• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2012.tde-21052012-153242
Documento
Autor
Nome completo
Grazielle Tagliamento
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Paiva, Vera Silvia Facciolla (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Garcia, Marcos Roberto Vieira
Parker, Richard Guy
Toneli, Maria Juracy Filgueiras
Título em português
(IN) Visibilidades caleidoscópicas: a perspectiva das mulheres trans sobre o seu acesso à saúde integral
Palavras-chave em português
Direitos Humanos
Estigmatização
Gênero
Mulheres trans
Serviços de saúde
Resumo em português
As mulheres trans são consideradas e tratadas como figuras abjetas, por não se enquadrarem no sistema de normas de gênero e sexualidade vigentes na sociedade. Com isso, há os processos de estigmatização e discriminação à sua identidade de gênero, produzindo a negação de seus direitos enquanto cidadãs, inclusive do direito à saúde integral. Por outro lado, recentemente foram produzidas políticas públicas voltadas a essa população, com o intuito de garantir os seus direitos humanos. Diante desse cenário, buscou-se descrever e compreender como se dá o acesso das mulheres trans aos serviços de saúde e à saúde integral no município de Curitiba, à luz das práticas sociais, individuais e programáticas envolvidas em tal processo. Para tanto, foram realizadas entrevistas semiestruturadas, com a utilização do recurso das cenas, com sete mulheres trans residentes em Curitiba. Para a análise do material obtido, foram eleitas as cenas que mais expressavam o seu (não)acesso à saúde integral, que compuseram, posteriormente, uma narrativa sobre o percurso e vivência delas na área da saúde, tendo como pano de fundo o quadro dos direitos humanos e da vulnerabilidade, e as normas regulatórias de gênero. O exame desse material possibilitou observar que as mulheres trans têm uma trajetória na área da saúde marcada pela violação de seus direitos humanos e à saúde, demonstrando que, por mais que existam documentos que garantam esses direitos, a efetividade destes na vida cotidiana das mulheres trans esbarra em barreiras individuais, sociais e programáticas (que são permeadas e produzidas primordialmente pelas normas regulatórias de gênero), que aumentam a sua vulnerabilidade ao adoecimento. À luz das cenas e narrativas trazidas pelas mulheres trans entrevistadas e considerações apontadas, ao longo deste texto, com base no quadro teórico adotado são oferecidas na conclusão algumas recomendações para o aumento da qualidade das políticas públicas e legislação vigentes, para que assim haja um aumento na efetividade das ações pautadas nesses documentos
Título em inglês
Kaleidoscopic (in)visibilities: the trans womens perspective on their access to the integral health
Palavras-chave em inglês
Gender
Health care services
Human rights
Stigmatization
Trans woman
Resumo em inglês
The trans women are considered and treated as abject beings, because they dont frame in the system of gender and sexuality norms effective in the society. With that, there are the stigmatization and discrimination processes to their gender identity, producing the denial of their rights while citizens, including the right to the integral health. On the other hand, recently, public politics turned to that population were produced, with the intention of guaranteeing their human rights. Before that, it was looked for to describe and to understand how the trans womens access to the services of health and the integral health in the municipal district of Curitiba happens, to the light of the social, individual and programmatic practices involved in this process. For so much, semi-structured interviews were accomplished, with the use of the scenes resource, with seven trans women residents in Curitiba. For the analysis of the obtained material, they were chosen the scenes that expressed more their (not) access to the integral health, which composed, later, a narrative on the course and existence of them in the health field, having as backdrop the picture of the human rights and of the vulnerability, and the regulatory norms of gender. The exam of that material made possible to observe that the trans women have a path in the health field marked by the violation of their human rights and their right to the health, demonstrating that, no matter how much documents that guarantee those rights exist, their effectiveness in the trans women's daily life bumps into individual, social and programmatic barriers (that are permeated and produced firstly by the regulatory norms of gender), that increase their vulnerability to the illness. To the light of the scenes and narratives brought by the trans women interviewees and of the considerations pointed along this text, with base in the adopted theoretical picture, they are offered in the conclusion some recommendations for the increase of the quality of the current public politics and legislation, so that there is an increase in the effectiveness of the actions ruled in these documents
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-05-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.