• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2005.tde-23052006-164724
Documento
Autor
Nome completo
Lilian Domingues Graziano
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2005
Orientador
Banca examinadora
Leme, Maria Isabel da Silva (Presidente)
Ciampa, Antonio da Costa
Ferreira, Ricardo Franklin
Silva, Dirceu da
Taille, Yves Joel Jean Marie Rodolphe de La
Título em português
A felicidade revisitada: um estudo sobre bem-estar subjetivo na visão da psicologia positiva
Palavras-chave em português
bem-estar subjetivo
felicidade
local de controle interno-externo
psicologia positiva
Resumo em português
Pautada no modelo médico, a Psicologia tem direcionado seus esforços científicos muito mais para o estudo dos aspectos disfuncionais do indivíduo do que para suas potencialidades. Isso gerou um desequilíbrio no campo de estudos dessa ciência que, ao focalizar sua atenção quase que exclusivamente nos problemas humanos, acabou por deixar que temas, como a Felicidade, fossem apropriados pela chamada literatura de auto-ajuda. A partir do referencial teórico da Psicologia Positiva, este estudo busca compreender a felicidade humana a partir de uma abordagem científica, o que julgamos fundamental para a construção de um corpo teórico consistente sobre o tema e capaz de auxiliar no desenvolvimento de programas de saúde mental de caráter preventivo. Sendo assim, investigamos a relação entre felicidade e lócus de controle numa amostra de 106 sujeitos universitários utilizando-nos, para tanto da Correlação de Spearman e do Teste de Kruskal-Wallis. Os resultados indicaram que quanto maior o lócus de controle interno dos sujeitos pesquisados, maior também seus níveis de felicidade.
Título em inglês
Happiness revisited: a study on subjective well-being according to positive psychology
Palavras-chave em inglês
happiness
internal external locus of control
positive psychology
subjective well-being
Resumo em inglês
Developed around the medical model, Psychology has directed its scientific efforts principally toward the study of the dysfunctional aspects of human behavior rather than toward the potential of the individual. This has created a disequilibrium in the field of study of this science which by focusing its attention almost exclusively on human problems has relegated themes such as Happiness to the so-called self-help literature. Based on the theoretical reference of Positive Psychology, this study seeks to understand Human Happiness from a scientific point of view. We judge this approach fundamental to the construction of a body of theory consistent with the theme and capable of helping in the development of preventive mental health programs. Therefore, we research the relationship between happiness and control "locus" in a sample of 106 university students, using the Spearman Correlation and the Kruskal-Wallis test. The results indicate that the greater the internal control locus of the individuals studied, the greater their level of personal happiness.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
doutoradoIntegral.pdf (742.08 Kbytes)
Data de Publicação
2006-05-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.