• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-25032015-163504
Documento
Autor
Nome completo
Martha Cecilia Garcés Ascuntar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Sato, Leny (Presidente)
Perez, Erico Renteria
Ribeiro, Marcelo Afonso
Título em português
Trajetória de trabalho de vendedores informais de rua do centro de Cali, Colômbia
Palavras-chave em português
Projetos
Redes
Trabalho informal
Trajetórias de trabalho
Transições ocupacionais
Resumo em português
Este estudo teve como ponto de partida o reconhecimento da realidade heterogênea do trabalho. O chamado trabalho informal é uma forma econômica que sempre coexistiu com as outras modalidades em países latino-americanos, o qual adverte que como atividade econômico-produtiva existia muito antes dos discursos sobre a perda significativa de vagas de emprego. A questão básica da pesquisa propôs analisar a construção das trajetórias de trabalho dos vendedores informais das ruas do centro de Cali, Colômbia; considerando um enfoque nos trabalhadores e suas experiências no trabalho informal, ou seja, naqueles trabalhos que não estão regulamentados pelo Estado ou dos quais não se recolhem impostos nem contam com proteção social (saúde e aposentadoria). Compreendendo as trajetórias de trabalho como o particular traço ou percurso que faz o indivíduo no espaço sociolaboral, que descreve as sucessivas posições que tem ocupado ao longo do tempo, desde sua inserção no mercado laboral (Orejuela & Correa, 2007, p.64); embora este percurso vá além de uma reconstrução das distintas atividades de trabalho e permita analisar elementos como as motivações e escolhas pessoais, os fatores macro e micro sociais, além da temporalidade. A pesquisa abordou um método qualitativo com perspectiva etnográfica que permitiu identificar as construções das trajetórias de trabalho em vendedores informais de rua do centro de Cali e junto com o trabalho de campo, um retrato sobre o trabalho informal nesse espaço. Participaram oito vendedores informais dos quais se obtiveram depoimentos orais, por meio de entrevista e conversa. As informações obtidas foram estudadas à luz da Análise Temática proposta na teoria das histórias de vida de Queiroz (1988). Foram estudadas individualmente as trajetórias para, em seguida, identificaram-se alguns elementos comuns. Considera-se através das narrativas dos vendedores, que as trajetórias de trabalho, organizam-se a partir de aquilo que as pessoas têm conseguido criar para, além de sobreviver, obter um sentido para a vida segundo o que fazem, construindo redes que lhes permitem movimentar o caminho segundo seus projetos e os valores atribuídos ao trabalho. A partir daí, definiram-se os temas que organizam as histórias de vida, tais como as transições, as redes, os projetos e os sentidos do trabalho, os quais se configuraram numa totalidade de vivências que dão sentido ao caminho no mundo laboral. Finalmente, identificou-se a complexidade das construções das trajetórias de trabalho, marcadas por elementos como os familiares, culturais e sociais, os 6 quais extrapolam o universo laboral, além de demonstrar que os contatos que as pessoas estabelecem durante o percurso, especificamente no centro da cidade, gera uma rede de solidariedade que os sustenta no trabalho informal. Outro aspecto importante nas considerações é a dificuldade de qualificar estes trabalhadores que continuamente encontram-se entre fronteiras permeáveis entre formas de trabalho formal-informal
Título em inglês
Not informed by the author
Palavras-chave em inglês
Informal street venders
Occupational transitions
Project
Work trajectories
Resumo em inglês
This research takes into account the heterogeneous reality of work considering that informal jobs have been always part of the Latin American economic system, and have coexisted with other working arrangements. This suggests that informal activities have existed before the speeches on restructuring labor markets and unemployment. As research question I propose to analyze the work trajectories of informal street vendors in downtown Cali, Colombia; that is to say, those jobs that are not regulated by the State. Work trajectories are defined as "the direct line or route that is followed by an individual in the social-space, which describes the successive positions he has held over time" (Orejuela & Correa, 2007, p.64). However, this analysis is not just focused on the reconstruction of the various work activities since I also analyze other factors such as personal motivations, personal choices and macro-and micro social facts. I tackled this research from a qualitative method, which involves an ethnographic perspective that allowed me to identify the trajectories of informal street vendors. I selected eight vendors with whom interviews and discussions were conducted. The data obtained were analyzed based on the Thematic Analysis of life histories (Queiroz, 1988). Initially, the trajectories were studied individually, and then common elements were identified. From the venders´ narratives I found that the trajectories are organized not just as a way to survive but also as a way to have a purpose in life. They build networks that allow them to move toward their projects and give value to their works. Keeping this in mind I classified the trajectories by themes such as transitions, networks, projects, and sense of work, which are configured in a totality of experiences that give coherence to their jobs. Finally, I identified the complexity of developing those trajectories, which is affected by familiar, cultural and social contexts
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
garces_me.pdf (1.64 Mbytes)
Data de Publicação
2015-04-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.