• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Leonardo Dias da Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Pinazza, Monica Appezzato (Presidente)
Dominguez, Celi Rodrigues Chaves
Pataca, Ermelinda Moutinho
Título em português
A educação ambiental em uma escola de educação infantil em São Paulo: currículo e práticas
Palavras-chave em português
Currículo
Educação ambiental
Educação infantil
Pedagogia participativa
Práticas pedagógicas
Resumo em português
A presente dissertação tem como objeto de estudo a educação ambiental no currículo e nas práticas cotidianas de uma Escola Municipal de Educação Infantil (EMEI) de São Paulo. Com base nos aspectos da educação ambiental, eixo estruturante do projeto da instituição, e nos conceitos de educação infantil, a investigação se comprometeu com a seguinte questão: como a educação ambiental está inserida como eixo da proposta curricular no contexto de uma instituição de educação infantil? Trata-se de uma pesquisa pedagógica qualitativa que adotou a perspectiva de um estudo de caso único, tal como proposta por Bogdan e Biklen (1994). Como fonte de dados, foram considerados: documentos elaborados pela instituição como registros de reuniões e o Projeto Político Pedagógico (PPP) em que constam as concepções de educação e infância da instituição, além de projetos desenvolvidos; diário de campo do pesquisador sobre as sessões de observação não participativa; fotos dos espaços; e entrevistas realizadas com a equipe gestora e uma educadora da unidade estudada. A análise e discussão dos dados produzidos foram realizadas à luz dos conceitos de educação ambiental discutidos nas obras de Guimarães (2004, 2005, 2012), Loureiro (2004), e documentos oficiais nacionais. Também foram realizados aportes teóricos presentes nas obras de educação infantil de Pinazza (2014), Barbosa e Horn (2008) e Oliveira-Formosinho (2007), além de publicações e diretrizes oficiais nacionais. O presente estudo trouxe algumas importantes evidências a respeito do processo de implantação e consolidação do PPP na instituição, especialmente no tocante às circunstâncias formativas, estruturais e organizativas da unidade, que evidenciaram uma perspectiva crítica e reflexiva de educação ambiental. Os tempos e espaços foram repensados por meio de uma efetiva formação e comprometimento do coletivo educacional. A instituição contou com parcerias externas (ONGs, voluntários, pais e comunidade), as quais contribuíram com o processo de formação, modificação e criação de espaços educativos. O movimento de transformação da instituição caminhou no sentido de superação de práticas tradicionais, dando voz à pedagógica participativa. Os planejamentos dos projetos estavam vinculados ao desenvolvimento da autonomia das crianças, buscando a autoria e o protagonismo infantil. Os temas estavam associados à educação para o ambiente, às experiências e ao contexto socioeducativo. O estudo destaca a possibilidade de inserção da ducação ambiental no currículo da educação infantil, de forma que seja possível abranger todas as especificidades socioambientais, por meio de trabalhos estruturados em projetos que envolvam toda a comunidade escolar, possibilitando a participação, construção e transformação do contexto educativo. Por fim, defende-se a importância da promoção de uma educação ambiental crítica e reflexiva, sobretudo na educação infantil, em busca da formação de cidadãos comprometidos com o bem-estar e a qualidade de vida no Planeta.
Título em inglês
Environmental education at a school of early childhood education in São Paulo: curriculum and practices
Palavras-chave em inglês
Curriculum
Early childhood education
Environmental education
Participatory pedagogy
Pedagogical practices
Resumo em inglês
The purpose of this dissertation is to study the environmental education in the curriculum and daily practices at a Municipal School of Early Childhood Education (EMEI) in São Paulo. Based on the aspects of environmental education, the structuring axis of the institution's project, and in the concepts of early childhood education, this research is committed to the following question: how does the environmental education insert itself in the axis of the curriculum proposal in the context of a child education institution? This is a qualitative pedagogical research that adopted the perspective of a single case study, as proposed by Bogdan and Biklen (1994). As a source of data, the following documents were considered: documents created by the institution as meeting records and the Political Pedagogical Project (PPP), which include the conceptions of education and childhood of the institution, in addition to projects developed; researcher's field diary on non-participatory observation sessions; photos of spaces; and interviews with the management team and an educator of the unit studied. The analysis and discussion of the produced datas were carried out in the light of the concepts of environmental education. Based on concepts were discussed in the works of Guimarães (2004, 2005, 2012), Loureiro (2004), and national official documents. The texts also based on the theoretical contributions about the children's education in the works of Pinazza (2014), Barbosa and Horn (2008) and Oliveira-Formosinho (2007), in addition to official national publications and guidelines. This study presented some important evidences regarding the process of implantation and consolidation of the PPP in the institution, especially regarded to the formative, structural and organizational circumstances of the unit, which evidenced a critical and reflective perspective of environmental education. The times and spaces were thought through an effective formation and commitment of the educational collective. The institution had external partnerships (NGOs, volunteers, parents and community), which contributed to the process of training, modification and creation of educational spaces. The institution's transformation movement has moved towards overcoming traditional practices, giving voice to participatory pedagogy. The project plans were linked to the development of children's autonomy, seeking the children's protagonism and authorship. The themes were associated with education for the environment, experiences and socio-educational context. This study highlights the possibility of insertion of the environmental education in the curriculum of children's education, so that it is possible to cover all socio-environmental specificities, through work structured in projects that involve the whole school community, making possible the participation, construction and transformation of the context educational. Finally, this dissertation defends the importance of the promotion of a critical and reflexive environmental education, especially in the childhood education, in the search of the formation of citizens committed with the welfare and quality of life in the Planet.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-12-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.