• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2018.tde-19042018-161017
Documento
Autor
Nome completo
João Paulo Correia Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Avelino Luiz (Presidente)
Felicio, Luciano Freitas
Perissinotti, Dirce Maria Navas
Vasconcelos, Esdras Guerreiro
Zachi, Elaine Cristina
Título em português
Efeitos da administração nasal da ocitocina sobre parâmetros autonômicos e níveis salivares de cortisol em um modelo de stress social
Palavras-chave em português
Ocitocina
Psicossomática
Sistema nervoso parassimpático
Sistema pró-social
Stress
Teoria polivagal
Resumo em português
O presente trabalho é uma avaliação do efeito da administração de ocitocina nasal sobre o perfil de ativação do sistema nervoso autônomo e níveis salivares de cortisol, buscando compreender a relação entre esses vetores dentro da perspectiva da teoria polivagal e da concepção da ocitocina como um peptídeo de ação pró-social. A hipótese testada foi se o sistema pró-social, mediado pela ocitocina, exerce um efeito de ativação no ramo parassimpático, diminuindo o nível salivar de cortisol, comprovando o efeito anti-stress dessa molécula, ao desligar o sistema de alarme, reação filogenética para a preparação fisiológica para a interação social (relaxamento e tranquilidade). Para tanto, utilizou-se do Trial Social Stress Test, cuja tarefa é falar em público, situação em que parâmetros autonômicos foram medidos em sujeitos humanos, assim como o nível de cortisol salivar avaliado, em dois grupos: um experimental (com administração de ocitocina) e um controle (com administração de placebo) e em dois momentos (pré e pós stress social), relacionando-os a dados de personalidade (teste Bateria Fatorial da Personalidade). Os achados foram indicativos que a ocitocina exerce um efeito inibitório notável sobre os níveis de cortisol, não encontrando dados conclusivos sobre o vinculo ou não da atividade parassimpática relacionada com a presença da ocitocina e baixo nível de cortisol, embora se tenha encontrado forte influência da presença da ocitocina na atividade cardíaca (mediada pelo sistema nervoso autônomo). O fator de personalidade se mostrou bastante relevante nos resultados de cortisol e efeitos de ocitocina, correlacionados com o índice de Neuroticismo e se encontrou indicativos de que outros fatores de personalidade podem também ser importantes
Título em inglês
Effects of an oxytocin nasal spray over autonomic parameters and cortisol level in model of social stress
Palavras-chave em inglês
Oxytocin
Parasimpathetic nervous system
Polyvagal theory
Pro-social systems
Psychosomatic
Stress
Resumo em inglês
The present work is an evaluation of nasal administration effect of oxytocin over the activation profile of the autonomic nervous system and salivary levels of cortisol, seeking to understand the relationship between these vectors within the perspective of the polyvagal theory and the conception of oxytocin as a pro social peptide. The hypothesis tested was whether the pro-social system, mediated by oxytocin, exerted an activation effect over the parasympathetic branch, reducing the salivary level of cortisol, proving the anti-stress effect of this molecule, when the alarm system was turned off, phylogenetic reaction to the physiological preparation for social interaction (relaxation and tranquillity). For this purpose, the Trial Social Stress Test was used, whose task is to speak in public, in which its autonomic parameters were measured, as well as the level of salivary cortisol evaluated, in two groups: one experimental (with oxytocin administration) and one control (with placebo administration) and at two moments (pre and post social stress), relating these results with personality data (Personality Factor Battery test). The findings were indicative that oxytocin exerts a remarkable inhibitory effect on cortisol levels, and we did not find conclusive data about the relationship or not of the parasympathetic activity related to the presence of oxytocin and low cortisol level, although strong oxytocin influence was found over the cardiac activity (mediated by the autonomic nervous system). The personality factor was shown to be very relevant in the cortisol and oxytocin effects correlated with the Neuroticism Index and it was found that other personality factors may also be important
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lima_do.pdf (2.05 Mbytes)
Data de Publicação
2018-04-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.