• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2008.tde-28012009-094602
Documento
Autor
Nome completo
Paulo Francisco de Castro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Custodio, Eda Marconi (Presidente)
Alves, Irai Cristina Boccato
Nascimento, Regina Sonia Gattas Fernandes do
Souza, Maria Abigail de
Yazigi, Latife
Título em português
Caracterização da personalidade de pacientes com Transtorno de Pânico por meio do Método de Rorschach: contribuições do sistema compreensivo
Palavras-chave em português
Avaliação psicológica
Distúrbio do pânico
Psicopatologia
Teste de Rorschach
Testes Psicológicos
Resumo em português
A presente pesquisa teve como objetivo caracterizar os elementos de personalidade de pacientes com transtorno de pânico a partir dos dados obtidos pelo Método de Rorschach, segundo o sistema compreensivo. Em linhas gerais, o transtorno de pânico pode ser caracterizado pela vivência recorrente de ataques de pânico, em virtude de crises agudas de ansiedade, onde o indivíduo passa por um mal-estar intenso e uma sensação iminente de perigo e ou morte. Participaram do estudo 60 colaboradores divididos igualmente em quatro grupos: pacientes com pânico do sexo feminino, pacientes com pânico do sexo masculino, não pacientes do sexo feminino e não pacientes do sexo masculino. Os participantes do grupo de não pacientes foram avaliados pelo Questionário de Saúde Geral para verificação de seu estado geral de saúde mental e todos os colaboradores submeteram-se ao Método de Rorschach, conforme as especificações técnicas do sistema compreensivo. As respostas foram codificadas por juízes independentes e os índices obtidos foram submetidos à análise estatística por meio do teste de Kruskal-Wallis e do teste post-hoc de Dunn, comparando-se os quatro grupos. Os resultados com diferença estatisticamente significativa apresentados para os colaboradores com transtorno de pânico foram os seguintes: presença do Índice de Depressão (p = 0,009), indicando depressão e sintomas depressivos ou algum tipo de transtorno afetivo; rebaixamento do Índice Lambda (p = 0,008), demonstrando dificuldade na discriminação entre informações importantes e irrelevantes; predomínio de cor acromática e sombreados na Experiência de Base (p = 0,010), caracterizando dor e sofrimento psíquicos em demasia, além de aumento da tensão interna; elevação da Estimulação Sentida (p 0,001), indicando uma vivência de extrema irritação, desconforto e incômodo internos; rebaixamento da Nota D (p 0,001), que revela grande vivência de estresse, associado à falta de recursos internos para enfrentá-lo; elevação das determinantes de sombreado com característica de difusão (p 0,001), que indica extremo desconforto emocional, sofrimento interno e desamparo emocional; elevação de determinantes mistos de cor e sombreado (p = 0,004), que propõe vivências afetivas carregadas de ambivalência e sofrimento e perturbação afetiva; predomínio das respostas empobrecidas de conteúdo humano (p = 0,011), que demonstra dificuldade de adaptação nas relações sociais; rebaixamento das respostas de movimento cooperativo (p = 0,006), revelando dificuldade em estabelecer vínculos positivos e construtivos com outros indivíduos. Em síntese, os aspectos de personalidade observados nos colaboradores com pânico mostram tratar-se de indivíduos que internamente apresentam grande sofrimento psicológico, tensão interna e dificuldades afetivas; não possuem recursos de enfrentamento das situações estressantes e ansiógenas, levando-os a dificuldade de relacionamento adequado. Os quadros de pânico são decorrentes dessa estrutura frágil e comprometida. Embora os dados sejam conclusivos, existe a necessidade de constantes investigações para a melhor compreensão desse quadro psicopatológico que tanto causa sofrimento em seus portadores.
Título em inglês
Characterization of the personality of patients with panic disorder as assessed by the Rorschach Method: contributions of the comprehensive system
Palavras-chave em inglês
Panic disorder
Psychological assessment
Psychological tests
Psychopathology
Rorschach Test
Resumo em inglês
The objective of this research was to characterize the personality elements of patients with panic disorder from data obtained by the Rorschach Method following the comprehensive system. In general terms, the panic disorder can be characterized by the repeated experience of panic attacks due to acute anxiety, in which the individual suddenly develops a severe discomfort or fear of danger and or death. 60 subjects participated in the study, equally divided into four groups: female patients with panic, male patients with panic, female nonpatients and male nonpatients. The nonpatient group was assessed through the General Health Questionnaire for a general mental health assessment, and all subjects were submitted to the Rorschach Method, following the comprehensive system technical specifications. The responses were codified by independent raters and the indices obtained were subjected to statistical analysis using the Kruskal-Wallis test followed by Dunns post-hoc test, comparing the four groups. The results with statistically significant difference presented regarding subjects com panic disorder were the following: presence of Depression Index (p = 0.009), indicating depression and depressive symptoms or some kind of affective disorder; lower Lambda (p = 0.008), showing difficulty to distinguish between important and irrelevant information; prevalence of achromatic and shading colors in the Experience Base (p = 0.010), characterizing overwhelming psychic pain and suffering, in addition to increased inner stress; higher Experienced Stimulation (p 0.001), showing an experience of extreme inner irritation, discomfort and uneasiness; lower D Score (p 0.001), showing great stress experience associated with lack of inner coping resources; increase in the shading with diffusion feature determinants (p 0.001), indicating extreme emotional discomfort, inner suffering and emotional helplessness; increase in mixed color and shading determinants (p = 0.004), suggesting affective experiences full of ambivalence and suffering and affective disturbance; predominance of impoverished human content responses (p = 0.011), showing difficulty in adapting to social relationships; fewer cooperative movement responses (p = 0.006), showing difficulty in establishing positive and constructive bonds with other individuals. In summary, the personality aspects observed in the subjects with panic show they are individuals presenting deep psychological suffering, inner tension and affective difficulties; they lack coping resources to handle stressful and anxious situations, leading them to difficulty in proper interpersonal relationship. The panic disorder results from this fragile and vulnerable structure. Although data is conclusive, permanent investigation is necessary in order to better understand this psychopathologic condition that causes so much pain to those who suffer from it.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
castropf_do.pdf (300.32 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-02
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.