• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2017.tde-25072017-093649
Documento
Autor
Nome completo
Gregório José Pereira de Queiroz
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Zangari, Wellington (Presidente)
Machado, Fatima Regina
Maraldi, Everton de Oliveira
Martins, Leonardo Breno
Título em português
Uma visão psicossocial do papel da música na umbanda e na reorganização das id/ entidades
Palavras-chave em português
Dissociação
Identidade psicossocial
Incorporação
Música
Musicoterapia
Transe
Umbanda
Resumo em português
A música é utilizada nos ritos de umbanda no momento da incorporação, ponto culminante deste ritual. Investigar o papel da música no ritual umbandista e, por meio deste, também na vida humana é ao que se propõe a dissertação. O primeiro passo é analisar de perto a natureza da música, assim como de seus elementos presentes na música feita na umbanda, a melodia e o ritmo, e a relação da música com o ser humano, no nível social, individual e neurológico. O segundo passo é investigar os conceitos de identidade, dissociação, mediunidade, alteração de consciência, transe e incorporação. Em seguida, é feita revisão da relação entre música e transe, conforme os conceitos propostos por Rouget, autores do campo de musicoterapia e outros que estudaram a relação entre transe e percussão. Um breve histórico da umbanda e da linhagem de terreiro do qual eu próprio participo, assim como da atividade corpórea que envolve a música nesse terreiro, são apresentados a seguir, situando minha própria experiência na incorporação umbandista. A música utilizada na umbanda é apresentada por meio de partituras e comentada quanto a seu caráter musical e suas letras, assim como da atuação da natureza da música no momento da incorporação. Verificou-se que a música atua conjuntamente com o contexto do grupo social e da intenção do adepto para que venha a contribuir com o processo de incorporação. A música pode distender as forças que organizam as identidades do sujeito e dispô-lo corporal e subjetivamente à mobilidade, quando este se envolve com a música. Na umbanda, o envolvimento se dá por meio de dança preparatória, a qual é praticada precedendo a incorporação. O trabalho de incorporação ou modificação das identidades resulta do acionamento da música, do contexto social do rito e da intenção do sujeito que se dispõe ao processo, ocorrendo então um deslizar desde a identidade habitual a outra identidade, construída no rito, que permite se manifestem, segundo a doutrina, entidades espirituais
Título em inglês
A psychosocial view of the role of music in umbanda and the reorganization of id/entities
Palavras-chave em inglês
Dissociation
Incorporation
Music
Music Therapy
Psychosocial identity
Trance
Umbanda
Resumo em inglês
Music is employed in Umbanda rites during incorporations, the high point of such rituals. Investigating it's role in these rituals and, hereby, it's role in human life is the purpose of this dissertation. The first step is to closely analyse music's nature as well as the nature of the elements present in the music performed in Umbandist rites, it's melody and rhythm, and the relation between music and human being in a social, individual and neurological level. The second step is to investigate the concepts of identity, dissociation, mediumship, alterated conciousness, trance and incorporation. Then the relation between music and trance are revised, in accordance with Rouget's proposed concepts, authors on music therapy and others who studied the relation between trance and percussion. A brief historic on Umbanda and the terreiro lineage I personally come from, as well as the physical activity which engages with music in this particular terreiro, are presented next, establishing my own experience in Umbandist incorporation. The music utilized is such rituals is presented here through music sheets with commentaries on it's musical character and lyrics, as well as the agency of the nature of music at the time of incorporation. It was found that music acts along with both the social context and the individual's own intentions in order to contribute to the process of incorporation. Music can distend the forces which organize an individual's identities leaving them open to mobility, both physical and subjective, when this subject engages with music. In Umbanda, the involvement happens through a preliminary dance which is practiced before incorporations. The work of incorporating or modifying one own's identity results from the musical stimulation, from the stimulation of the social context of the rite and from the intention of the subject who is disposed to the process, occurring then a sliding from the habitual identity to another, designed throughout the rites, which allows incorporeal entities to manifest itself, according to the religion's beliefs
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
queiroz_me.pdf (9.39 Mbytes)
Data de Publicação
2017-07-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.