• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.47.2015.tde-12082015-105844
Documento
Autor
Nome completo
Lucianna Ribeiro de Lima
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Souza, Marilene Proenca Rebello de (Presidente)
Almeida, Laurinda Ramalho de
Barbosa, Deborah Rosaria
Cruces, Alacir Villa Valle
Silva, Silvia Maria Cintra da
Título em português
Atuação do psicólogo escolar nos colégios de aplicação das universidades federais: práticas e desafios
Palavras-chave em português
Atuação do psicólogo
Colégios de aplicação
Escola pública
Psicologia educacional
Psicologia escolar
Resumo em português
O presente trabalho investiga a atuação de psicólogos escolares nos Colégios de Aplicação (CA) das Universidades Federais brasileiras. O objetivo da pesquisa é investigar práticas desenvolvidas pelos psicólogos nos CA das universidades federais, buscando identificar expressões teórico-práticas da perspectiva crítica em Psicologia Escolar e Educacional. O referencial teórico-metodológico utilizado é a Psicologia Escolar e Educacional em uma perspectiva histórico-crítica que se fundamenta no Materialismo Histórico Dialético. Para consecução desse estudo, optou-se pela abordagem qualitativa, cujos instrumentos foram entrevistas semiestruturadas com seis psicólogos e cinco diretores dos CA e Grupo Focal. O mapeamento inicial encontrou dezessete CA federais, dos quais nove contam com psicólogo escolar em seu quadro funcional, totalizando treze profissionais. A partir da análise das entrevistas com psicólogos e diretores dos CA, bem como do Grupo Focal, elencamos temas e elegemos três Eixos de Análise. No primeiro Eixo, Caracterização dos psicólogos da etapa de entrevistas individuais, encontramos 100% de mulheres, com faixa etária entre 20 e 40 anos (71,4%), sendo 2 mestres, 1 doutora, as demais cursando Mestrado (2) e Doutorado (1), nas áreas de Psicologia e Educação. O segundo Eixo se refere à Atuação do psicólogo escolar nos CA, em que predomina a tendência institucional de atuação, abarcando vários segmentos alunos, professores, família, gestão, equipe pedagógica, funcionários, comunidade e está voltada para Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio e EJA. Notamos a presença de atividades tidas como tradicionais: avaliação psicoeducacional, orientação a alunos, professores e família, como também atividades consideradas emergentes: participação na elaboração do PPP, em Conselho Colegiado, em reuniões de planejamento pedagógico, apoio à gestão escolar, supervisão de estágio, realização de projetos de Ensino, Extensão e em menor proporção os de Pesquisa. Em relação aos principais desafios à atuação do psicólogo nos CA encontramos: romper com o modelo clínico de atuação, ampliar a leitura da queixa escolar, legitimar o lugar do psicólogo, definir prioridades para a atuação diante do excesso de demandas, realizar grupo de estudo, lidar com professores qualificados, encontrar elementos promotores de mudança na cultura escolar cristalizada, estreitar comunicação entre psicólogos dos CA. Das práticas desenvolvidas pelos psicólogos nos CA, localizamos o Estágio como a principal atividade promotora de Articulação entre Educação Básica e Ensino Superior (Eixo 3) e favorecedora do movimento de (re) formulação teórico-prática do conhecimento. Foram encontradas expressões teórico-práticas da perspectiva crítica em Psicologia Escolar e Educacional, apontando para avanços na área e para a continuidade de investimento na formação dos psicólogos. Concluímos que os CA são instituições potencialmente favoráveis a uma atuação predominantemente crítica em Psicologia Escolar, sobretudo pelas condições concretas de trabalho, por serem escolas básicas integrantes do sistema universitário público, as quais devem lutar pelo compromisso de garantir educação de qualidade. Formulamos a tese de que o psicólogo escolar, ao fundamentar sua atuação numa perspectiva histórico-crítica de Psicologia Escolar e Educacional, pode contribuir com a melhoria das condições de ensino nos Colégios de Aplicação, abarcando o coletivo da escola, ainda que sua atuação se configure em função das especificidades dessas instituições, das características da carreira e das singularidades do profissional
Título em inglês
Educational psychologist performance in application schools of federal universities: practices and challenges
Palavras-chave em inglês
Application schools
Educational psychology
Psychologist practices
Public school
School psychology
Resumo em inglês
This study investigates the performance of school psychologists in Application Schools (AS) of the Brazilian Federal Universities. The aim of the research is to investigate practices developed by psychologists in the federal universities AS in order to identify theoreticalpractical expressions from the critical perspective in School and Educational Psychology. The theoretical and methodological referential used is the School and Educational Psychology in a historical and critical perspective that is based on Dialectical Materialism History. To achieve this study, we chose the qualitative approach, whose instruments were semistructured interviews with six psychologists and five headmaster of the AS and Focal Group. The initial mapping found seventeen federal AS, from which, nine of them count on school psychologist on their staff, totaling thirteen professionals. From the analysis of the interviews with AS psychologists and headmaster, as well as the Focus Group, both we listed issues and elected three Analytical Axes. In the first axis, Psychologists characterization from the individual interviews phase, we found 100% women, aged from 20 to 40 years old (71.4%), being 2 masters, 1 doctor, the others studying Master (2) and PhD (1), in the Psychology and Education areas. The second axis refers to the Psychologist performance, in which dominates the institutional trend of practice, covering various segments - students, teachers, family, management, teaching staff, employees, community and it is also focused on Childhood and Basic Education, High School and Youth/Adult Education. It is noticed the presence of activities which are considered as traditional : psychoeducational assessment and students, teachers and family guidance, but also activities considered emerging: participation in the PPP development in the Collegiate Council, participation in educational planning meetings, support to school management, probation supervision, conducting Education, Extension and, to a lesser extent, Research projects. On the main challenges to AS psychologist performance, we found: to break with the clinical model of practice, to expand the school complaint reading, to legitimize the psychologist place, to define priorities for action in the face of excessive demands, to conduct study group, to deal with qualified teachers, to find changers elements in crystallized school culture, to narrow communication among AS psychologists. From the practices developed by AS psychologists, we identified the Probation as the main promoter activity of Articulation between Basic Education and Higher Education (Axis 3) and, at the same time, the favoring of the movement on the theoretical-practical knowledge (re) formulation. Theoretical- practical expressions from the critical perspective in School and Educational Psychology were found, which point to advances in the area and for investment continuity in the psychologists formation. We conclude that the AS are potentially favorable institutions to a predominantly critical role in school psychology, especially by the concrete conditions of work as they are basic educational schools members of the public university system, which must fight for the commitment of ensuring quality education. We formulated the thesis that the school psychologist, when basing his performance in a historical- critical perspective of School and Educational Psychology, can contribute to improving teaching conditions in Application Schools, covering the school collective, even though his performance is characterized by the specificities of those institutions, by the career characteristics and by the professional peculiarities
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
lima_corrigida.pdf (1.89 Mbytes)
Data de Liberação
2017-08-31
Data de Publicação
2015-09-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2018. Todos os direitos reservados.