• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2006.tde-15022007-220155
Documento
Autor
Nome completo
Santina Rodrigues de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2006
Orientador
Banca examinadora
Freitas, Laura Villares de (Presidente)
Gouvêa, Alvaro de Pinheiro
Sant'Anna, Paulo Afrânio
Título em português
Reflexões sobre a materialidade numa abordagem imagético-apresentativa : narrativa de um percurso teórico e prático à luz da psicologia analítica
Palavras-chave em português
arte-terapia
imagem
imaginação
materialidade
psicologia junguiana
psicoterapia de grupo
Resumo em português
A dissertação narra o percurso da pesquisadora em torno do conceito “materialidade”, a fim de discutir e ilustrar uma proposta de abordagem imagético-apresentativa, à luz da psicologia analítica. O conceito é cotejado com termos correlatos utilizados por autores que também se ocuparam do tema, como Gaston Bachelard, Alvaro Gouvêa e outros mais alinhados ao pensamento de D. W. Winnicott. Explora, também, aproximações e distanciamentos semânticos em relação a termos similares, como “matéria” e “matéria-prima”, para especificar o sentido atribuído à materialidade neste trabalho. A discussão avança com a apresentação de alguns conceitos da psicologia analítica, principalmente sobre a consciência e o aspecto dinâmico da psique na concepção de C. G. Jung. Além disso, tece considerações sobre o processo de individuação numa perspectiva alquímica, tomando a materialidade como uma opus cum natura. A seguir, apoiada em conceitos de James Hillman, propõe o resgate da noção de anima mundi e aisthesis para fundamentar o aspecto apresentativo da materialidade numa relação dialética com a consciência. Preocupa-se em questionar a postura interpretativa em relação à materialidade, quando tomada em termos exclusivamente representacionais, e retoma o método proposto por Jung – pautado numa postura fenomenológica frente às imagens psíquicas – para sustentar a abordagem imagético-apresentativa, diferenciando-a das práticas de terapia com arte ou arteterapia, que abordam a materialidade como recurso expressivo. A dissertação também faz uma breve incursão no tema “processo grupal” no campo da psicologia analítica, uma vez que são utilizados relatos de sessões de um grupo terapêutico-vivencial para ilustrar a discussão. Embora não proponha um estudo de caso do grupo, identifica alguns temas que se constelaram no atendimento. Finalmente, aponta transformações observadas simultaneamente no grupo e na identidade da pesquisadora – que culminaram na elaboração de uma nova proposta de abordagem da materialidade no setting individual e/ou grupal, aqui denominada imagético-apresentativa.
Título em inglês
Reflections on materiality in an imagetical-presentative approach : narrative of a theoretical and practical path in the light of the analytical psychology
Palavras-chave em inglês
art therapy
group psychotherapy
imagery
imagination
junguian psychology
materiality
Resumo em inglês
This dissertation relates the path followed by the researcher around the notion of “materiality” in order to discuss and illustrate an imagetical-presentative approach in the light of the Analytical Psychology. This notion is compared to correlative terms used by authors that also worried about it, like Gaston Bachelard, Alvaro Gouvêa and others closer to Winnicott´s thoughts. It also explores semantic similarities (approximations) and differences that refer to some similar terms like “material” and “raw-material” in order to specify the meaning attributed to “materiality” in this research. The discussion moves forward to the presentation of some notions in the Analytical Psychology field – mainly about consciousness and the dynamic aspect of the psyche, according to C.G.Jung. Besides, the research makes some considerations about the individuation process under an alchemical perspective, taking “materiality” as an "opus cum natura". Afterwards, supported by James Hillman, it proposes the recuperation of "anima mundi" and "aisthesis" notions in order to sustain the presentative aspect of materiality in a dialectical relation with the consciousness. The research aims at questioning the interpretative posture related to materiality when taken exclusively as representational terms and reviews the method proposed by Jung, under a phenomenological point of view towards the psychic images in order to support the proposal of an imagetical-presentative approach, distinguishing it from the therapy practices with arts or art therapy – that consider materiality as an expressive resource. It also makes an incursion in the topic “group process” in the Analytical Psychology field – as some reports of sessions of an experiential group are used in order to illustrate the discussion. Although it does not propose a case study of the group, this dissertation identifies some topics that were constellated throughout the sessions. Finally, this research points transformations observed simultaneously in the group and in the identity of the researcher that ended up in the elaboration of a new proposal towards materiality in the individual/group setting – that here is called imagetical-presentative.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2007-04-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2014. Todos os direitos reservados.