• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2007.tde-31012008-230109
Documento
Autor
Nome completo
Mariana Castro Arantes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2007
Orientador
Banca examinadora
Silvares, Edwiges Ferreira de Mattos (Presidente)
Meyer, Sonia Beatriz
Miyazaki, Maria Cristina de Oliveira Santos
Título em português
Problemas de comportamento e resultados do tratamento com alarme para enurese primária
Palavras-chave em português
distúrbios do comportamento
enurese
tratamento com alarme
Resumo em português
Não há consenso entre os estudos quanto à associação entre a presença de problemas de comportamento e resultados piores no tratamento com alarme para enurese. O objetivo do presente estudo foi investigar a ocorrência de associações entre a presença de problemas de comportamento e os resultados do tratamento com alarme para enurese primária com acompanhamento semanal de um terapeuta. Os participantes foram 20 crianças com enurese primária, 13 do sexo masculino e 7, do sexo feminino, com idades entre seis e dez anos. Metade das crianças apresentava escores clínicos indicativos de problemas de comportamento segundo o Child Behavior Checklist. As oito crianças sem problemas de comportamento que concluíram o tratamento alcançaram o critério de sucesso inicial (14 noites secas consecutivas) e apenas duas desistiram. Das dez crianças com problemas de comportamento, somente metade atingiu o sucesso inicial, quatro desistiram e uma completou o período de tratamento e não obteve sucesso. Essas diferenças nos resultados finais não foram significativas em termos estatísticos. Também não foram encontradas diferenças significativas nas taxas de recaídas entre as crianças com e sem problemas de comportamento. Quatro das oito crianças sem problemas de comportamento que haviam alcançado o critério de sucesso inicial apresentaram recaídas e quatro conseguiram manter o controle noturno adquirido. Das cinco crianças com problemas de comportamento que alcançaram o sucesso inicial, três, apresentaram recaídas e duas, enquadraram-se no critério de sucesso continuado. A única diferença estatística encontrada entre os dois grupos de crianças foi no tempo de tratamento necessário para alcance do critério de sucesso inicial. Em 12 semanas de tratamento, a probabilidade de atingir o sucesso inicial foi de 86,11% para as crianças sem problemas de comportamento e de 10% para as crianças com problemas de comportamento; em 20 semanas, a probabilidade foi de 100% para as crianças sem problemas de comportamento e de 40% para as crianças com problemas de comportamento. Pode-se dizer, portanto, que, na amostra de crianças atendidas, os problemas de comportamento parecem ter ocasionado dificuldades para que progressos fossem alcançados no tratamento da enurese com alarme. Na maioria dos casos, entretanto, essas dificuldades não foram suficientes para que as crianças com problemas de comportamento apresentassem ao final do tratamento resultados significativamente diferentes das crianças sem problemas de comportamento. Esses resultados sugerem que as crianças com problemas de comportamento podem beneficiar-se do tratamento com alarme para enurese tanto quanto as crianças sem problemas de comportamento. Considerando o tempo necessário para o alcance do sucesso inicial, os resultados indicam que, provavelmente, as crianças com problemas de comportamento precisam mais de acompanhamento intensivo durante o tratamento com alarme para enurese do que as crianças sem problemas de comportamento.
Título em inglês
Behavior problems and outcomes of alarm treatment for primary enuresis
Palavras-chave em inglês
alarm therapy
behavior disorders
enuresis
Resumo em inglês
There is no consensus among the studies regarding the association between behavior problems and worse outcomes in alarm treatment for enuresis. The aim of this study was to investigate the relationship between behavior problems and outcome in alarm treatment for primary enuresis with weekly sessions with a therapist. The participants were 20 children with primary enuresis, 13 boys and 7 girls, between the ages of six and ten. Half of these children presented clinical scores on the Child Behavior Checklist. Eight out of the 10 children without behavior problems who finished the treatment have achieved the criteria for initial success (14 consecutive dry nights) and two of them dropped out. Only half of the children with behavior problems attained initial success, four of them dropped out and one finished without success. These differences on the outcome were not statistically significant. There were also not found significant statistical differences in the occurrence of relapses rates between children with and without behavior problems. Four of the eight children without behavior problems who attained initial success have relapsed, and four have maintained the acquired nocturnal control. Three of the five children with behavior problems who achieved the initial success have relapsed and two of them satisfied the criteria for continued success. The only statistical difference found between the children groups was the time required to achieve initial success. In 12 weeks of treatment, the probability of attaining initial success was 86.11% for children without behavior problems and 10% for children with behavior problems; in 20 weeks, the probability was 100% for children without behavior problems, and 40% for the children with behavior problems. Therefore, it is possible to say that in that sample of children the behavior problems seemed to provide difficulties in achieving progresses in the alarm treatment for enuresis. On most of the cases, those difficulties were not enough to make the outcomes at the end of the treatment of children with behavior problems being statistically different from the children without behavior problems. These results suggest that children with behavior problems may benefit from alarm treatment as well as children without behavior problems. Considering the time required for achieving success, the results indicate that they probably need more intensive support during enuresis treatment with alarm than children without other problems.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
enurese.pdf (334.20 Kbytes)
Data de Publicação
2008-06-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.