• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2014.tde-17032015-155135
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Sergio Dillon Soares Filho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Tomanari, Gerson Aparecido Yukio (Presidente)
Benvenuti, Marcelo Frota
Domeniconi, Camila
Schmidt, Andreia
Souza, Liane Dahás Jorge de
Título em português
Efeitos de diferentes contingências de reforço no estabelecimento de discriminações condicionais e na formação de classes de estímulos equivalentes
Palavras-chave em português
Contingências de reforço
Discriminação condicional
Equivalência de estímulos
Humanos
Resumo em português
As classes de equivalência de estímulos são produto das contingências de reforço. No entanto, as pesquisas têm utilizado apenas contingências de reforço positivo e investigado, na sua maioria, como eventos relacionados a um mesmo reforçador podem passar a compor uma mesma classe. O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito de diferentes contingências de reforço, positivo e negativo, no estabelecimento de discriminações condicionais na formação de classes de equivalência em humanos. Foram realizados dois experimentos. No Experimento I, 12 participantes treinaram simultaneamente 12 relações condicionais (AB e BC) utilizando três arranjos de contingência de reforçamento diferentes: reforçamento positivo (Ganhar/Manter), reforçamento negativo (Manter/Perder) e uma contingência mista de reforçamento negativo e positivo (Ganhar/Perder), seguidos de testes de formação de classes de equivalência. No Experimento I, os participantes expostos aos testes de equivalência acertaram todas as tentativas de teste. Estes resultados demonstram a possibilidade de formação de classes de equivalência em uma contingência de reforço negativo, porém um possível efeito de teto impede a comparação de cada contingência na formação de classes. No Experimento II, sete participantes foram expostos ao treino de 12 relações condicionais, com classes com um maior número de nódulos (AB, BC e CD) utilizando apenas duas contingências de reforço (Ganhar/Manter e Manter/Perder). Em ambos os experimentos, a sequência de aquisição das discriminações e o viés inicial produzido pelas contingências de reforço negativo sugerem um impacto diferencial da punição em relação ao reforçamento. Os resultados nos testes de equivalência sugerem que a formação de classes é menos provável quando utilizada uma contingência de reforço negativo em relação a de reforço positivo. Foi discutida a generalidade da formulação sobre formação de classes de equivalência, priorizando os padrões de controle de estímulos produzido pelas diferentes contingências. Ressalta-se a necessidade de maior investigação sobre quais os efeitos do uso de contingências aversivas no controle da resposta e mais especificamente no controle de estímulos
Título em inglês
Effect of different reinforcement contingencies on conditional discrimination acquisition and equivalence class formation
Palavras-chave em inglês
Conditional discrimination
Equivalence class formation
Humans
Reinforcement contingencies
Resumo em inglês
Equivalence classes are produced by reinforcement contingencies, however, research have used exclusively positive reinforcement and investigated mostly how events related to a same reinforcer may result in the formation a same class. The aim of this study was to evaluate how different reinforcement contingencies affect the acquisition of conditional discriminations and equivalence class formation in humans. Two experiments were conducted. In Experiment I, 12 participants learned 12 conditional relations (AB BC) under three different contingencies: positive reinforcement (Gain/Maintain), negative reinforcement (Maintain/Lose) and a mixed contingency (Gain/Lose). Equivalence class test were applied subsequently. In Experiment I, participants that underwent the equivalence tests performed correctly in all trials, although a roof effect might have prevented a proper comparison of the contingencies effect. In Experiment II, seven participants learned 12 conditional relations with more nodes (AB, BC e CD) and two reinforcement contingencies (Gain/Maintain and Maintain/Lose). In both experiments, the conditional discrimination acquisition sequence and the initial bias produced by the negative reinforcement contingency suggest a differential effect of punishment in relation to reinforcement. The equivalence test results suggest the possibility of equivalence class formation using a negative reinforcement contingency and indicate that equivalence classes are less probable using a negative reinforcement contingency than a positive reinforcement one. The generality of the equivalence class formulation was discussed emphasizing the investigation of stimuli control patterns produced by the contingencies. The lack of knowledge about stimulus control produced by aversive contingencies was highlighted
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
soares_corrigida.pdf (2.09 Mbytes)
Data de Liberação
2017-03-17
Data de Publicação
2015-03-18
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.