• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.47.2011.tde-14062011-163149
Documento
Autor
Nome completo
Caio Parada Cabral
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Lomonaco, Jose Fernando Bitencourt (Presidente)
Batista, Cecília Guarnieri
Nunes, Sylvia da Silveira
Título em português
Avaliação de um recurso técnico na aprendizagem de conceitos por crianças cegas: um estudo exploratório
Palavras-chave em português
Deficiente visual
Desenhos em relevo
Formação de conceitos
Resumo em português
O objetivo desta pesquisa foi investigar os efeitos da utilização de um recurso técnico, o desenho em alto relevo, no processo de aquisição e reconhecimento de conceitos por crianças com deficiência visual em dois aspectos: (a) verificar a efetividade do recurso técnico em transformar estímulos não acessíveis aos sentidos das pessoas cegas em acessíveis; e (b) identificar mudanças significativas na percepção dos atributos definidores destes conceitos após treinamento com desenhos em relevo. Participaram da pesquisa cinco crianças e adolescentes com deficiência visual, portadores de cegueira congênita e adquirida, com idades entre 9 e 17 anos, matriculados em uma sala de recursos de uma escola estadual da cidade de São Paulo. Foram escolhidos para a investigação oito conceitos espontâneos que, apesar de serem conhecidos pelos sujeitos, não são de fácil apreensão para a pessoa cega. O procedimento foi realizado em três etapas: pré-teste, treinamento e pós-teste. No pré-teste o pesquisador realizou uma entrevista de aproximadamente 30 minutos com cada sujeito, na qual solicitou aos sujeitos que, primeiramente, definissem verbalmente os conceitos apresentados e, após as definições verbais, que desenhassem os exemplos dos conceitos. Na etapa de treinamento foram realizadas três sessões individuais com cada sujeito, nas quais o pesquisador apresentou modelos de desenhos em relevo referentes aos conceitos investigados anteriormente e os orientou na produção de desenhos que pudessem representar suas ideias a respeito destes conceitos. A etapa do pós-teste seguiu o mesmo procedimento do pré-teste. Solicitou-se ao sujeito definições verbais e desenhos de exemplos dos oito conceitos pesquisados. Todas as sessões foram realizadas na sala de recursos de uma escola estadual, durante o horário letivo. O material utilizado para a produção dos desenhos em relevo foi uma prancha de madeira revestida com uma tela de fios entrelaçados e uma caneta, sem tinta, com ponta de metal. As entrevistas foram registradas por um gravador eletrônico de áudio e filmadas com câmera digital, mediante autorização dos responsáveis legais dos sujeitos. As respostas verbais foram transcritas e os desenhos copiados digitalmente. O material foi organizado de acordo com a lista de conceitos e avaliado por três juízes convidados, que atribuíram notas de 1 a 5 às definições verbais e aos desenhos das etapas de pré e pós-teste. Os resultados foram analisados comparando-se as médias aritméticas atribuídas pelos juízes ao material produzido pelos sujeitos nas etapas de testagem. Observaram-se as mudanças na qualidade das definições verbais e dos desenhos após o período de treinamento. Em função do reduzido número de sujeitos de pesquisa, os dados foram discutidos com considerando as mudanças que cada sujeito apresentou em relação a si mesmo. Os resultados demonstraram que os sujeitos apresentaram melhorias mais significativas nas definições verbais dos conceitos do que nas representações gráficas. Assim sendo, é sugerido que a utilização dos desenhos em relevo pareceu favorecer mais o desenvolvimento da linguagem oral do que à expressão gráfica em si
Título em inglês
Evaluation of a technical resource in blind childrens concept learning: an exploratory study
Palavras-chave em inglês
Concept formation
Embossed drawings (engravings)
Visual disabled
Resumo em inglês
The objective of this research was to investigate the effects of using a technical resource, namely embossed drawing or engraving, in the process of acquisition and recognition of concepts by visually impaired children. In this process, there are two main points: (a) verifying the effectiveness of a technical resource in transforming stimuli that are inaccessible to the senses of blind people into accessible ones; and (b) identifying significant changes in the perception of the defining attributes of such concepts after training with embossed drawings or engraving. This work had five research subjects. There were five visually impaired children and adolescents, with congenital or acquired blindness, aged 9 to 17, and enrolled in a school with a resource classroom in São Paulo city. Eight spontaneous concepts were chosen for investigation, taking into consideration that even though such concepts are known by the subjects, they are not readily comprehensible to the blind. The experimental design consisted of three phases: pre-test, training, and post-test. In the pre-test, the researcher interviewed each subject for approximately 30 minutes, asking them to first define the concepts presented verbally, and after such verbal definitions, to draw examples of the concepts. In the training stage, there were three individual sessions with each subject, in which the researcher presented models of engravings and embossed drawings referring to the concepts previously investigated, and guided them in the production of drawings that could represent their ideas on the concepts. In the post-test stage, it was carried out the same procedure as the pre-test. Subjects were asked to provide verbal definitions and drawings of examples of the eight concepts that were studied previously. All sessions were held in the resource room of the state school during school hours. The materials used for producing embossed drawings were a wooden pad covered with a fabric screen made of interwoven threads, and an inkless pen with a metal tip. With the consent of the childrens custodian, the interviews were recorded by an electronic audio device and filmed with a digital camera. Verbal responses were transcribed and drawings were scanned digitally. Materials were organized according to the list of concepts, and they were evaluated by three invited judges, who graded the verbal definitions and drawings gathered in pre- and post-test phases from 1 to 5. The results were analyzed by the arithmetic averages of the grades assigned to the materials produced in the first testing stage compared to the second testing stage. It were observed changes in the quality of verbal definitions and drawings after the training period. The low number of subjects does not allow generalizations, so that data was discussed considering the changes that each subject presented in relation to himself. The results demonstrate that subjects showed greater improvement in verbal definitions of concepts than in graphical representations. Therefore, we consider that the use of embossed drawings and engravings are of greater use to development of spoken language than to graphic expression itself
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
cabral_me.pdf (6.14 Mbytes)
Data de Publicação
2011-07-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.