• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2018.tde-04092018-104557
Documento
Autor
Nome completo
Angelita Viana Correa Scardua
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Ribeiro, Sandra Maria Patricio (Presidente)
Hennrich, Dirk Michael
Lima, Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos
Tassara, Eda Terezinha de Oliveira
Zacharias, Jose Jorge de Morais
Título em português
A felicidade são os outros: correspondências entre capital social da vizinhança, bem-estar subjetivo e o imaginário sobre a paisagem urbana
Palavras-chave em português
Arquétipo
Confiança
Cotidiano
Cultura
Felicidade
Imaginário
Paisagem
Redes sociais
Resumo em português
Vários fatores são considerados igualmente relevantes para a construção do Capital Social e da vivência de felicidade em grupos e comunidades. Aspectos objetivos como renda, escolaridade, condições de moradia, saneamento básico, acesso a lazer, disponibilidade de serviços essenciais e participação na vida social costumam indicar altos índices de engajamento cívico, confiança, relações positivas, satisfação com a vida e outros associados à felicidade e ao capital social. No brasil, muitos desses indicadores apresentam níveis muito abaixo dos de outros países em iguais condições de desenvolvimento. É comum relacionar-se tais resultados com questões específicas do cenário nacional, como é o caso da desigualdade socioeconômica. Nesse sentido, pouco se compreende sobre a influência de fatores subjetivos sobre os indicadores de felicidade e de capital social no Brasil. Esse estudo se propôs a avançar nessa compreensão. A partir da investigação de duas vizinhanças com considerável nível de igualdade socioeconômica, e caracterizadas por infraestrutura e saneamento acima da média brasileira, pretendeu-se entender como aspectos subjetivos e inconscientes estão associados à felicidade e ao capital social. Utilizando como referência os elementos arquetípicos e simbólicos dos estudos sobre o Imaginário Cultural, buscou-se averiguar o impacto da paisagem na percepção que os moradores têm de suas comunidades. Indo além, procurou-se identificar como o imaginário sobre a paisagem interfere na forma como os habitantes pensam, sentem e agem em relação aos seus bairros e em relação as interações que estabelecem com suas vizinhanças. Os resultados obtidos sugerem que, no contexto brasileiro, complexos culturais arraigados ao nível do inconsciente influenciam a forma de se conduzir as relações sociais. O complexo da cordialidade aparece como impeditivo para a confiança interpessoal e para o aprofundamento das redes sociais e das relações positivas, comprometendo assim o envolvimento dos indivíduos com a vida coletiva. Na ausência de ações individuais voltadas para a promoção do bem comum, perde-se elementos fundamentais para a construção do capital social e para a vivência de felicidade
Título em inglês
Happiness is the other: correspondences between Neighborhood Social Capital, Subjective Well-Being and the Imaginary about the Urban Landscape
Palavras-chave em inglês
Archetype
Culture
Daily Life
Happiness
Imaginary
Landscape
Social networks
Trust
Resumo em inglês
Many factors are equally important to the construction of both social capital and happiness in groups and communities. For instance, objective factors such as income, education, sanitation, living conditions, leisure, availability of essential services and social life engagement usually indicate high levels of civic engagement, trust, positive relations and satisfaction with life. In Brazil, the levels of many of these indicators are well below those of other countries in similar development stage. Such disparities are commonly justified by characteristics of the Brazilian society, such as social and economic inequality, with little being known about how subjective factors affect these indicators. This study thus intends to contribute to the understanding of how subjective factors influence the experience of happiness and the construction of social capital in Brazil, by investigating two neighborhoods characterized by low levels of social and economic inequality and with living conditions above the Brazilian average. Archetypical and symbolic elements borrowed from studies about Cultural Imaginary are employed in assessing how the landscape affects the way dwellers perceive their respective communities. This study also seeks to identify how the imaginary about the landscape interferes on the way dwellers think, feel and act, both in relation to their neighborhoods and to the way they interact with their neighbors. The obtained results suggest that cultural complexes deeply rooted in the Brazilian unconscious influence the way social relations are conducted. The cordiality complex emerges as hindrance to the development of interpersonal trust and to the deepening of social networks and positive relations, hence negatively affecting the engagement of individuals in collective life. In the absence of individual actions aimed at promoting common well-being, essential elements to the construction of happiness and social capital are lost
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
scardua_do.pdf (4.67 Mbytes)
Data de Publicação
2018-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.