• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2012.tde-28092012-105715
Documento
Autor
Nome completo
Marina Martins Bialer
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Falek, Jussara (Presidente)
Maleval, Jean Claude
Souza, Maria Abigail de
Vanier, Alain
Título em português
O corpo no autismo e na esquizofrenia
Palavras-chave em português
Autismo
Esquizofrênia
Gozo
Letra
Objeto
Signo
Traço unário
Resumo em português
No primeiro capítulo da tese após a introdução, intitulado II, realizo um percurso teórico da imagem do corpo próprio nos escritos e seminários iniciais de Lacan, situando R, S e I - o Real, o Simbólico e o Imaginário - em jogo no ser humano. A conclusão deste capítulo introduz os dois conceitos principais que serão trabalhados na tese: o objeto ( a ) e o traço unário, considerando o traço unário como um traço do Outro simbólico, um traço de identificação não imaginária mas simbólica e o objeto como o real, não-especular. Aborda-se a importância do seminário A angústia de Lacan para a formulação da importância do conceito do traço e de ( a ) para a compreensão de RSI essencial para a abordagem da esquizofrenia e do autismo. A partir do esquema óptico utilizado por Lacan para abordar a constituição da imagem do corpo no ser humano, assim como a estruturação de RSI a partir da perda de uma parte do corpo próprio, de uma perda de gozo estruturante do ser humano, teço algumas considerações sobre os esquemas ópticos que poderíamos encontrar no caso do autismo e da esquizofrenia, a partir da articulação entre significante e corpo. Á partir dos estudos de M-C Laznik proponho situar o autismo, a partir da falha na impressão da marca do gozo do Outro a qual permite a inscrição do erotismo, à base da construção do narcisismo e do estabelecimento de um Outro no circuito pulsional. O autismo é, então, situado em relação a uma falha da inscrição do Outro primordial impedindo o tempo da inscrição total do Significante do Outro, da alienação no Significante do Outro Simbólico, da marcação pelo Outro, e da posterior Separação, não existente no Autismo. Por outro lado, na Esquizofrenia, situo a inscrição do Outro, do significante do Outro, da marca do Gozo do Outro, mas não há a inscrição da ausência da marca do Outro necessária para sair do lugar de objeto do Gozo do Outro (consultar o restante na tese)
Título em inglês
The body in autisme and in schizophrenia
Palavras-chave em inglês
Autism
Jouissance
Letter
Object
Schizophrenia
Sign
Unary trait
Resumo em inglês
This work discusses autism and schizophrenia based on two key concepts of this thesis: the object (a) and the unary trait trait of the Other. We try to account for a unique relationship of the autist to the signifier, a failure to incorporate the primordial signifier of the Other. We distinguish the autistic, who has not incorporated the mark of the jouissance of the Other, who has not incorporated the primordial signifier, and the schizophrenic, who has incorporated the mark of the jouissance of the Other, but is not able to use established discourses to build his/her own body, to name his/her own body. There is the possibility of constructions around the Sxs+ jouissance to label, no name, instead of the discourses in default. We distinguish schizophrenia strategies through an effort of placement of jouissance by the letter, and autistic strategies through an effort of placement of jouissance on the rim, on the boards
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
bialer_completa.pdf (1.50 Mbytes)
bialer_parcial.pdf (204.52 Kbytes)
Data de Publicação
2012-10-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.