• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
Documento
Autor
Nome completo
Diana Milena Cortes Patiño
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Mijares, Miriam Garcia (Presidente)
Cançado, Carlos Renato Xavier
Coelho, Cristiano
Gonçalves, Fábio Leyser
Souza, Liane Dahás Jorge de
Título em português
Efeitos do isolamento social: sobre a persistência na procura em contextos associados ao álcool
Palavras-chave em português
Álcool
Isolamento social animal
Persistência
Procura
Ratos
Resumo em português
Experimentos têm mostrado que ratos criados isolados consumem mais álcool durante a idade adulta que ratos criados em condições de interação social; no entanto, poucos experimentos têm explorado os efeitos do isolamento sobre a persistência na procura de álcool. A presente serie de estudos avaliou os efeitos do isolamento em etapas iniciais do desenvolvimento sobre a persistência na procura de álcool em contextos associados à sua entrega. Nos estudos, ratos foram distribuídos imediatamente depois do desmame em duas condições alojamento: isolamento (ISO) e interação (INT). Na idade adulta, os ratos foram treinados em esquemas múltiplos nos quais diferentes contextos de estímulos foram associados a diferentes taxas de entrega de álcool -magnitudes ou a reforçadores diferentes-. A persistência na procura de álcool foi avaliada como resistência à mudança em sessões de extinção. No Capítulo I foi avaliada a persistência em contextos associados a diferentes frequências de entrega de álcool. Foi achado que ratos ISO mostraram maior persistência que ratos INT em contextos associado a frequências altas e baixas de entrega de álcool. No Capítulo II foi estudado o efeito da concentração (5% ou 15%) de álcool sobre a persistência do comportamento de procura. Os resultados mostraram que concentrações altas de álcool geram maior persistência do comportamento de procura, embora gerem taxas baixas de resposta na linha de base. No capítulo III foram realizados dois estudos nos quais foi achado que ratos criados em isolamento persistem mais em contextos associados a concentrações altas de álcool (Experimento 3) e que o isolamento afeta particularmente a procura em contextos associados ao álcool quando comparados com contextos associados a outros reforçadores (Experimento 4). Os achados gerais demonstram que o isolamento em etapas inicias do desenvolvimento incrementa tanto o consumo quanto a persistência na procura por álcool, o que sugere que o estresse social em etapas iniciais do desenvolvimento é um fator de risco para o desenvolvimento de dependência ao álcool
Título em inglês
Effects of early social isolation on persistence of alcoholseeking in alcohol-related contexts
Palavras-chave em inglês
Alcohol-seeking
Persistence
Rats
Resistance to change
Social isolation
Resumo em inglês
Several experiments have shown increased alcohol consumption in rats reared in social isolation compared to rats reared in group conditions; however, few experiments had explored the effects of social isolation on persistence of alcohol seeking. The studies presented here assessed the effects of social isolation on persistence of seeking in alcoholrelated contexts. For the studies, rats were assigned to on of two conditions after weaning: Social Isolation (ISO) or social Interaction (INT). During adulthood, rats were trained within a multiple schedule of reinforcement, in which different contextual stimuli were related to differential frequencies, magnitudes or qualities of alcohol. Persistence was assessed as resistance to extinction in extinction sessions. Chapter I measured persistence by ISO and INT rats in contexts related to high and low rates of alcohol reinforcement. It was found that ISO rats persisted more than INT rats regardless of the frequency of reinforcement. In Chapter II was studied the effect of alcohol concentration (5% and 15%) on persistence of alcohol seeking. Results showed that high alcohol concentrations are related to higher persistence during extinction. Chapter III presented two studies that found that ISO rats are more persistent in contexts related to high alcohol concentrations (Experiment 3), also that isolation differentially increased persistence in contexts related to alcohol compared to contexts related to other reinforcers (Experiment 4). General findings show that social isolation increase both consumption and persistence in alcohol related contexts, suggesting that social stress early in the development could be a considered a risk factor for alcohol use disorders
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Cortes_Patino_do.pdf (3.71 Mbytes)
Data de Publicação
2017-07-25
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.