• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2014.tde-07012015-093758
Documento
Autor
Nome completo
Teo Weingrill Araujo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2014
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Luiz Claudio Mendonca (Presidente)
Celes, Luiz Augusto Monnerat
Coelho Junior, Nelson Ernesto
Delouya, Daniel
Kupermann, Daniel
Título em português
Nas brechas do sistema: uma leitura da obra do psicanalista Ronald Fairbairn
Palavras-chave em português
Psicanálise
Ronald Fairbairn (1889-1965)
Teoria das relações de objeto
Resumo em português
O personagem principal da presente tese é William Ronald Dodds Fairbairn, psicanalista escocês que viveu entre 1889 e 1965 em Edimburgo, na Escócia e dedicou toda uma vida a mapear as repercussões das experiências traumáticas precoces no processo de constituição da estrutura psíquica. Fairbairn fez parte, junto com Winnicott, Balint e alguns outros, do que viria a ser conhecido dentro da tradição da psicanálise inglesa como Middle Group, ao mesmo tempo em que foi muito influenciado pelo pensamento kleiniano. Por ser alguém que vivia a milhas de distância dos principais centros de formação psicanalítica, produzia sua obra em relativo isolamento, proclamava-se como alguém que tornou superado o modelo teórico proposto por Freud e mesmo assim, continuava sendo reconhecido como psicanalista pelas instituições oficiais, Fairbairn ocupava um lugar único na cena psicanalítica da época. Na presente tese, buscamos dar o destaque devido para os singulares e refrescantes sentidos que Fairbairn confere à dimensão das forças libidinais, ao afirmar que o movimento primordial do humano não visaria o alivio das tensões, como propusera Freud, mas o estabelecimento de ligações amorosas com os objetos. Além disso, discutimos o modelo de mente proposto por Fairbairn, que incorpora em sua própria estrutura uma concepção do desenvolvimento inicial primitivo que não é encontrada nos escritos de nenhum dos principais teóricos da psicanálise do século XX (Ogden, 2010). Ao mesmo tempo em que damos o devido destaque para as grandes contribuições do autor à tradição psicanalítica, também nos propomos a garimpar as construções mais inacabadas dele sobre os processos intersubjetivos, que são muito pouco conhecidas, mas nem por isso são menos relevantes ou menos férteis. A partir disso, defendemos que o autor trouxe para a psicanálise, de modo rudimentar, contribuições originais sobre a brincadeira e a arte. Também se permitiu recriar o setting psicanalítico de modo a adaptá-lo às necessidades emocionais de seus pacientes. Lançou novas luzes para a discussão sobre a experiência de perda e o sentimento de culpa. Propôs, a partir de sua experiência pessoal, um novo modo de compreender a repercussão das experiências traumáticas na relação do sujeito com o seu corpo. A nosso ver, ao enfatizarmos as construções mais rudimentares da obra de Fairbairn, que surgem nas brechas do grande sistema teórico que ele estava construindo, o nosso esforço é de criar um autor muito menos sólido do que ele se pretendia, muito menos consolidado. Esse trabalho de criar um autor nos exigirá um esforço detido de leitura de todo e qualquer texto de Fairbairn, principalmente daqueles que pareçam menos relevantes, de modo que a nossa tarefa será a de criar um autor que, paradoxalmente, sempre esteve lá, a espera de ser criado
Título em inglês
Into the system´s breach: reading the work of the psychoanalyst Ronald Fairbairn
Palavras-chave em inglês
Object relations theory
Psychoanalysis
Ronald Fairbairn (1889-1965)
Resumo em inglês
The main character of this work is William Ronald Dodds Fairbairn, a psychoanalyst who lived between 1889 and 1965 in Edinburgh, Scotland and who devoted a lifetime to describe the impact of early traumatic experiences in the formation process of the psychic structure. Together with Winnicott and Balint, Fairbairn was a member of what would be known as the Middle Group in the British psychoanalytic tradition. At the same time, he was influenced by Kleins ideas. Fairbairn occupied a unique place in the psychoanalytic scene because he was someone who lived miles away from his colleagues, who produced his work in relative isolation, who used to proclaim himself as the one who surpassed Freud and, despite all this, he was still recognized as a psychoanalyst by the official institutions. Throughout the present work, we highlight the unique and refreshing meaning proposed by the author to the libido forces, according to which the primary human intention is not to seek relief from tension, as proposed by Freud, but to establish affectionate bonds with objects. Beside this, we discuss the model of the mind proposed by Fairbairn, which incorporates into its very structure a conceptualization of early psychic development that is not found in the writings of any other major 20th century psychoanalytic theorist (Ogden, 2010). Inasmuch as we intend to shed light on the great contributions of the author to the psychoanalytic tradition, we endeavor to research his unfinished and very unknown constructions about the intersubjective processes, which are equally relevant and fertile. From this, we argue that the author brought to psychoanalysis original contributions to playing and arts. He also recreated the psychoanalytic setting in order to adapt it to his patients emotional needs. He cast new light on the discussion about the experiences of loss and guilt. He proposed a new way of understanding the impact of traumatic experiences on the subject's relation to his body. In our view, by emphasizing the most rudimentary constructions of Fairbairn´s work that arise in the gaps of the great theoretical system he was building, our effort is to create an author less solid and consolidated than he intended to be. This work of creating an author will require from us an effort of reading carefully all of Fairbairn´s texts, especially those that seem less relevant, so our task will be to create an author who has always been there, waiting to be created
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
araujo_do.pdf (1.13 Mbytes)
Data de Publicação
2015-01-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.