• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2015.tde-10082015-110633
Documento
Autor
Nome completo
Lucas Peternelli Corrêa dos Santos
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Mauro, Patricia Izar (Presidente)
Araújo, Arrilton
Chaline, Nicolas Gerard
Resende, Briseida Dogo de
Setz, Eleonore Zulnara Freire
Título em português
Parâmetros nutricionais da dieta de duas populações de macacos-prego: Sapajus libidinosus no ecótono cerrado/caatinga e Sapajus nigritus na Mata Atlântica
Palavras-chave em português
Dieta
Ecologia nutricional
Forrageamento
Macaco-prego
Nutrição
Primatologia
Resumo em português
A sobrevivência e o sucesso reprodutivo de um indivíduo estão diretamente relacionados à sua capacidade de atender à demanda por nutrientes e energia. Estudos em Ecologia Nutricional, que adotam o Modelo Geométrico para nutrição, evidenciam que, mais do que maximizar a ingestão de energia, os animais procuram regular a ingestão de múltiplos nutrientes de maneira independente, almejando um balanço específico entre esses nutrientes. Neste trabalho, empregamos análises de conteúdo nutricional e o Modelo Geométrico para investigar os parâmetros nutricionais da dieta de duas populações de macacos-prego (Sapajus spp.), em dois biomas distintos: Sapajus libidinosus, numa área de ecótono Cerrado/Caatinga, a Fazenda Boa Vista (FBV), no Estado do Piauí; e Sapajus nigritus, numa área de Mata Atlântica, o Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), no Estado de São Paulo. Estudos anteriores sugeriram que a qualidade e a disponibilidade dos alimentos explorados por S. libidinosus no semi-árido são superiores aos dos explorados por S. nigritus na Mata Atlântica. Porém, afirmações sobre a qualidade de dieta dependem de investigações sobre o balanço nutricional obtido pelo organismo e quais as estratégias nutricionais adotadas para atingir esse balanço. Assim, os objetivos desta tese foram (1) analisar as estratégias nutricionais de um grupo de Sapajus libidinosus na FBV e (2) comparar a qualidade nutricional da dieta dessa população com a da população de Sapajus nigritus do PECB. Foram analisadas amostras de 176 itens alimentares. Para estimar o consumo de nutrientes, foram realizados 134 focais contínuos diários em que foram registrados os itens alimentares consumidos pelo indivíduo e a quantidade ingerida. Os macacos da FBV regulam a ingestão de um balanço específico entre energia proteica e energia não proteica (advinda de lipídeos e/ou carboidratos), priorizando a ingestão de energia não proteica quando a disponibilidade desse nutriente nos itens alimentares diminui. Assumindo que o objetivo nutricional de S. nigritus é o mesmo de S. libidinosus, os resultados confirmaram a hipótese de que a qualidade da dieta na FBV é superior à do PECB, área em que os alimentos dos macacos apresentam menores concentrações de energia não proteica. O Modelo Geométrico para nutrição permitiu rever afirmações feitas em estudos anteriores de que na FBV a sazonalidade dos recursos mais consumidos não é um fator limitante para esses animais. Neste estudo, mostramos que há variações sazonais na qualidade nutricional dos alimentos, o que tem um impacto na ingestão de nutrientes pelos macacos da FBV
Título em inglês
Diet nutritional parameters of two populations of capuchin monkeys: Sapajus libidinosus in the ecotone Cerrado/Caatinga and Sapajus nigritus in an Atlantic Forest area
Palavras-chave em inglês
Capuchin monkeys
Diet
Foraging
Nutrition
Nutritional ecology
Primatology
Resumo em inglês
The survival and reproductive success of an individual are directly related to its ability to meet the demand for nutrients and energy. Studies in Nutritional Ecology, adopting the Geometric Framework for Nutrition, show that more than maximize energy intake, the animals seek to regulate the intake of multiple nutrients independently, targeting a specific balance between these nutrients. In this study, we used nutritional content analysis and the Geometric Framework to investigate the diet nutritional parameters of two populations of capuchin monkeys (Sapajus spp.) in two different biomes: Sapajus libidinosus in the ecotone Cerrado/Caatinga, at Fazenda Boa Vista (FBV) in Piauí state; and Sapajus nigritus in an Atlantic Forest area, at Parque Estadual Carlos Botelho (PECB), in São Paulo state. Previous studies suggest that the quality and availability of food exploited by S. libidinosus in the semi-arid region are higher than those of the exploited by S. nigritus in the Atlantic Forest. However, statements about diet quality depend on investigating the nutrient balance obtained by individuals and which nutrition strategies are adopted to achieve this balance. Therefore, the aims of this thesis were (1) to analyze the nutritional strategies of a group of Sapajus libidinosus in the FBV and (2) to compare the nutritional quality of the diet of this population with that of Sapajus nigritus in PECB. We analyzed samples of 176 food items eaten by the animals. To estimate nutrient daily intake, we conducted 134 continuous focal follows recording the item consumed and the amount ingested by individuals. The monkeys in FBV regulate the intake of a specific balance between protein energy and non-protein energy (lipids and / or carbohydrates), and prioritize non-protein energy intake when the availability of this nutrient in food items decreases. Assuming that the nutritional goal of S. nigritus is the same as S. libidinosus, the results confirmed the hypothesis that diet quality in FBV is superior than in PECB, where foods contain lower non-protein energy concentrations. The Geometric Framework allowed to review previous studies claims that in FBV seasonality of resources availability is not a limiting factor for these animals. In this study we have shown seasonal variations in the nutritional quality of foods, which impact nutrient intake by monkeys in FBV
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
santos_do.pdf (2.76 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.