• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-01122015-163655
Documento
Autor
Nome completo
Barbara Subtil de Paula
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Rodrigues, Avelino Luiz (Presidente)
Amadera, João Eduardo Daud
Tardivo, Leila Salomao de La Plata Cury
Título em português
Estudo clínico-qualitativo da dinâmica psíquica de pessoas com lombalgia crônica por artrose facetária
Palavras-chave em português
Dinâmica psíquica
Dor crônica
Dor lombar
Osteoartrite
Psicologia
Psicossomática
Resumo em português
A dor é uma experiência emocional e sensorial desagradável, associada ao dano real ou potencial de alguma região do corpo. Segundo a International Association for the Study of Pain, ela é sempre subjetiva, pois sua percepção é aprendida com a vivência pessoal de cada indivíduo. A lombalgia atinge cerca de 80% da população adulta e sua cronicidade pode estar relacionada com diversos fatores. Objetivou-se compreender a dinâmica psíquica das pessoas com lombalgia crônica por artrose facetária selecionadas para o estudo, partindo da perspectiva da psicossomática (campo de conhecimento que trabalha na interface entre os aspectos mentais, físicos e sociais) em uma compreensão biopsicossocial. Constitui-se em uma pesquisa descritiva de caráter clínico-qualitativo. Como método, foram definidas duas frentes de trabalho: revisão bibliográfica e estudo de campo. Na primeira realizou-se revisão bibliográfica acerca do tema dor e psicologia. A base de dados utilizada foi Biblioteca Virtual em Saúde (BVS-PSI). Levantou-se todo tipo de publicação através de uma terminologia padronizada no site BVS-PSI. Foram mantidas para análise de conteúdo do texto completo as publicações que fizeram referência à dor crônica lombar e que apontarem presença de psicologia, personalidade e/ou dinâmica psíquica no título ou no resumo. Na segunda etapa foi formulada avaliação psicológica de 6 pessoas, 3 do sexo feminino e 3 do sexo masculino, com idade de 20 a 60 anos, sendo que todos possuíam diagnóstico de lombalgia crônica devido a artrose facetária. Foram realizadas, nesta ordem, entrevista clínica semi-dirigida, Escala Visual de Dor (EVA) e Teste de Apercepção Temática (TAT). A partir d levantamento bibliográfico constatou-se que nenhuma pesquisa desenvolveu descrição detalhada da psicodinâmica de pacientes com dor lombar crônica. Cada participante apresentou dinâmica psíquica única, dando sentido a sua dor e ao seu tratamento a partir de sua experiência peculiar. No entanto, a dor foi percebida pelos participantes como um sinal de que eles têm limites. A relação estabelecida pelos participantes com sua dor e com seu tratamento esta diretamente relacionada com o modo como lidam com a vida. Conclui-se que tanto a dor lombar por artrose facetária altera a subjetividade e a objetividade da vida dos participantes da pesquisa, como o modo como lidam com a vida interfere em sua dor e tratamento. Compreender a dinâmica destes pacientes pode auxiliar no manejo de tratamentos mais eficazes. Por este motivo destaca-se a necessidade de olhar para o ser humano acometido pela dor, e não somente para a dor que acomete o ser humano. Propõe-se que mais pesquisas sejam realizadas a partir desta compreensão, o que implicará uma clinica preocupada com o ser humano em seu complexo funcionamento
Título em inglês
Clinical and qualitative study psychological dynamic of people with chronic low back pain by facet arthrosis
Palavras-chave em inglês
Chronic pain
Low back pain
Osteoarthritis
Psychological dynamic
Psychology
Psychosomatic
Resumo em inglês
Pain is an unpleasant sensory and emotional experience associated with actual or potential damage of any region of the body. According to the International Association for the Study of Pain, it is always subjective, once its perception is learned through personal experience of each individual. Low back pain affects about 80% of the adult population and its chronicity may be related to several factors. This study aimed to understand the psychological dynamic of the selected people with chronic low back pain by facet arthrosis, from the perspective of psychosomatic (field of knowledge working at the interface between the mental, physical and social aspects) in a biopsychosocial understanding. This is a descriptive research using clinical and qualitative approach. The methodology used was literature review and field study. The literature review was held on the subjects of pain and psychology. The database used was the Biblioteca Virtual em Saúde (BVS-PSI). Every type of publication was raised through a standardized terminology in BVS-PSI website. For full-text content analysis the publications were selected if they had reference to chronic low back pain and the presence of the terms psychology, personality and /or psychic dynamics on the title or abstract. In the second stage of the study, the psychological evaluations of 6 people, 3 females and 3 males were done. They aged 20-60 years, and all had been diagnosed with chronic low back pain due to facet arthrosis. Then, it was carried out, in order, the semi-directed clinical interview, the Pain Visual Scale (VAS) and the Thematic Apperception Test (TAT). From the literature it was found that no research has developed detailed description of the psychodynamics of patients with chronic low back pain. Each participant had unique psychic dynamics, and they gave meaning to pain and treatment from their peculiar experience. However, the pain was perceived by participants as a sign that they have limits. The relationship established by the participants with their pain and its treatment is directly related to the way they deal with life. We concluded that both the low back pain by facet arthrosis changes the subjectivity and objectivity of the participants life, so do the way they deal with life interferes on their pain and treatment. The understanding of the dynamics of these patients may help the management of more effective treatments. Therefore there is the need to look at the human being affected by pain, not only at the pain that affects the human being. It is proposed that more research is done on this understanding, which will lead to a clinical practice that is concerned about the human being on his complex operation
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
paula1_me.pdf (1.68 Mbytes)
paula2_me.pdf (2.99 Mbytes)
Data de Publicação
2015-12-08
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.