by religion beliefs. The debate about the influences introduced by these two fields, religion and science, on the concept of the human being by the Biology teacher may be thought-provoking and raise discussions on ethics and cultural differences, among other topics. Within this context, the purpose of this research is to identify influences of the evolutionist and creationist theories on the conceptions of human being, starting from these three existential issues (who we are, where we came from and where we are going), according to answers provided by Biological Sciences students from the University of the State of Mato Grosso (UNEMAT), Tangará da Serra campus. The research also sought possible relationships between the aforementioned trends and some elements of the social and cultural profiles of these students. Two data collection processes were carried out. Firstly, a collective interview was conducted, the results of which were used in the preparation of the second instrument of the research, a multiple-choice questionnaire. The interview involved 10 students, from the second to the seventh period and the questionnaire was applied to all the students who were present at the data collection dates, totaling 159 individuals. Oral data was transcribed and interpreted through theme analysis of the content and the numeric data was processed through specific statistics software and subsequently described and tested. The debate on the human being within the Biology education program stands for the articulation point of different forms of knowledge and understanding of reality. Our discussion, specifically, was very fruitful for understanding the relationship between the evolutionist and creationist explanations about the position of humankind in the Universe. On the other hand, our approach uncovered the need for more careful thinking about the human dimension in the teaching-learning process of Biological Sciences, which should include other aspects besides the biomedical one.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
PAGAN_TESE.pdf (1.24 Mbytes)
Data de Publicação
2009-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.