• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2008.tde-12052009-091332
Documento
Autor
Nome completo
Amanda Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Tassara, Eda Terezinha de Oliveira (Presidente)
Blanques, Ana Maria
Scarcelli, Ianni Regia
Título em português
Projeto Antimanicomial: um ensaio sobre a saúde mental no cotidiano da vida
Palavras-chave em português
Loucura
Movimento de luta antimanicomial
Pensamento crítico
Saúde Mental
Resumo em português
O Projeto Antimanicomial, com sua intenção de ressocializar o usuário de serviços de saúde mental, enfrenta todo o compartilhamento de sociabilidades que, no pensamento contemporâneo, fundamenta se prevalentemente na cultura científica. Esses símbolos produzidos por sistemas de interpretação do mundo se propagam para o social e acabam por se expressar no cotidiano existencial dos homens. A presente pesquisa intenciona analisar a capacidade da convivência com o usuário de serviços de saúde mental, atuar como transformadora do imaginário social da loucura, defendida por Franco Basaglia precursor da Psiquiatria Democrática Italiana. Para este autor, a reinserção do "louco" na sociedade que o excluiu pode se tornar um emulador da tomada de consciência política do social. Para tal, realizou-se um estudo de caso de uma Residência Terapêutica ligada à uma Institutição de Saúde Mental Antimanicomial, em que foram entrevistados a coordenadora do Serviço de Residências Terapêuticas e entes da comunidade que receberam antigos internos de manicômios em sua vizinhança, levantando as narrativas e imagens que constroem juizos e avaliam a loucura. Visa contribuir com o processo de transformação do sistema de saúde mental que, supostamente deveria funcionar como o estopim de uma reflexividade sobre a socialização, subsidiando, através de reflexões, acerca das possibilidades políticopedagógicas das intervenções antimanicomiais.
Título em inglês
Anti-Manicomial Project: an essay on mental health in everyday life
Palavras-chave em inglês
Critical think
Madnes
Mental health
Movements against asylums
Resumo em inglês
The Anti-Manicomial Project, with its intention of re-socialize the mental health user, deals with the sociability sharing which, in a contemporary thought, based mainly on the scientific culture. These symbols, created by a world interpretation system spread themselves to the social and turn to be expressed in daily men existence. The current research intends to analyze the acquaintanceship capacity with the mental health user, act as a madness social imaginary changer, defended by Franco Basaglia - precursor of the Italian Democratic Psychiatry. To this author, the re-insertion of the madman in the society that excluded him, can become a social conscious start emulousness. Therefore, a research of a therapeutic residence case, related to an Anti-manicomial Mental Health Institution, which the Therapeutic Residence Service Coordinator and community members that welcomed old mental hospital residents, were interviewed, pointing the narratives and images which build up sense and evaluate madness. It intends to contribute to a mental health system change which supposely, should work as a fuse of a socialization reflexivity, subsidizing, through reflections, the pedagogic- political possibilities of anti-manicomial interventions.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2009-06-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.