• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2015.tde-30092015-124754
Documento
Autor
Nome completo
Marilia Vieira Marques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Loffredo, Ana Maria (Presidente)
Miranda, Marina Ramalho
Moretto, Maria Livia Tourinho
Título em português
Aproximações psicanalíticas da dependência química: do que se trata?
Palavras-chave em português
CAPS-AD 10
Dependência química
Psicanálise
Tratamento
Resumo em português
Este trabalho, com origem na clínica institucional do Centro de Atenção psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) e a ela destinada, tem como intuito principal oferecer a possibilidade de reflexão a respeito de aspectos do funcionamento psíquico do toxicômano, de hipóteses sobre o desenvolvimento infantil de um dependente químico e de modos como estes aspectos se reeditam na relação transferencial-contratransferencial. Desde o início da produção teórica de Freud, a dependência química é objeto da investigação psicanalítica, embora ele não tenha realizado estudos específicos voltados a essa forma de sofrimento psíquico. Olievenstein, referência francesa no tratamento da dependência química, afirmou que, no desenvolvimento de sujeitos toxicômanos, não existe uma infância específica, mas certo trauma comum a todos. Esta hipótese, fundamental para o presente estudo, reconstrói os primeiros momentos identificatórios do adicto, em referência ao estádio do espelho lacaniano. A partir da vivência com pacientes de CAPS-AD pude apreender aspectos das manifestações referenciadas ao estádio do espelho partido, ao se atualizarem no âmbito da relação terapêutica, fosse diretamente comigo, como psicanalista, ou com a instituição. Por meio da contratransferência e a compreensão do afeto que dela parta, o analista pode dar novos contornos e suporte para a manifestação transferencial, viabilizando o apoio para a reparação de experiências que não encontraram via de simbolização anteriormente. É justamente a decifração desses processos que legitima e especifica o lugar da psicanálise em instituições como os CAPS-AD
Título em inglês
Psychoanalytic Chemical Dependency Approaches
Palavras-chave em inglês
CAPS-AD
Chemical Dependency
Psychoanalysis
Treatment
Resumo em inglês
This work, which has its institutional origins on the work and observations I developed at the Psychosocial Attention Center Alcohol and Drugs (CAPS AD) clinic and aims at supporting clinical work, reflects on the aspects of the psychic functioning of the drug addict, hypotheses on the development of a child drug addict and ways the psychic aspects observed repeat in the transference-countertransference relationship. Addiction is the object of psychoanalytic investigation since the early theoretical work of Freud, although Freud himself has not conducted specific studies regarding this form of psychological distress. Olievenstein, French reference in the treatment of chemical addictions, found that drug addict subjects do not present one similar type of childhood development, but do have in common one type of trauma: the Broken Mirror Stag a development from the Lacanian Mirror Stage. This hypothesis - the presence of a common trauma - is fundamental for this study since it elucidates the first identificatory moments of an addict. From the experience with CAPS - AD patients and through the the therapeutic relationship, I could learn aspects of the manifestations referred as the broken mirror stage. Through the countertransference and understanding the affection that might originate from this phenomenon, the analyst can give a new shape and support for the manifestation of transference, enabling support for repairing experiences that have not found healing through previous symbolizations. It is precisely the deciphering of these processes that legitimizes and specifies the place of psychoanalysis in institutions like the CAPS -AD
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
marques_me.pdf (781.28 Kbytes)
Data de Publicação
2015-09-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.