• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2014.tde-28052014-152248
Documento
Autor
Nome completo
Rita Aparecida Nicioli Cerioni
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Herzberg, Eliana (Presidente)
Macedo, Mônica Medeiros Kother
Scarcelli, Ianni Regia
Título em português
Expectativas de pacientes acerca do atendimento psicológico em um serviço-escola: da escuta à adesão
Palavras-chave em português
Abandono de tratamento
Clínicas-escola
Escuta psicológica
Expectativas
Triagem psicológica
Resumo em português
A partir da experiência com supervisão de alunos de psicologia que atendiam em psicoterapia breve de orientação psicanalítica em uma universidade no interior de São Paulo, observou-se que a escuta clínica e compreensão das expectativas dos pacientes acerca do atendimento psicológico favorecia o engajamento destes ao processo de psicoterapia. Essa experiência consistiu em orientar os estagiários do quinto ano a perguntarem aos seus pacientes, no primeiro atendimento, o que eles esperavam da psicoterapia. Levantar e analisar esse material junto aos estagiários favoreceu uma redução significativa do índice de desistência. A hipótese desta pesquisa é que a escuta e análise das expectativas podem aproximar a técnica da psicoterapia às necessidades dos pacientes, favorecendo adesão ao tratamento psicológico. Objetivou verificar o índice de desistência, identificar as expectativas dos pacientes que procuram um serviço-escola para atendimento psicológico durante o processo de triagem, analisar possível relação entre a intervenção da escuta clínica dessas expectativas na triagem e adesão ao tratamento psicológico. O delineamento da pesquisa é predominantemente clínico-qualitativo. Foi feita pesquisa documental, por meio de consulta ao sistema informatizado da clínica, comparando os anos de 2009 e 2010 quanto ao índice de desistências. Foram realizadas entrevistas semidirigidas em um, dois ou três encontros, de acordo com a necessidade, com 10 participantes que aguardavam na lista de espera para atendimento psicológico, interlocução com os estagiários designados a atenderem os participantes em psicoterapia breve e análise documental dos prontuários dos participantes um ano após a triagem. Os resultados foram tratados segundo a análise de conteúdo considerando-se as categorias queixa manifesta, queixa latente, expectativas e comportamento não-verbal. Verificou-se uma adesão positiva ao encaminhamento proposto indicando que a escuta e compreensão das expectativas dos usuários do serviço-escola de psicologia podem enriquecer o sentido da busca por atendimento psicológico. A compreensão mais próxima dos desejos e necessidades dos participantes pareceu ter possibilitado uma redução do hiato produzido entre o que o paciente expressava necessitar e o que o estagiário ansiava em oferecer, favorecendo assim uma redução no índice de abandono. As implicações que poderão advir desta pesquisa dizem respeito ao estabelecimento de uma escuta mais acurada das necessidades e expectativas dos pacientes na triagem e um maior cuidado por parte dos supervisores e estagiários em relação à essa escuta não só na triagem, mas também no início da psicoterapia, dado que é frequente existir um intervalo muitas vezes maior do que o esperado entre inscrição, triagem e a psicoterapia
Título em inglês
Patients expectations regarding psychological care in a school service: from listening to engaging
Palavras-chave em inglês
Expectations
Psychological listening
Psychological screening
School-clinics
Treatment dropout
Resumo em inglês
From the experience supervising Psychology students who provided psychoanalytical short-term psychotherapy at a university in the countryside of São Paulo, we could notice that clinical listening and the thorough understanding of patients expectations regarding psychological care favored their engagement in the psychotherapeutic process. The experience consisted in orienting fifth-year interns to ask their patients, in the first session, what they expected from the psychotherapeutic treatment. Collecting data and analyzing them with the interns has favored a significant reduction in dropout rates. The hypothesis this research works with is that listening to and analyzing patients expectations may adjust the psychotherapeutic techniques to patients needs, favoring engagement in the psychological treatment. This research aimed to check dropout rates, identify the expectations of patients who seek for a school service for psychological care during the screening process, and to analyze the possible relationship between intervention in the clinical listening in the screening process and commitment to the treatment. Our approach is mainly clinical-qualitative and it was based on documents retrieved from the clinic software comparing dropout rates in 2009 and 2010. We have carried out semi-structured interviews in one, two or three meetings, according to necessity, with ten subjects on the waiting list for psychological treatment as well as talks with the interns designated to provide short-term care to these patients. We have also carried out a documental analysis of the subjects records one year after screening. The results have been dealt with according to content analysis taking into account manifest and latent complaints, expectations and non-verbal behavior. We have observed a positive engagement in the proposed measures, which shows that the listening and understanding of the expectations of the Psychology School services users may enrich the meaning of the search for psychological treatment. A closer understanding of the subjects wishes and needs seemed to have reduced the gap between what patients claimed they needed and what interns aimed at offering, thus favoring a reduction in dropout rates. The implications that may arise from this research regard listening more accurately to patients needs and expectations in the screening process as well as more attention from supervisors and interns regarding listening not only during the screening, but also in the beginning of the therapeutic process, since, many times, there is a considerable gap among the processes of enrolling, getting screened and actually starting psychotherapy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cerioni_corrigida.pdf (1.62 Mbytes)
Data de Liberação
2018-06-08
Data de Publicação
2014-06-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.