• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2011.tde-22072011-154721
Documento
Autor
Nome completo
Ana Angelica Roncolato
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Tardivo, Leila Salomao de La Plata Cury (Presidente)
Felício, Jonia Lacerda
Vagostello, Lucilena
Título em português
Psicodiagnóstico compreensivo de crianças com distúrbios de conduta: aspectos psicodinâmicos
Palavras-chave em português
Distúrbio de conduta
Psicodiagnóstico
Técnicas projetivas
Teste das Fábulas de Düss
Teste de Apercepção Infantil com figuras de animais
Resumo em português
Essa pesquisa aborda o quadro psiquiátrico mais frequente na infância. O distúrbio de conduta é caracterizado por comportamento antissocial persistente com violação de normas sociais e direitos individuais. Os comportamentos antissociais podem surgir precocemente na infância ou na adolescência, e configuram quadro psiquiátrico de difícil tratamento. Fatores individuais, familiares e sociais influenciam no desenvolvimento e na persistência do comportamento antissocial, interagindo de forma complexa e ainda pouco esclarecida. O presente trabalho tem como objetivo compreender os aspectos emocionais desta população clínica. Foram avaliadas 6 crianças na faixa etária entre seis e doze anos, sendo um grupo de 3 portadores do diagnóstico de Distúrbio de Conduta - segundo os critérios da CID-10, atendidas em um serviço de psiquiatria e tendo o diagnóstico confirmado pela K-SADS. O grupo controle, pareado por sexo, idade e condição sócioeconômica, é composto de 3 crianças provenientes de escolas públicas do município de São Paulo/SP, que não apresentaram diagnóstico psiquiátrico a partir do instrumento K-SADS. Para avaliação psicológica foram aplicados o Teste de Apercepção Infantil com Figuras de Animais - CAT-A - e o Teste das Fábulas de Düss, considerando os seguintes aspectos: atitude básica da criança, relação com as figuras significativas, sentimentos expressos, tendências e desejos, impulsos, ansiedades e mecanismos de defesa. Os resultados encontrados mostraram no grupo clínico presença de conteúdo agressivo, hostil, de impulsividade. A incapacidade de controlar seus impulsos faz com que expressem suas angústias diretamente no ambiente de forma agressiva. Observou-se ainda que essas crianças não contam com figuras significativas capazes de conter suas angústias, não sentem que as figuras parentais são capazes de lhes dar sustentação e contorno, diferentemente das crianças do grupo controle. Evidencia-se a necessidade de medidas preventivas e intervenções em saúde mental no âmbito familiar, na escola, além das intervenções com a criança
Título em inglês
Comprehensive Psychodiagnosis in Children with Conduct Disorder: psychodynamic aspects
Palavras-chave em inglês
Children apperception test with animal figures
Conduct disorders
Duss fable test
Projective techniques
Psychodiagnosis
Resumo em inglês
Essa pesquisa aborda o quadro psiquiátrico mais frequente na infância. O distúrbio de conduta é caracterizado por comportamento antissocial persistente com violação de normas sociais e direitos individuais. Os comportamentos antissociais podem surgir precocemente na infância ou na adolescência, e configuram quadro psiquiátrico de difícil tratamento. Fatores individuais, familiares e sociais influenciam no desenvolvimento e na persistência do comportamento antissocial, interagindo de forma complexa e ainda pouco esclarecida. O presente trabalho tem como objetivo compreender os aspectos emocionais desta população clínica. Foram avaliadas 6 crianças na faixa etária entre seis e doze anos, sendo um grupo de 3 portadores do diagnóstico de Distúrbio de Conduta - segundo os critérios da CID-10, atendidas em um serviço de psiquiatria e tendo o diagnóstico confirmado pela K-SADS. O grupo controle, pareado por sexo, idade e condição sócioeconômica, é composto de 3 crianças provenientes de escolas públicas do município de São Paulo/SP, que não apresentaram diagnóstico psiquiátrico a partir do instrumento K-SADS. Para avaliação psicológica foram aplicados o Teste de Apercepção Infantil com Figuras de Animais - CAT-A - e o Teste das Fábulas de Düss, considerando os seguintes aspectos: atitude básica da criança, relação com as figuras significativas, sentimentos expressos, tendências e desejos, impulsos, ansiedades e mecanismos de defesa. Os resultados encontrados mostraram no grupo clínico presença de conteúdo agressivo, hostil, de impulsividade. A incapacidade de controlar seus impulsos faz com que expressem suas angústias diretamente no ambiente de forma agressiva. Observou-se ainda que essas crianças não contam com figuras significativas capazes de conter suas angústias, não sentem que as figuras parentais são capazes de lhes dar sustentação e contorno, diferentemente das crianças do grupo controle. Evidencia-se a necessidade de medidas preventivas e intervenções em saúde mental no âmbito familiar, na escola, além das intervenções com a criança
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
anexos.pdf (132.17 Kbytes)
roncolato_me.pdf (394.74 Kbytes)
Data de Publicação
2011-09-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.