• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2018.tde-19072018-124308
Documento
Autor
Nome completo
Rosemary Peres Miyahara
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Endo, Paulo César (Presidente)
Costa, Andre Oliveira
Costa, Claúdio Hortêncio
Cromberg, Renata Udler
Rosa, Miriam Debieux
Título em português
Abuso sexual de crianças e adolescentes: um estudo psicanalítico sobre o trabalho de escuta aos sujeitos envolvidos na trama incestuosa
Palavras-chave em português
Abuso sexual
Crianças e adolescentes
Escuta psicanalítica
Incesto
Resumo em português
Esta pesquisa versa sobre o incesto, qual seja, o abuso sexual de crianças e adolescentes que acontece no ambiente familiar. Tem como propósito o aprofundamento reflexivo sobre a escuta aos sujeitos envolvidos na trama incestuosa, tendo em vista o aprimoramento das práticas profissionais na área. Para tanto, empreende um percurso de estudos com referenciais da Psicanálise embasados nas formulações fundadoras de Freud, Ferenczi e Lacan, numa profícua interlocução com comentadores como Piera Aulagnier, Abraham e Torok, Françoise Dolto, entre outros. A trajetória das discussões parte das elaborações teóricas sobre sexualidade infantil e interações parentais, a interdição ao incesto como fundamento da cultura, a dimensão traumática da interação sexual abusiva, perpassa os liames da transmissão psíquica e desdobra-se no enfoque sobre aquele que figura no lugar de autor da agressão sexual. Nesta vertente, a centralidade do debate aborda, num primeiro momento, a perversão como estrutura e a densidade de seus elementos constitutivos, como a recusa à castração, o desafio à lei, a dinâmica sadomasoquista e o mecanismo do desmentido. Num segundo momento, a atenção se volta para a perversão como uma nova modalidade de laço social. A partir daí, o campo de estudo se abre para o entendimento do que tem se configurado como a mais frequente casuística no trabalho com a escuta dessas situações: o sujeito neurótico capturado numa montagem social perversa. A autora, tomando como eixo norteador do presente estudo o material empírico de sua práxis na supervisão ao atendimento da família envolvida na trama incestuosa, tece como considerações finais que o aprimoramento do trabalho de escuta precisa, necessariamente, passar pelo conhecimento das dinâmica psíquicas e sociais que geram e mantém a dinâmica familiar abusiva e que a Psicanálise e o espaço de supervisão são estratégias de excelência na consecução deste objetivo
Título em inglês
Sexual abuse of children and adolescents: a psychoanalytic study on the work of listening to the people involved in the incestuous plot
Palavras-chave em inglês
Children and adolescents
Incest
Psychoanalytic listening
Sexual abuse
Resumo em inglês
This study refers to incest, which is, the sexual abuse of children and adolescents that happens in the family environment. Its purpose is a deepening reflection on listening to all people involved in the incestuous plot, in order to improve professional practices in the area. Therefore, it undertakes a course of studies with references of Psychoanalysis based on the founding formulations of Freud, Ferenczi and Lacan, in a successful communication with commentators such as Piera Aulagnier, Abraham and Torok, Françoise Dolto, among others. The trajectory of the discussions starts from a theoretical preparation of the child sexuality and parental interactions, the interdiction on incest as the foundation of culture, the traumatic dimension of abusive sexual interaction, goes beyond the boundaries of psychic transmission and unfolds in the focus of the one who appears in the place of the author of the sexual aggression. In this aspect, the centrality of the debate deals, in a first moment, with perversion as structure and the density of its constitutive elements, such as refusal to castrate, challenge to the law, sadomasochistic dynamics and mechanism of denial. In a second moment, attention turns to perversion as a new mode of social bonding. From then on, the field of study opens up to the understanding of what has been configured as the most frequent casuistry in the work with the listening to these situations: the neurotic individual captured in a perverse social setup. The author, building her studies on the empirical material of her praxis in supervising the care of the incestuous family, makes as her final considerations that improvement on the work of listening must, necessarily, pass through knowledge of psychic and social dynamics which generate and maintain the abusive family dynamics and that the Psychoanalysis and the supervisory space are strategies of excellence in achieving this goal
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2018-07-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.