• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2018.tde-28062018-145235
Documento
Autor
Nome completo
Christian Ingo Lenz Dunker
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 1991
Orientador
Banca examinadora
Otta, Emma (Presidente)
Bussab, Vera Silvia Raad
Falek, Jussara
Título em português
O lúdico e o agressivo na psicose infantil: contribuições da etologia a psicopatologia
Palavras-chave em português
COMPORTAMENTO ANIMAL
DISTÚRBIOS DO COMPORTAMENTO
TRANSTORNOS MENTAIS
TRANSTORNOS PSICÓTICOS
Resumo em português
Estudo observacional que descreve e analisa a ocorrencia dos comportamentos de agressao e brincadeira turbulenta em criancas psicoticas. Os ss sao 11 criancas, com idade entre 7 e 11 anos, de ambos os sexos, com diagnostico de psicose, frequentando instituicoes especializadas. Realiza 5 sessoes de observacao com cada crianca em situacao ludica, com duracao de 10 minutos cada, no local em que normalmente desenvolvem atividades recreativas. Utiliza contribuicoes da antropologia e da psicanalise na articulacao dos resultados. Verifica que os meninos interagem mais que as meninas; que entre as meninas e mais frequente a brincadeira turbulenta do que a agressao, ocorrendo o inverso com os meninos; ha modos preferenciais para a agressao (fisica) e para a brincadeira turbulenta. Constata oposicoes entre os dois comportamentos, tanto para padroes quanto para frequencia, cuja analise demonstra existir uma estrutura interna aos dois comportamentos, sugerindo uma relacao dialetica entre o simbolo e a imagem. Demonstra, parcialmente, a hipotese de que ha um predominio de linguagem iconica na psicose e que no interior dessa o comportamento se estrutura tal como essa linguagem, numa dialetica de ausencia e presenca e numa oposicao entre seus significantes comportamentais
Título em inglês
The play and the aggressive behavior in psychotical children: contributions from ethology to psychopathology
Palavras-chave em inglês
ANIMAL BEHAVIOR
BEHAVIOR DISORDERS
MENTAL DISORDERS
Resumo em inglês
Eleven children between de ages of seven and eleven diagnosed as psycotic were the subjects of na observational study. The research was looking for descriptions and ocurrences of the aggressive behavior and rough-and-tumble play. They were observed at two specialized institution. To the criteria of Blurton-Jones (1967) for rough -and-tumble new ones were added and also context variables were taken into account. Methodological problems linked to the question of the description in ethology and psychiatry were discussed as also the nosology tradition involved. Anthropological and psychoanalytical contributions were used on the articulation of results. It was verified that in general boys interact more than girls. Girls rough-and-tumble was more frequent than aggression. In the case of boys this differences did not appear. Boys are more aggressive than girls. Individual differences were great. There were preferential forms of aggression (physical) and of rough-and-tumble different for each sex. Oppositions shown between one and another behavior were found which refer to motor patterns and occurrences. This opposition was analysed to demonstrate an internal structure to both behavior which leads us to believe that a dialectical relationship exists between the symbol and the image. From this it suggested that behavior has the same structure as a language.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
dunker_me.pdf (13.49 Mbytes)
Data de Publicação
2018-06-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.