• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2019.tde-26022019-120239
Documento
Autor
Nome completo
André Paulo Correa de Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Otta, Emma (Presidente)
Bussab, Vera Silvia Raad
Muñoz, Patricia de Oliveira Lima
Osório, Ana Alexandra Caldas
Pereira, Yevaldo Lemos
Serra, Armando Luís
Título em português
Investigação experimental do Kindchenschema lorenziano: Preferência visual de portadores de Síndrome de Williams e Transtorno do Espectro Autista em resposta a imagens neotênicas faciais
Palavras-chave em português
Baby schema
Etologia
Eye-tracker
Kindchenschema
Neotenia
Síndrome de Williams
TEA
Resumo em português
A neotenia é um importante processo biológico-evolutivo que conserva traços fenotípicos do jovem no indivíduo adulto. A neotenia modifica a velocidade típica da ontogênese das características morfológicas compartilhadas pelos ancestrais. Essas mudanças podem representar oportunidades de mudanças fenotípicas dramáticas com poucas alterações genéticas, possibilitando alterações de estados especializados. O etólogo Konrad Lorenz reconheceu características neotênicas em humanos e algumas espécies de mamíferos na fórmula estrutural do corpo (principalmente da face) típica de infantes. Essa fórmula corpórea foi batizada por Lorenz de Kindchenschema. Os humanos típicos respondem quando observam traços infantis ativando uma resposta chamada de Efeito Kindchenschema (EK). Neste efeito verifica-se uma diminuição da agressividade, estimulação do cuidado parental e engajamento social. São raros os trabalhos de escaneamento do olhar em portadores de disfunções do neurodesenvolvimento, como a Síndrome de Williams (SW) e o Transtorno do Espectro Autista (TEA). O presente trabalho é o primeiro na literatura a investigar o escaneamento do olhar em portadores de SW e TEA usando estímulos faciais neotênicos de humanos e animais. Na presente investigação foram estudados 21 portadores de SW e 25 portadores de TEA, o grupo controle (GC) contou com 33 participantes. Encontramos uma correspondência entre os resultados declarados do estímulo preferido e o tempo de fixação. Os resultados mostraram que todos os participantes fixaram mais a região dos olhos de humanos e animais, sendo que o GC fixou mais tempo do que os portadores de SW e TEA. Foi possível separar usando o tempo de fixação nos olhos e HeatMaps os três grupos investigados. É viável a produção de um exame clínico auxiliar rápido e não-invasivo para indivíduos com suspeita de uma disfunção do neurodesenvolvimento. Talvez a região do nariz e boca sejam menos importantes e as orelhas mais importantes do que pensávamos nos estímulos neotênicos. Os estímulos mais neotênicos de infantes humanos e animais produziram um padrão semelhantes do tempo de fixação nos três grupos estudados. Esses resultados demonstram que portadores de SW e TEA respondem positivamente a estímulos faciais neotênicos. Sugerimos que as novas investigações na área incorporem também como variáveis faciais as orelhas, cor do cabelo e olhos, e simetria facial
Título em inglês
Experimental investigation of the lorenzian Kindchenschema: visual preference of Williams Syndrome patients and Autistic Spectrum Disorder in response to neotenic facial images
Palavras-chave em inglês
ASD
Baby schema
Etology
Eye-tracking
Kindchenschema
Neoteny
Williams Syndrome
Resumo em inglês
Neoteny is an important biological-evolutionary process that retains phenotypic traits of the young in the adult individual of a species. Neoteny modifies the typical ontogeny velocity of the morphological characteristics shared with the ancestors. These changes may represent opportunities for dramatic phenotype modifications with few genetic changes, allowing for alterations in specialized states. The ethologist Konrad Lorenz has recognized neotenic characteristics in humans and some species of mammals in the structural formula of the body (mainly of the face) typical of infants. This body formula was named by Lorenz Kindchenschema. Typical humans respond when they observe infant traits by activating a response called the Kindchenschema Effect (KE). In this effect, there is a decrease in aggressiveness, stimulation of parental care and social engagement. There is a paucity of eye scanning in individuals with neurodevelopmental disorders such as Williams Syndrome (WS) and Autistic Spectrum Disorder (ASD). The present work is the first in the literature to investigate the eye scanning in WS and ASD patients using neotenic facial stimuli of humans and animals. In the present investigation, 21 WS and 25 ASD participants were studied. The control group (CG) had 33 participants. We found a correspondence between the stated results of the preferred stimulus and the fixation time. The results showed that all the participants fixed more the region of the eyes of humans and animals, and the CG fixed more time than the WS and ASD participants. It was possible to distinguish, using the fixation time in the eyes and Heat Maps, the three groups. The production of a rapid and non-invasive auxiliary clinical examination is feasible for individuals suspected in presenting a neurodevelopmental dysfunction. Perhaps the nose and mouth areas are less important, and the ears are more important than previously considered with respect. The more neotenic stimuli of human and animal infants produced a similar pattern of fixation time in the three groups studied. This may represent a greater adaptive value than we thought of those with WS and ASD. We suggest that the new investigations can also incorporate facial variables as ears, hair color and eyes, and facial symmetry
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-03-11
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.