• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
Documento
Autor
Nome completo
Joana Figueiredo Vartanian
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2017
Orientador
Banca examinadora
Clemente, Claudia Kami Bastos Oshiro (Presidente)
Callaghan, Glenn
Meyer, Sonia Beatriz
Silva, Alessandra Turini Bolsoni
Título em português
Efeitos da evocação sobre os comportamentos clinicamente relevantes na psicoterapia analítica funcional
Palavras-chave em português
Controle de estímulos
Delineamento experimental de caso único
Operações motivadoras
Pesquisas de processos
Psicoterapia analítica funcional
Resumo em português
A Psicoterapia Analítica Funcional (FAP) aponta a relação terapêutica como meio de promoção de mudanças clínicas. Os comportamentos do cliente em sessão são classificados como CCR1s (comportamentos problema), CCR2s (comportamentos de melhora) e CCR3 (descrições funcionais a respeito do próprio comportamento). É papel do terapeuta atuar sobre esses CCRs com o intuito de aumentar CCR2 e CCR3, bem como diminuir a emissão de CCR1, o que é planejado por meio das regras: estar atento aos CCRs (regra 1), evocar diretamente CCRs (regra 2), consequenciar CCRs (regra 3), observar os efeitos do seu comportamento sobre o comportamento do cliente (regra 4) e fornecer interpretações analítico-funcionais e implementar estratégias de generalização (regra 5). Compreende-se que a similaridade funcional do contexto terapêutico com outros ambientes do cliente possibilita o acesso do terapeuta à classe de comportamentos alvo de intervenção clínica e que, ainda, é papel do terapeuta evocá-los diretamente, componente da FAP expresso pela regra 2. As pesquisas que investigam o mecanismo de mudança da FAP têm enfatizado o papel da consequenciação (regra 3) sobre a mudança comportamental observada nos clientes, entretanto, há indícios de que tal mudança seja também resultado de um processo evocativo ocorrendo em sessão, responsável por produzir o aumento da emissão de CCR2s e diminuição de CCR1s quando a FAP é conduzida. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi o identificar quais os efeitos da evocação direta pelo terapeuta na FAP (variável independente) sobre os CCRs do cliente em sessão (variáveis dependentes), sendo utilizado delineamento experimental de caso único de reversão, com arranjo A-B1-BC1-B2-BC2 para uma cliente, com controle da inserção da evocação (arranjo A-BC1-B1-BC2-B2) para outro cliente. A fase A foi correspondente à linha de base, com realização de análise de contingências externas, as fases B corresponderam à condução de FAP sem evocação direta e as fases BC, à FAP completa. As sessões foram categorizadas com o Functional Analytic Psychotherapy Rating Scale (FAPRS) pela terapeuta e aferidoras de concordância, foi aplicado semanalmente o Outcome Questionnaire (OQ-45.2) que possibilitou o acompanhamento da evolução global dos clientes. Após três meses do encerramento do estudo, foi realizada uma sessão de follow-up com cada cliente, a qual indicou a manutenção de progressos com os mesmos. Como resultado no FAPRS, registrou-se o abrupto aumento de CCR2s e diminuição de CCR1s quando a evocação direta foi inserida, o aumento de CCR1 e diminuição de CCR2 quando a mesma foi retirada, bem como a replicação dessas duas fases e de seus efeitos sobre os comportamentos dos dois clientes. Nas fases em que a evocação não esteve presente, as porcentagens de CCRs assemelharam-se às observadas na linha de base. Observou-se também a importância da consequenciação com função evocativa, o que sustenta que a evocação e a consequenciação atuam de forma complementar. Tais resultados solidificam a proposta de que a produção de CCR2 nas sessões FAP tenha também por base a existência de processos evocativos atuantes, já que diante da ausência da evocação, registrou-se imediata diminuição de sua ocorrência. Nesse sentido, a evocação direta pode ser destacada como possuindo impacto relevante no mecanismo de mudança dessa psicoterapia
Título em inglês
Not informed
Palavras-chave em inglês
Functional analytic psychotherapy
Motivating operations
Process research
Single-case experimental design
Stimulus control
Resumo em inglês
Functional Analytic Psychotherapy (FAP) points to the therapeutic relationship as a way of promoting clinical changes. The client behaviors in session are classified as CRB1s (problem behaviors), CRB2s (improvement behaviors) and CRB3 (functional descriptions regarding any client´s behavior). FAP therapist should act on these CRBs in order to increase CRB2 and CRB3 and to reduce the emission of CRB1, which is planned by using the rules: to be aware of CRBs (rule 1), to evoke CRBs directly (rule 2), to contingently respond to CRBs (rule 3), to observe the effects of therapist´s behavior on client´s behavior (rule 4) and to provide analytic-functional interpretations and implement generalization strategies (rule 5). It is understood that the functional similarity of the therapeutic context to other client environments allows the therapist to access the class of target behaviors of clinical intervention and that it is also the role of the therapist to directly evoke them, a component of FAP expressed by rule 2. Researches focused on investigate the mechanism of change in FAP have emphasized the role of consequence (rule 3) on behavioral change observed in clients, however, there is evidence that such a change is the result of an evocative process occurring in session, which is responsible for producing increased CRB2s and decreased CRB1s emissions when FAP is conducted. Thus, the goal of this investigation was to identify the effects of direct evocation by the therapist in FAP (independent variable) on client CRBs in session (dependent variables), using an experimental design of a single-case experimental procedure, with design A -B1-BC1-B2-BC2 for one client, with control of the insertion of the independent variable (design A-BC1-B1-BC2-B2) to another client. Phase A corresponded to the baseline, without systematic use of FAP, phases B corresponded to FAP without direct evocation and phases BC, to the use of complete FAP. The sessions were categorized with the instrument Functional Analytical Psychotherapy Rating Scale (FAPRS) by the therapist and independent coders. The Outcome Questionnaire (OQ-45.2) was applied weekly, allowing the therapist to monitor the overall evolution of clients and after three months of the end of the phases, a follow-up session was conducted with each client, which indicated the maintenance of the observed effects. As a result in FAPRS, it occurred the abrupt increase of CRB2s and decrease of CCR1s when direct evocation was inserted, the increase of CRB1 and decrease of CRB2 when it was withdrawn, as well as the replication of these two phases and their effects on the behaviors of the two clients. In the phases in which evocation was not present, the percentages of CRBs were similar to those observed in baseline. It was also observed the importance of the consequences with evocative function, which maintains that the evocation and the consequences provided by the therapist act in a complementary way. These results solidify the proposal that the increase of CRB2 in FAP is also based on the existence of evocative processes, since in the absence of evocation it is observed its immediate decrease. Therefore, direct evocation can be highlighted as having a relevant impact on the mechanism of change of this psychotherapy
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
vartanian_me.pdf (1.58 Mbytes)
Data de Publicação
2017-09-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.