• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2006.tde-24052006-134117
Documento
Autor
Nome completo
Patrícia Ferreira Monticelli
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Ades, Cesar (Presidente)
Felicio, Luciano Freitas
Mendes, Sergio Lucena
Miranda, Carlos Ramón Ruiz
Tokumaru, Rosana Suemi
Título em português
Comportamento e comunicação acústica em cobaias e em preás
Palavras-chave em português
cobaias
comunicação animal
domesticação do animal
etologia animal
preás
roedores
vocalizações dos animais
Resumo em português
Este é um estudo comparativo do comportamento e da comunicação acústica de cobaias – Cavia porcellus - e de preás – C. aperea - duas espécies muito próximas, uma com uma história recente de domesticação (há 6.000 anos nos Andes) e a outra selvagem. Inclui três etapas: (1) a elaboração de um etograma e a comparação entre cobaias e preás quanto à freqüência e duração dos comportamentos exibidos em contextos sociais particulares (encontros entre fêmeas, entre machos e entre macho e fêmea); (2) a categorização e análise sonográfica comparativa da estrutura dos sinais sonoros; e (3) a comparação entre espécies quanto ao uso dos chamados através de um estudo do comportamento do emissor e de um receptor, no momento anterior e subseqüente à emissão. Encontramos diferenças entre as espécies nas três etapas. (1) Cobaias exibiram mais comportamentos de contatos e sexuais; preás exibiram mais comportamentos de exploração. (2) Das emissões registradas, uma não foi exibida por cobaias. Analisamos 4 delas estatisticamente e todas revelaram diferenças estruturais entre espécies. (3) Houve diferença no uso do sinal de alerta e no nível de resposta eliciado por alguns sinais. Os resultados são discutidos principalmente como efeitos da domesticação. A seleção de animais maiores pode ter alterado a morfologia do trato vocal das cobaias, produzindo as mudanças na estrutura dos chamados. Ainda, com o relaxamento de seleção natural, por conta da proteção oferecida pelo cativeiro, características menos favoráveis podem ter sido mantidas e ganhado proporção na população. Como resultado, a espécie domesticada produz e reage menos aos sinais de alerta, gasta menos tempo com comportamentos de atenção ao meio e ganha tempo para os comportamentos socais e reprodutivos.
Título em inglês
Behavior and acoustic communication in domestic (Cavia porcellus) and in wild (C. aperea) cavies
Palavras-chave em inglês
animal communication
animal domestication
animal ethology
animal vocalizations
Cavies
guinea pigs
rodents
Resumo em inglês
This is a comparative study of behavior and acoustic communication of wild (Cavia aperea) and domestic (C. porcellus) cavies. Animals were observed in the laboratory in three social situations (female-female, male-male and female-male pairings) and the following steps were performed: (1) comparison of the frequency and duration of behaviors, in both species; (2) description and comparison of the sonografic parameters of acoustic signals emitted by individuals of both species; and (3) identification of antecedent and subsequent behavioral contexts of such signals as an approach to the understanding of their social function. C. porcellus exhibited more contact and sexual categories of behaviors than C. aperea; C. aperea explored more than C. porcellus. Signal repertoire was almost the same (one, out of 7 calls was exclusively emitted by C. aperea). Statistical analysis revealed significant structural differences between species in four of the calls. Differences were also found in the context of use of alert vocalization and in the level of response elicited by some signals. Interspecific differences found may be partially attributed to domestication. Selection for meet production may have altered guinea pigs’ vocal tract and may have brought changes in acoustic signals structure. The absence of predatory pressure and the less demanding conditions of captivity may have favored the expression of some traits, such as the performance of long courtship bouts. The domestic cavies C. porcellus are less prone than the wild ones to emit and to respond to alert signals, spend less time with exploratory and patrolling and spend more time with social and reproductive interactions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Monticelli2005.pdf (2.11 Mbytes)
Data de Publicação
2006-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.