• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2008.tde-28042009-090554
Documento
Autor
Nome completo
Débora Regina Barbosa
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Queiroz, Renato da Silva (Presidente)
Bussab, Vera Silvia Raad
Farias, Francisco Ramos de
Leme, Maria Isabel da Silva
Miyazaki, Maria Cristina de Oliveira Santos
Título em português
Império do amor romântico: diferenças culturais e sexuais em casais de noivos no Brasil e na Itália.
Palavras-chave em português
Amor
Atitudes
Comportamento de apego
Diferenças interculturais
Diferenças sexuais (humano)
Satisfação
Resumo em português
Esta pesquisa comparou homens e mulheres de São Paulo e Roma em relação a estilos de apego, estilos de amor, crenças românticas e satisfação, verificando diferenças e similaridades em função do sexo e da cultura. Os participantes foram 117(n=234) e 164(n=328) casais de noivos, no Brasil e na Itália, com média de idade 28,7(SD=6,0) e 33,4(SD=5,9), respectivamente, sendo a maioria da amostra solteira, branca e de classe média. Em relação a padrões comportamentais masculinos e femininos no relacionamento, quase não foram encontradas diferenças entre Brasil e Itália. Nos dois países os homens tomaram a iniciativa para o primeiro encontro em aproximadamente 70% dos casos, os casais tiveram por volta de seis encontros antes do primeiro contato sexual, e em 50% dos casos o homem paga pela maior parte ou por todas as despesas do casal. Em relação ao estilo de apego foi encontrada uma diferença de sexo significante para o estilo Rejeitador, onde homens apresentaram maiores escores do que mulheres, nas duas culturas. Uma diferença cultural significante foi encontrada para os estilos Medroso e Preocupado, sendo que casais brasileiros apresentaram escores mais altos do que casais italianos. Quanto aos estilos de amor, os resultados mostraram o forte predomínio de Eros, com escores bastante altos em toda a amostra. Foram encontradas diferenças sexuais significantes para Estorge e Pragma, com mulheres apresentando maiores escores do que homens, e para Agape, em que homens obtiveram maiores escores do que mulheres. Diferenças culturais significantes também foram encontradas para Estorge, com casais brasileiros apresentando maiores escores do que casais italianos, e para Agape, com casais italianos apresentaram escores mais altos. Além disso, ocorreu um efeito de interação entre sexo e país para o estilo Ludus, que apresentou efeito de sexo somente no Brasil (homens brasileiros com escores significativamente maiores do que mulheres brasileiras), e efeito de cultura somente para os homens (homens brasileiros com escores significativamente mais altos do que homens italianos). Quanto à satisfação, todos os casais apresentaram escores totais bastante elevados e sem diferenças sexuais ou culturais significativas. Os resultados são discutidos em termos das teorias evolucionistas e sociais.
Título em inglês
Romantic Love Empire. Cross-cultural and sexual differences in engaged couples in Brazil and Italy
Palavras-chave em inglês
Attitudes
Intercultural differences
Love
Satisfaction
Sex differences (human)
The attachment behavior
Resumo em inglês
This research compares men and women from São Paulo and Rome related to adult romantic attachment, love-styles, romantic beliefs and satisfaction, with the goal to verify sexual and cultural differences and similarities. Participants were 117(n=234) and 164(n=328) engaged couples, and mean age was 28,7(SD=6,0) and 33,4(SD=5,9), in Brazil and Italy, respectively, and sample was predominant single, Caucasian, and middle social class. Regarding sex patterns in romantic relationships behavior no significant differences were found between Italy and Brazil. In both countries, men took initiative to the first date in around 70% of the cases; couples took approximately 6 dates before having sexual contact; and men paid for major part or for all couple expenses in 50% of the sample. Related to attachment styles was found significant sexual difference that men were more dismissing than women, in both cultures. A significant cultural difference was found for Fearful and Preoccupied styles, where Brazilians couples showed higher scores than Italians. Regarding love-styles results, a strong predomination of Eros was presented with very high scores in all sample. Significant sex differences were found for Storge and Pragma, where women showed higher scores than men, and for Agape, where men showed higher scores than women. Significant cultural differences were found for Storge, where Brazilians couples presented higher scores than Italians, and for Agape, where Italians couples scored higher than Brazilians. Indeed, for Ludus, an interaction effect between sex and country was found, with a sex difference only in Brazil (Brazilian men showed scores significant higher than Brazilian women), and occurred a cultural difference just for men (Brazilian men scored significantly higher than Italian men). Related to satisfaction, all couples presented very high total scores and with no significant differences for sex or culture. These findings are discussed in terms of evolutionist and social theories.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
teseempdf.pdf (695.51 Kbytes)
Data de Publicação
2009-07-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.