• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2008.tde-15122008-124407
Documento
Autor
Nome completo
Francine Guerra de Luna
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Macedo, Lino de (Presidente)
Ferraz, Osvaldo Luiz
Taille, Yves Joel Jean Marie Rodolphe de La
Título em português
A (in) disciplina em oficina de jogos
Palavras-chave em português
Construtivismo
Disciplina
Jogos
Piaget- Jean - 1896-1980
Resumo em português
A presente pesquisa pretendeu estudar a questão da indisciplina/disciplina em oficinas de jogos, tendo como objetivo identificar ações de indisciplina em crianças nestes contextos. O estudo foi feito no Laboratório de Psicopedagogia (LaPp), do Departamento de Psicologia da Aprendizagem, do Desenvolvimento e da Personalidade, do Instituto de Psicologia, da Universidade de São Paulo. Foram observadas ao longo de um ano e meio (2005-2006), três crianças: duas com 10 anos e uma, 11 anos. Caracterizamos do ponto de vista conceitual os aspectos de disciplina (atenção / concentração, respeito e persistência) e indisciplina (desatenção / dispersão, desrespeito, trapaça e desistência) tanto numa perspectiva teórica como numa perspectiva prática (entrevistando profissionais deste Laboratório). Desta forma, as observações relativas à indisciplina das crianças foram analisadas pelas categorias de: desatenção/dispersão, desrespeito às regras dos jogos ou atividades, desrespeito às regras da oficina, desrespeito aos colegas, trapaça e desistência. Como resultados, verificamos que as atitudes mais observadas nos três sujeitos foram de desrespeito e a menos observada de trapaça; em relação à freqüência das ações de indisciplina de cada criança, pudemos verificar que dois dos sujeitos observados (C2 e C3) agiram com relativa indisciplina no primeiro semestre, aumentaram as ações de indisciplina no segundo semestre e reduziram drasticamente essas ações no terceiro semestre. C1 manteve praticamente a mesma quantidade de ações indisciplinadas no primeiro e segundo semestre, mas também as reduziu drasticamente no terceiro semestre. Ao final (terceiro semestre), as três crianças estavam mais familiarizadas com o sistema de regras e, de uma maneira geral, passaram a atribuir valor ao fato de triunfarem nas tarefas propostas, buscaram melhorar seus desempenhos e expandir a si próprias (com valores positivos), e, conseqüentemente, agiram com menos indisciplina. Discutimos que os jogos são excelentes meios para se observar o prejuízo das ações de indisciplina. Consideramos estas ações negativas, porque dificultam a realização bem sucedida das atividades pretendidas. Por fim, verificamos que as oficinas de jogos constituem um espaço no qual, além de as crianças ampliarem seus recursos cognitivos, são desenvolvidas atitudes favoráveis à aprendizagem, que requerem, dentre outros, o desenvolvimento de ações de disciplina.
Título em inglês
(In) Discipline in games workshops
Palavras-chave em inglês
Construtivism
Discipline
Games
Piaget- Jean - 1896-1980
Resumo em inglês
This research intended studying the indiscipline/discipline issue in games workshops, aiming the identification of childrens indiscipline actions in those contexts. The study was carried out at the Psycho-pedagogic Laboratory (Laboratório de Psicopedagogia (LaPp)), at the Department of Learning Psychology and Personality Development, in the Institute of Psychology at the University of Sao Paulo. Three children, two with 10 years old and one with 11 years old, were observed along one and a half year (2005-2006). From the conceptual point of view, the discipline aspects (attention/concentration, respect, and persistency), and indiscipline (lack of attention/concentration, dispersion, disrespect, cheating, and quitting) were characterized, both in a theoretical perspective and in a practical perspective (interviewing the aforementioned laboratorys professionals). This way, the observations regarding the childrens indiscipline were analyzed according to the following categories: attention deficit/dispersion, disrespect to the rules of the game or activity, disrespect to the workshops rules, disrespect to colleagues, cheating, and quitting. As a result, we verified that the attitude most often observed in the three subjects was disrespect and the least present attitude was cheating; regarding the frequency of indiscipline actions in each child, we were able to substantiate that two of the observed subjects (C2 e C3) acted with relative indiscipline in the first semester, built up indiscipline actions in the second semester and drastically lessened those actions at the third semester. C1 not only kept practically the same amount of indiscipline actions in the first and second semesters, but also reduced them dramatically at the third semester. At the end (third semester), the three children became familiarized with the set of rules and, in general, seemed to value the fact that they were fulfilling the proposed tasks, seeking to improve their performance and expand themselves (with positive values), and, consequently, acting with less indiscipline. We point out that games are an excellent way to observe the harm of indiscipline actions. We find these actions hindering, for they obstruct the realization of successful intended activities. Last, we concluded that games workshops constitute an opportunity for children to broaden their cognitive resources, developing attitudes that foster learning, which also leads to the development of discipline actions, among other favorable aspects.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
luna_me.pdf (591.07 Kbytes)
Data de Publicação
2009-04-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.